A A A A A
Bible Book List

Salmos 36-39 O Livro (OL)

Salmo de David, servo do Senhor. Para o diretor do coro.

36 O pecado oculta-se profundamente no coração dos maus;
para eles não há o temor de Deus.

Pelo contrário, pensam que podem viver bem
e que não serão apanhados,
se esconderem as suas obras más.
Tudo o que dizem é com maldade e engano;
perderam o entendimento das coisas
e nem são já capazes de fazer o bem.
Ficam acordados durante a noite,
a fim de planearem os seus atos perversos,
em vez de planearem a forma de fazerem o bem
e de se afastarem do erro.

A tua misericórdia, Senhor, chega até aos céus;
a tua fidelidade vai mesmo até às nuvens.
A tua justiça é sólida como as grandes montanhas;
as tuas decisões são tão cheias de sabedoria
como profundos são os oceanos.
Preocupas-te com a vida dos homens e dos animais.
Como é preciosa, ó Deus, a tua misericórdia!
Por isso, a humanidade se abriga à sombra das tuas asas.
Tu os alimentas com as bênçãos da tua própria casa
e os fazes beber dos teus rios de gozo divino.
Pois tu és a fonte da vida;
a nossa luz vem da tua luz.

10 Derrama o teu amor sobre os que te conhecem,
e a tua justiça sobre os que têm um coração íntegro.
11 Não deixes que gente orgulhosa me pise;
não consintas que mãos perversas me façam fugir.
12 Esses obreiros da maldade já caíram;
caíram e nunca mais se levantarão.

Salmo de David.

37 Não te irrites por causa dos maus,
não tenhas inveja dos que praticam a maldade.
Porque em breve serão cortados como a erva;
murcharão e ficarão sem vida.

Mas tu, confia no Senhor e faz o bem;
viverás seguro na Terra e terás o teu alimento garantido.
Alegra-te no Senhor
e ele te dará o que deseja o teu coração.

Entrega ao Senhor tudo o que fizeres;
confia nele e ele te ajudará em tudo.
Tornará evidente a tua inocência perante toda a gente,
tal como a luz do dia que todos veem.
A tua justiça brilhará como o Sol em pleno dia.

Descansa no Senhor
e espera pacientemente pela sua ação.
Não te irrites por causa daqueles que vivem
a executar só falsidades e que prosperam.

Não te indignes e deixa a ira;
não te irrites, será só para teu prejuízo.
Porque os que fazem o mal serão destruídos;
mas os que confiam no Senhor herdarão a Terra.

10 Só mais um pouco de tempo e os maus desaparecerão;
quando perguntares por eles, já não existirão.
11 Os mansos herdarão a Terra
e gozarão da abundância da paz de Deus.

12 Aquele que despreza Deus pensa o mal dos justos;
range os dentes de raiva contra eles.
13 O Senhor se rirá dele,
pois sabe que está perto o momento de ser julgado.

14 Os maus armaram-se, com o propósito firme
de assassinarem o pobre e o necessitado;
de tirarem a vida aos que se conduzem com justiça.
15 Mas as suas espadas
atravessarão os seus próprios corações,
e os seus arcos serão desfeitos.

16 Vale mais o pouco que tem o homem justo
do que toda a fortuna de uma abundância de perversos.
17 A força dos maus será quebrada,
mas o Senhor sustém os justos.

18 O Senhor conhece os dias dos que andam na retidão;
dar-lhes-á uma recompensa eterna.
19 Não deixará que fiquem prejudicados em tempos de dificuldade;
mesmo em tempos de crise e de fome, terão o suficiente.
20 Mas os maus morrerão;
os inimigos do Senhor serão como a gordura no fogo;
desaparecerão como fumaça.

21 Os ímpios pedem emprestado e ficam a dever;
os justos se compadecem e até dão sem recompensa.
22 Aqueles que Deus abençoa herdarão a Terra;
mas os que ele amaldiçoar desaparecerão.

23 Os passos dos homens retos são dirigidos pelo Senhor,
o qual tem prazer nas suas vidas.
24 Se tropeçarem, não ficarão caídos,
porque o Senhor os sustenta com a sua mão.

25 Já fui moço, e agora estou velho,
e nunca vi uma pessoa justa abandonada,
nem os seus filhos passarem fome.
26 São generosos e emprestam aos que precisam;
os seus filhos são felizes.

27 Afasta-te do mal e pratica o bem,
e viverás para sempre.
28 Porque o Senhor ama a justiça
e nunca abandonará o seu povo;
será guardado em segurança para sempre.

Os ímpios e os seus descendentes, esses morrerão.
29 Os que seguem a justiça herdarão a Terra
e nela habitarão para sempre.

30 A boca dos que seguem a justiça fala com sabedoria,
distinguindo o certo do errado.
31 A Lei de Deus está nos seus corações;
os seus passos serão sempre firmes.

32 Os maus espiam os que praticam a justiça,
procurando acusá-los e matá-los.
33 O Senhor não deixará que caiam nas suas mãos;
quando forem julgados, não serão condenados.

34 Espera no Senhor e mantém-te firme no seu caminho.
Ele te levantará para te dar a posse da Terra;
verás os maus destruídos.

35 Vi realmente os ímpios espalharem-se
e multiplicarem-se como certas plantas em clima propício;
vi o seu poder crescer e confirmar-se.
36 Mas passado algum tempo tinham deixado de existir;
procurei-os, mas não pude encontrá-los.

37 Repara naquele que anda sinceramente com Deus,
naquele que pratica o que é reto;
para esse, o futuro será feliz, será de paz.
38 Os que transgridem as leis divinas serão destruídos;
a sua descendência será liquidada.

39 O Senhor salva os que seguem a sua justiça;
ele é o lugar onde me abrigo nos tempos de angústia;
40 O Senhor ajudará e livrará dos perversos
todos os que nele buscam refúgio.

Salmo de David. Como lembrete para Deus.

38 Senhor, não me castigues na tua severidade,
não me repreendas com ira.
As tuas setas me têm ferido,
a tua mão tem pesado sobre mim.
Devido à tua cólera, todo o meu corpo está doente.
Não tenho paz e sinto dores contínuas,
por causa dos meus pecados.
As minhas culpas me submergem inteiramente.
São como um fardo demasiado pesado para as minhas forças.

As minhas feridas estão inflamadas e cheias de pus,
em consequência da minha loucura.
Ando encurvado e abatido;
os meus dias estão cheios de angústia e lamentos.
Os meus lombos ardem-me;
todo o meu corpo está doente.
Estou doente e quebrantado;
gemo de desespero.

Senhor, tu conheces as minhas ânsias
e ouves o meu lamento.
10 O meu coração bate apressado, faltam-me as forças;
até a luz dos olhos me vai faltando.
11 Tanto amigos como vizinhos se afastam de mim,
com medo da minha doença.
Até a minha família se mantém à distância.
12 Enquanto isto, os meus inimigos procuram matar-me
e dizem coisas para me estragar a vida;
andam todo o dia a tramar contra mim.

13 Mas eu mantenho-me surdo às suas ameaças;
na frente deles sou como um mudo.
14 Não abro a minha boca; nada tenho a replicar.
15 Porque espero em ti, Senhor;
tu me ouvirás, Senhor, meu Deus.
16 Eu orei: “Não deixes que os meus inimigos se gabem por minha causa,
nem que se alegrem quando escorrego.”

17 Estou à beira de cair;
a minha dor acompanha-me constantemente.
18 Confesso os meus pecados;
aflijo-me por causa do mal que fiz.
19 Mas os meus inimigos são fortes e perseguem-me;
odeiam-me sem que lhes dê razão para isso.
20 Eles pagam-me o bem com o mal
e odeiam-me por seguir um caminho reto.

21 Não me deixes, Senhor!
Meu Deus, não te afastes de mim!
22 Vem depressa em meu auxílio!
Socorre-me, ó Senhor, meu Salvador!

Salmo de David. Para o diretor do coro, Jedutun[a].

39 Disse para mim mesmo:
“Vou estar atento quando abrir a minha boca,
principalmente quando estiver rodeado de ímpios.”
Mas enquanto estive em silêncio,
nada dizendo, mesmo de bem,
cresceu o tumulto dentro de mim até rebentar.
Quanto mais refletia,
mais cresciam as labaredas da agitação em mim.
Até que falei e supliquei a Deus:

Senhor, ajuda-me a compreender
como é curto o meu tempo aqui na Terra!
Ajuda-me a compreender a minha fragilidade!
Aos teus olhos, a minha vida pode medir-se em palmos;
o tempo da minha existência é como um sopro para ti. (Pausa)

Na verdade, o ser humano,
por mais bem estabelecido que esteja na vida,
é frágil como um sopro, é como uma sombra.
Em vão corre atarefado, de um lado para o outro,
e amontoa fortunas, para serem gastas por outros.

Assim, Senhor, em quem posso eu esperar?
Tu és a minha única esperança.
Livra-me de ser subjugado pelos meus pecados,
porque até os loucos me desprezariam.
Estou sem fala diante de ti.
Não direi uma palavra só de queixa,
porque o meu castigo vem de ti.
10 Não me atormentes mais,
pois estou a desfalecer sob o golpe da tua mão.
11 Quando castigas um homem pelo seu pecado,
logo fica destruído;
fica como roupa bonita estragada pela traça.
Sim, o homem vale tão pouco como um simples sopro. (Pausa)

12 Ouve, Senhor, a minha oração
e inclina os teus ouvidos ao meu apelo.
Não fiques parado perante as minhas lágrimas!
Sou para ti como um simples estranho;
sou como um viajante passando pela Terra,
como todos os meus antepassados.
13 Poupa-me, Senhor!
Ajuda-me a recuperar forças,
antes que venha a morte e eu deixe de existir.”

Footnotes:

  1. 39.0 Cf. 1 Cr 16.41.
O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes