A A A A A
Bible Book List

Salmos 108-114 O Livro (OL)

(Sl 57.7-11; 60.6-12)

Cântico e Salmo de David.

108 Ó Deus, o meu coração está pronto para te louvar!
Quero cantar-te salmos com toda a minha alma!
Que a harpa e a lira comecem a tocar!
Eu mesmo, ao romper do dia, cantarei a Deus.
Louvar-te-ei diante dos povos, Senhor;
no meio das nações cantar-te-ei salmos.
Pois a tua misericórdia chega aos céus
e a tua fidelidade até às nuvens.
Ó Deus, engrandece-te acima dos céus!
Que a tua glória brilhe sobre toda a Terra!

Salva-nos, para que o povo que amas seja livre!
Ouve-nos e livra-nos pela força do teu braço direito!
Deus jurou pela sua santidade:
“É justo que me encha de alegria;
hei de repartir Siquem e medir o vale de Sucote.
Gileade e Manassés ainda são meus;
Efraim é o apoio da minha força
e Judá me dará governantes.
Moabe é para mim uma bacia de lavar
e Edom como o sítio onde me descalço.
Sobre a Filisteia bradarei vitória.”

10 Quem me conduzirá à cidade fortificada?
Quem me guiará até Edom?
11 Deus o fará, ainda que nos tenha rejeitado
e nos tenha abandonado aos exércitos do inimigo.
12 Auxilia-nos em tempos de aperto,
pois de nada vale o socorro humano!
13 Com Deus faremos coisas formidáveis;
ele esmagará os nossos inimigos.

Salmo de David. Para o diretor do coro.

109 Ó Deus, tu que és o objeto do meu louvor,
não permaneças calado!
Os perversos e mentirosos caluniam-me;
dizem mentiras a meu respeito.
Eles não têm razão para me odiar
e estar cerradamente contra mim, como fazem.
Em paga pelo meu amor são meus inimigos;
quanto a mim, só me resta fazer-te oração!
Pagam-me o bem com o mal,
o amor com o ódio.

Nomeiem um juiz corrupto
e que haja um acusador contra ele à sua direita!
Seja julgado e condenado!
Que a sentença seja infalivelmente a sua condenação!
Que até as suas orações sejam consideradas um pecado!
Que os dias da sua vida sejam poucos e breves
e que venha outro tirar-lhe o trabalho!
Que os seus filhos fiquem órfãos
e a sua mulher viúva!
10 Que sejam expulsos das ruínas do seu lar
e os seus descendentes obrigados a mendigar o pão,
por terras distantes!
11 Que os credores lancem mão de tudo o que era dele
e que estranhos fiquem com tudo o que ganhou!
12 Que ninguém tenha misericórdia dele
nem dó dos seus órfãos!
13 Que a sua posteridade venha a desaparecer
e que ninguém se lembre dele, passada uma geração!
14 Que o Senhor se lembre da maldade dos seus pais
e não os tenha por inocentes!
15 Que o Senhor tenha esses pecados sempre presentes;
que ninguém se lembre que existiram esses homens!

16 Pois recusou ser bondoso para com o seu próximo;
chegou ao ponto de perseguir os que estavam aflitos,
os necessitados e os que viviam com o coração angustiado;
perseguiu-os até os liquidar!
17 Visto que teve alegria na maldição dos outros,
venha agora a maldição sobre ele!
Se nunca quis a tua bênção,
por que razão haveria agora de ser abençoado por ti?
18 A maldição era algo que lhe era tão habitual,
como a própria roupa que se veste
ou a água que normalmente se bebe
ou como óleo para os ossos.
19 Que essas mesmas maldições que distribuiu
se voltem agora contra ele!
Que se lhes peguem como a roupa ao corpo!
Que o apertem como o cinto que tem à cintura!
20 Seja esse o castigo do Senhor aos meus inimigos,
aos que dizem toda a espécie de mentiras a meu respeito
e querem a destruição da minha alma.

21 Mas tu, Senhor, meu Deus, age em meu favor,
para que o teu nome seja honrado!
Livra-me, porque sei que é grande a tua bondade!
22 Estou aflito e necessitado;
o meu coração vai desfalecendo.
23 Vou resvalando pela encosta da vida,
em direção à sombra da morte;
em breve a vida me sacudirá como se sacode um gafanhoto.
24 Os meus joelhos estão esfraquecidos de tanto jejuar;
sou só pele e osso!
25 Sou já, para toda a gente,
como que a própria imagem do fracasso;
olham para mim e abanam a cabeça.

26 Ajuda-me, Senhor, meu Deus!
Salva-me, porque és cheio de bondade!
27 Para que toda a gente constate
que intervéns na minha vida.
28 Eles podem amaldiçoar, é certo,
mas que importa se és tu quem me abençoará?
Bem podem levantar-se para me destruir;
mas que eles sejam envergonhados,
e que o teu servo se alegre!
29 Que fracassem em tudo o que fizerem!
Que a desgraça se lhes cole à vida como a roupa ao corpo!

30 Quero agradecer ao Senhor com todas as forças;
contarei a toda a gente o que fez por mim.
31 Pois ele permanece à direita do pobre,
para o livrar dos que pretendem destruir a sua alma.

Salmo de David.

110 Disse o Senhor ao meu Senhor[a]:
“Senta-te à minha direita,
até que ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.”

O Senhor estabeleceu a base do teu poder em Sião,
para que domines no meio dos teus inimigos.
Quando exerceres o teu domínio,
o teu povo virá de coração, vestindo roupas santas.
A tua força será renovada diariamente,
como o orvalho da madrugada.

O Senhor jurou e nunca há de alterar o seu intento:
“Tu és sacerdote para sempre,
à semelhança de Melquisedeque.”

O Senhor, ao teu lado,
derrubará muitos reis,
quando executar o rigor da sua justiça!
Castigará nações que ficarão cheias de mortos;
ferirá cabeças que se levantam altivamente.
Ele se refrescará nas fontes do caminho;
por isso, prosseguirá de fronte erguida.
111 Louvem o Senhor!

Louvarei o Senhor de todo o meu coração.
Quero fazê-lo publicamente,
na companhia dos retos e na assembleia do povo.

Quero dizer como são grandes as obras do Senhor
e como se sentem felizes em relembrá-las.
As suas obras maravilhosas são a expressão da sua glória,
da sua majestade e da sua eterna justiça.
Quem poderá esquecer as maravilhas que realiza?
Os seus atos são de misericórdia e de bondade!
Alimenta os que o temem;
nunca se esquecerá da aliança que fez com os seus!

Concedeu ao seu povo a prova do seu enorme poder,
oferecendo-lhe uma terra
que era propriedade de muitas nações.
Tudo o que faz é justo e bom;
todos os seus preceitos são fiéis e justos.
A essência deles é a verdade e a retidão,
por isso, valem para todo o sempre!
Pagou um preço pela redenção do seu povo;
estabeleceu uma aliança de paz que nunca acabará.
Santo e poderoso é o nome de Deus!

10 O temor do Senhor é o fundamento da sabedoria.
Verdadeiramente sábios são os que lhe obedecem.
Ele há de ser louvado eternamente!
112 Louvem o Senhor!

Feliz é aquele que teme e honra o Senhor
e cumpre com alegria os seus mandamentos!
Os seus descendentes alcançarão prestígio.
Sim, sem dúvida que a descendência daqueles
que pertencem a Deus será muito abençoada!
Serão ricos e prósperos;
as realizações das suas vidas justas hão de permanecer.
Ainda que se vejam envolvidos em trevas,
a luz sempre surge para os retos,
para os que são bondosos, misericordiosos e justos.
Ao homem generoso tudo lhe correrá bem;
os seus negócios decorrem com honestidade.

Um homem assim não será derrotado;
ninguém esquecerá a honra de uma pessoa justa.
Não terá receio de notícias súbitas desastrosas;
o seu coração está seguro porque confia no Senhor.
É por isso que não tem medo,
porque sabe de onde vem o seu auxílio,
até ver que os seus inimigos serão derrotados.
Reparte liberalmente os seus bens com os necessitados;
a justiça que pratica terá efeitos duradouros.
Tornar-se-á grande e honrado.

10 O homem sem Deus, ao ver isto, fica enraivecido;
range os dentes de raiva, consome-se em ódio.
Os seus perversos intentos serão frustrados!
113 Louvem o Senhor!

Louvem o Senhor, aqueles que o servem!
Louvem o nome do Senhor!
Bendito é o nome do Senhor,
agora e sempre!
Que desde o oriente, onde nasce o Sol,
até ao ocidente, onde se põe,
haja por toda a Terra, e sempre,
quem louve o Senhor!

Ele domina sobre todos os povos da Terra;
também no céu reina gloriosamente.
Quem é como o Senhor, nosso Deus,
que tem a sua habitação nos céus sublimes?
Muito abaixo está o firmamento da Terra;
ele se inclina para ver o que se está a passar.

Levanta os pequenos da baixeza em que vivem;
tira os desprotegidos da miséria e da lama.
Para os pôr em igualdade de circunstâncias
com os de elevada categoria social;
sim, até com chefes de estado!
É poderoso para fazer com que a mulher estéril
se transforme numa mãe feliz!

Louvem o Senhor!
114 Quando os israelitas saíram do Egito,
dessa terra de língua estranha,
Judá ficou sendo o lugar do santuário de Deus
e Israel tornou-se o seu domínio.

O mar Vermelho, quando viu o povo aproximar-se,
até se afastou para o deixar passar;
o Jordão também parou para que passasse a seco.
Os montes saltaram como carneiros
e as colinas como cordeirinhos.

Que aconteceu, ó mar Vermelho,
para te dividires em dois?
E tu, Jordão,
porque se afastaram as tuas águas?
E vocês, montes e colinas,
porque se puseram a saltar
como carneiros e cordeirinhos?

Sim, ó Terra,
treme na presença do Senhor, o Deus de Jacob!
Ele fez brotar da dura rocha águas abundantes;
transformou uma pedreira em fontes de água!

Footnotes:

  1. 110.1 Ao Messias. Este texto é citado várias vezes no Novo Testamento.
O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes