A A A A A
Bible Book List

Jó 32-34O Livro (OL)

Eliú

32 Os três homens recusaram continuar a responder a Job por este insistir na sua inocência.

Então Eliú (filho de Baraquel o buzita, da família de Rão) irritou-se porque Job recusava admitir que tinha pecado, e não queria admitir que Deus o castigava com razão.

Mas por outro lado estava também zangado com os três amigos de Job, porque, tendo sido incapazes de responder aos seus argumentos, contudo continuavam a condená-lo.

Eliú esperou até esta altura para falar, porque os outros eram todos mais velhos que ele.

5/6 Quando viu, pois, que não tinham mais nada a responder-lhe, tomou a palavra, com indignação, e disse:

    “Eu sou jovem, e vocês, mais velhos que eu,
        por isso me mantive retirado e calado,
        sem ousar dizer o que pensava,
        visto que, em princípio, os mais velhos são mais sabedores;
7/9     mas ao fim e ao cabo, não é a idade que faz as pessoas mais sábias.
    Pelo contrário é o espírito que há no homem,
        o sopro do Deus poderoso,
        que o faz inteligente.
10     Portanto escutem-me e permitam-me que expresse a minha opinião.

11/12     Esperei todo este tempo, ouvindo atentamente os vossos argumentos,
        e nenhum deles convenceu Job de que é um pecador,
        nem conseguiu prová-lo.
13     E não me venham dizer que
        ‘Somente Deus convence o pecador do seu pecado’.
14     Se Job tivesse discutido comigo
        nunca lhe teria respondido com esse tipo de lógica!
15     Agora aí estão vocês, desiludidos,
        esgotada a vossa capacidade de resposta.
16     Havia eu pois de continuar a esperar em silêncio? Não.
17     Vou dar já a minha resposta também.
18     O meu espírito me pressiona; estou cheio de palavras.
19     Sou como um barril de vinho fechado, sem ventilação!
    Estou pronto a rebentar com palavras!
20     Sou obrigado a falar, para poder respirar,
        por isso deixem-me dizer tudo o que preciso, como resposta.
21     Não serei parcial a favor de alguém,
    não lisonjearei ninguém.
22     Se eu fosse hábil na lisonja,
        o meu Criador logo me castigaria.”

33 “Por favor, Job, ouve o que tenho para dizer-te.
    Já comecei a falar, agora continuo.
    Direi a verdade com toda a sinceridade.
    Porque foi o Espírito de Deus que me fez,
        o sopro do Deus poderoso deu-me vida.
    Não hesites em me responder, se puderes.
    Diante de Deus sou tanto como tu,
        eu também fui formado do barro.
    Não precisas de me recear.
    Não sou ninguém assim tão importante
        que te ponha nervoso ou receoso.

8/9     Tu disseste, e repetiste várias vezes,
    uma coisa que os meus ouvidos captaram claramente:
    — ‘Sou puro, estou inocente; não pequei!’
10     Disseste igualmente, que Deus está usando contigo um pente fino
        para te apanhar a mais pequena falta,
        e em consequência considerar-te um inimigo seu.
11     ‘Ele põe-me os pés no tronco’, disseste tu,
        ‘e observa todos os movimentos que faço!’
12     Pois bem, aqui está a minha resposta:
    Foi aí mesmo que tu pecaste, em falar de Deus dessa maneira.
    Porque Deus é maior do que os homens.
13     Por que razão contenderias tu com Deus
        pelo facto de ele te dar contas do que faz?
14/15     Deus dirige-se repetidamente aos homens, e de várias maneiras,
        mas não atentam no que ele diz.
        Fala por meio de sonhos, em visões de noite,
        quando as pessoas caem em sono profundo,
        deitadas nos seus leitos.
16/18     Abre-lhes os ouvidos e dá-lhes instrução e sabedoria,
        fazendo-os mudar a mente, apartando-os da soberba,
        para reter a sua alma de cair no abismo,
        e a sua vida de perecer pela espada.
19/22     Também os corrige com dores e com males
        que os afligem sem parar,
        de forma que o indivíduo perde o gosto de tudo, perde o apetite,
        desinteressa-se até pelos mais requintados pratos.
        Emagrece, fica apenas com a pele e os ossos.
        Fica às portas da morte, já se avizinha do mundo dos mortos.

23/24     Mas se vier um mensageiro dos céus,
        um entre os milhares de Deus,
        para interceder por ele, como um amigo,
        para lhe mostrar o que é recto,
        então Deus terá compaixão dele e dirá ao intercessor:
        — ‘Livra-o, para que não desça à cova; tenho resgate para ele’.
25     Então o seu corpo se tornará tão saudável como o de um jovem:
        firme e robusto novamente.
26     Quando orar a Deus, Deus o ouvirá
        e lhe responderá, recebendo-o com alegria, e salvando-o.
27     A pessoa declarará aos seus amigos: ‘pequei, e perverti o direito.
28     Mas Deus não me castigou; livrou a minha alma de descer à cova.
    Assim sei que verei a luz.’
29/30     Sim, Deus faz isto, frequentemente, ao homem;
    — desvia-lhe a alma da perdição, para que possa viver na luz da vida.
31     Escuta bem isto, Job!
    Peço-te que me ouças e me deixes dizer ainda mais alguma coisa.
32     No entanto, se tiveres algo a acrescentar quanto a este ponto, diz.
    Gostaria de te ouvir, porque queria muito justificar-te.
33     Caso contrário, ouve-me então. Cala-te e ensinar-te-ei sabedoria!”

34 Eliú continuou:

    “Escutem-me vocês, sábios, ouçam vocês que são entendidos.
    Porque o ouvido testa as palavras,
        tal como a língua o faz para o que se come.
    Da mesma forma, deveríamos saber escolher
        aquilo que é recto.
    No entanto antes de mais deveríamos definir entre nós
        o que é bom.
    Porque Job disse. ‘Estou inocente, e Deus diz-me que não.
    Sou chamado mentiroso, e no entanto estou inocente.
    Sou tremendamente castigado, mesmo sem ter pecado!’
7/9     Alguma vez já se viu uma arrogância destas?
    Isto é mesmo de pessoas
        que devem ter passado muito tempo no meio de gente má,
        pois que diz: ‘Para que serve perder tempo a agradar a Deus?’

10     Dêem-me atenção, vocês, gente de entendimento.
    Todo o mundo sabe, absolutamente, que Deus não peca!
11     Mas ele retribui às pessoas conforme o que fazem,
        compensa-as segundo merece a sua conduta.
12     É coisa que não se discute, que Deus nunca é mau nem injusto.
13     Só ele tem autoridade sobre a Terra e dispensa justiça ao mundo.
14/15     Se Deus viesse a retirar o seu Espírito, toda a vida desapareceria,
        e a humanidade tornar-se-ia novamente em pó.
16     Ouçam-me pois, e tentem compreender.
17     Poderia Deus governar isto tudo, se odiasse a justiça?
    Seriam vocês capazes de condenar esse poderoso juiz?
18     Quem ousaria condenar este Deus que diz a reis e a nobres,
        ‘vocês são maus e injustos?’
19     Porque não olha a que posição social uma pessoa possa pertencer,
        nem dá mais atenção ao rico do que ao pobre.
    Foi o Criador deles todos.
20     Todos eles podem passar desta vida, dum momento para o outro.
    Em plena noite, grandes ou pequenos, podem partir,
        sem qualquer intervenção humana.
21     Deus vigia cuidadosamente sobre os caminhos de cada um;
        vê a todos.
22     Não há escuridão suficientemente espessa
        para ocultar os ímpios aos seus olhos;
23     é por isso que nem sequer é preciso ficar à espera
        que alguém cometa um grande crime
        para ser chamado a juízo perante Deus.
24     Sem fazer disso um caso sensacional, Deus simplesmente destrói,
        nem que seja o maior dos seres humanos, e o substitui por outro.
25     Sabe tudo o que eles fazem, e numa só noite pode deitá-los abaixo,
26/27     ou então, à vista de toda a gente, castigá-los como iníquios que são;
        visto que se desviaram dos seus caminhos,
28     o que fez com que o grito do pobre chegasse até Deus.
    Sim, ele ouve os gritos dos oprimidos.
29/30     E mesmo que Deus prefira não falar, quem iria criticá-lo por isso?
    Ele pode igualmente evitar que um homem ruim governe,
        mas pode, com a mesma facilidade, abater toda uma nação.
31/32     Por que razão as pessoas não dizem a Deus:
        ‘Pecámos; mas estamos arrependidos, não recomeçaremos?’
    Ou então: ‘Ignoramos o mal que tenhamos feito;
    esclarece-nos e não o praticaremos mais’.
33     Iria Deus aplicar a justiça duma forma especial,
        conforme as vossas pretensões?
    Vocês é que têm de responder, não eu.
    Digam então o que pensam.
34/35     As pessoas com discernimento e com inteligência
        estão, com toda a certeza, comigo
        ao afirmar que Job falou como um louco.
36     Deverias ser provado até ao fim
        pela forma condenável como falaste de Deus.
37     É que dessa forma acrescentaste rebelião, arrogância e blasfémia
        aos teus outros pecados.”

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes