A A A A A
Bible Book List

Gênesis 48-50 O Livro (OL)

Manassés e Efraim

48 Algum tempo depois, vieram dizer a José que o pai estava doente. Então pegou nos seus dois filhos, Manassés e Efraim, e foi visitá-lo. Quando Jacob ouviu que José ia chegar, juntou as poucas forças que ainda tinha e sentou-se na cama; saudou-o assim que ele chegou: “O Deus Todo-Poderoso apareceu-me em Luz, na terra de Canaã, e abençoou-me. E prometeu-me: ‘Farei com que te tornes numa grande nação e darei esta terra de Canaã a ti e aos teus descendentes para sempre.’

E agora, com respeito a estes teus dois filhos que te nasceram aqui no Egito, antes que eu para cá viesse, adotá-los-ei como se tivessem sido gerados por mim mesmo. Efraim e Manassés serão meus tal como Rúben e Simeão. Outros filhos que possas ainda vir a ter, esses então sim serão teus e herdarão o que tiver cabido em herança a Efraim e Manassés. Nunca me esquecerei de que a tua mãe Raquel morreu quando vinha ainda de Padan-Arã, a pouca distância de Efrata (Belém), e que tive de a sepultar ali, perto do caminho.”

Então atentou para os dois rapazes: “São estes os teus dois filhos?”

“Sim, são os dois filhos que Deus me deu aqui no Egito.” E pediu: “Aproxima-os de mim para que os abençoe.”

10 Israel já via mal, por causa da sua muita idade. José trouxe-os junto do pai, que os beijou e os abraçou. 11 E disse comovido: “Eu, já nem pensava tornar a ver-te sequer a ti, e agora Deus dá-me esta grande alegria de ver até os teus dois filhos!”

12 Então José pegou nos moços pela mão e inclinou-se profundamente diante do pai; 13 pô-los junto aos seus joelhos, Efraim à esquerda dele e Manassés à direita. 14 Mas Israel, ao estender os braços para eles, cruzou-os, pondo assim as mãos sobre as cabeças dos rapazes de forma que a direita ficou sobre Efraim e a esquerda sobre Manassés, o mais velho. Sabia portanto o que fazia.

15 E abençoou José:

“Que Deus, o Deus dos meus pais Abraão e Isaque,
o Deus que me sustentou e amparou durante toda a vida,
16 o anjo que me livrou de todo o mal,
abençoe ricamente estes moços!
Que estes rapazes possam honrar o meu nome
e o dos meus antepassados Abraão e Isaque,
e que cresçam abundantemente em número!”

17 José ficou contrariado quando viu que o pai punha a mão direita sobre Efraim. E pegou na mão do pai para a colocar em cima da cabeça de Manassés: 18 “Não, pai. Não é na cabeça desse que deves pôr a mão direita. Este é que é o mais velho, por isso, é sobre ele que deves pô-la.”

19 Mas o pai recusou: “Eu sei o que estou a fazer, meu filho. Manassés também se há de tornar numa grande nação, mas o mais novo será maior do que ele.”

20 E abençoou os rapazes assim: “Que Israel se habitue a abençoar o seu companheiro, dizendo:

Que Deus te faça tão próspero como Efraim e como Manassés!”

E assim colocou Efraim à frente de Manassés.

21 E acrescentou: “Estou a ponto de morrer, mas Deus estará contigo e levar-te-á de novo a Canaã, a terra dos teus antepassados. 22 Eu dei-te em herança a belíssima terra de Siquem, que é muito melhor do que a que caberá aos teus irmãos, e que eu tomei com a minha espada aos amorreus.”

Jacob abençoa os filhos

49 Então Jacob chamou todos os seus filhos e disse-lhes: “Juntem-se aqui, perto de mim e dir-vos-ei o que será de vocês no futuro.

Ouçam-me, ó filhos de Jacob,
escutem Israel, o vosso pai!

Rúben, tu és o mais velho,
o filho que eu tive na maturidade do meu vigor;
és o primeiro em categoria e em honra.
Mas inconstante como és, semelhante às vagas do mar,
deixarás de ser o mais excelente porque me desonraste,
deitando-te com uma das minhas mulheres,
profanando o meu leito.

Simeão e Levi são dois da mesma espécie;
são homens de violência e injustiça.
A minha alma manteve-se afastada deles,
não quis participar nos seus intentos secretos,
porque no seu ódio mataram homens,
na sua excitação mutilaram bois.
Maldita seja a sua fúria, pois foi feroz e cruel.
Por isso, espalharei os seus descendentes por todo o Israel.

Judá, os teus irmãos te louvarão.
Destruirás os teus inimigos.
Os filhos do teu pai se inclinarão perante ti.
És como um pequeno leão
que acabou de tragar a sua presa.
Assenta-se como um forte leão e deita-se como uma leoa;
quem ousará despertá-lo?
10 O cetro real não deixará de lhe pertencer,
até que venha Silo, a quem todo o mundo obedecerá.
11 Ele amarra o seu jumentinho à melhor videira,
e lava os seus fatos no vinho.
12 Seus olhos são mais escuros do que o vinho,
seus dentes mais brancos que o leite.

13 Zebulão habitará à beira do mar
e terá os portos de que se servirão os navios.
Os seus limites estender-se-ão até Sídon.

14 Issacar é um possante animal de carga
que repousa no meio dos fardos.
15 Quando vê que o seu repouso é bom,
e a terra é agradável para se viver,
de boa vontade se entregou ao trabalho
e aceitou a tarefa que lhe era imposta.

16 Dan governará o seu povo
tal como qualquer outra tribo de Israel.
17 Ele será como uma serpente no caminho,
como uma víbora à beira da estrada
que morde as patas do cavalo,
o qual lança o cavaleiro ao chão.

18 Eu confio na tua salvação, Senhor!

19 Gad será atacado por um bando de guerrilheiros,
mas ele os atacará pelos calcanhares.

20 Aser produzirá alimento abundante
e de finíssima qualidade, próprio de reis.

21 Naftali é como uma gazela à solta,
produzindo lindas crias.

22 José é como uma árvore frutífera,
produzindo frutos junto duma fonte.
Os seus ramos passam acima do muro.
23 Foi gravemente ferido por aqueles
que se atiraram sobre ele e o perseguiram.
24 Mas o seu arco permeneceu firme,
e os seus braços jamais esmoreceram,
diante do Poderoso de Jacob,
o seu Pastor, o Rochedo de Israel.
25 Que o Deus dos teus pais, o Todo-Poderoso,
te abençoe com as bênçãos dos céus
e também com as da Terra,
as bênçãos dos seios, assim como as da madre,
26 Que as bênçãos do teu pai ultrapassem as bênçãos das antigas montanhas,
que chegam às alturas das colinas eternas.
Estas serão as bênçãos que descerão sobre a cabeça de José,
que teve de se separar dos irmãos.

27 Benjamim é um lobo que devora a sua presa.
Devora os seus inimigos logo de manhã
e pela tarde reparte os despojos.”

28 Estas são as bênçãos que Israel deu aos doze filhos.

A morte de Jacob

29-30 Depois disse-lhes: “Vou morrer em breve. Vocês deverão pôr-me junto dos meus pais na terra de Canaã, na gruta que está no campo de Macpela, diante de Mamre, o campo que Abraão comprou a Efrom, o hitita, como terreno para sepultura. 31 Foi lá que sepultaram Abraão e Sara, a sua mulher; e ainda Isaque mais a sua mulher Rebeca; eu próprio ali coloquei o corpo de Leia. 32 Essa gruta e o campo foram comprados pelo meu avô Abraão aos filhos de Hete.”

33 Tendo acabado de dar aquelas profecias e estas indicações aos filhos, deitou-se, acomodou-se na cama, deu um último suspiro e faleceu, juntando-se aos seus antepassados.

50 José lançou-se sobre o rosto do pai e chorou sobre ele, beijando-o. Depois ordenou aos criados que mandassem embalsamar o corpo, o que foi feito pelos especialistas. O processo de embalsamento levou 40 dias e o luto nacional durou 70 dias.

Passado esse período José foi ter com a corte do Faraó e disse-lhes que intercedessem junto do rei a favor dele: “Digam ao Faraó que o meu pai me fez jurar que levaria o seu corpo para a terra de Canaã para lá o sepultar. Digam-lhe que prometo regressar sem demora.”

O Faraó concordou: “Vai e sepulta o teu pai tal como ele te pediu.”

José foi e acompanharam-no o conjunto dos conselheiros do Faraó, assim como os seus assistentes e todos os anciãos da terra. Além deles foi também toda a família de José, assim como os seus irmãos e as respetivas famílias, deixando ficar apenas os meninos, os rebanhos e o gado, na terra de Gosen. Constituiu-se dessa forma um desfile extremamente concorrido, com carros e cavaleiros.

10 Quando chegaram à Eira do Espinhal, do outro lado do Jordão, fizeram um grande e solene funeral com um período de sete dias de pesar pelo pai de José. 11 A gente daquela terra, os cananeus, vendo aquilo chamaram ao sítio Abel-Mizraim (luto dos egípcios), porque diziam: “Isto deve ter sido um grande luto e uma grande perda para os egípcios!”

12 Assim fizeram os filhos de Israel conforme lhes tinha ordenado; 13 levaram o corpo para a terra de Canaã, sepultaram-no na gruta de Macpela que Abraão tinha comprado, com o campo em que se encontrava, a Efrom, o hitita, em frente de Mamre. 14 Depois José voltou para o Egito, assim como os irmãos e todos aqueles que os acompanharam no funeral do pai.

15 Contudo, agora que este falecera, os irmãos de José começaram a sentir receio: “A partir de agora”, diziam entre si, “José é capaz de querer vingar-se do mal que lhe fizemos.”

16 Por isso, mandaram-lhe uma mensagem: “O teu pai antes de morrer deixou instruções 17 pedindo-te que perdoasses aos teus irmãos as transgressões e o pecado que cometeram. Nós, que servimos o Deus do teu pai, rogamos-te pois que nos perdoes.” Quando José tomou conhecimento disto que lhe mandaram dizer não se conteve e chorou.

18 Mais tarde, vieram os irmãos, que se inclinaram diante dele e disseram: “Somos teus servos.”

19 Mas José respondeu: “Não tenham receio de mim. Sou eu Deus para poder julgar e castigar-vos? 20 A verdade é que aquilo que vocês reconhecem como o mal que me fizeram, Deus o mudou em bem, e me elevou até este alto cargo que agora ocupo, de forma a salvar a vida de muita gente. 21 Não, não tenham medo. Podem estar certos de que tomarei conta de vocês e das vossas famílias.” E assim lhes falou afetuosamente, retransmitindo-lhes confiança.

A morte de José

22 José, os irmãos e suas respetivas famílias continuaram a viver no Egito. José tinha 110 anos quando morreu. 23 Mas viveu o bastante para poder ver os filhos do seu filho Efraim e os filhos de Maquir, que era filho de Manassés, os quais teve a alegria de colocar nos seus joelhos.

24 “Vou morrer em breve”, disse José aos irmãos, “mas Deus virá com certeza buscar-vos para vos tirar desta terra do Egito e vos levar para aquela que prometeu a Abraão, a Isaque e a Jacob.” 25 E fez com que os irmãos lhe prometessem solenemente, com juramento, que levariam o seu corpo para Canaã.

26 Assim morreu José com 110 anos. Embalsamaram-no e puseram-no num caixão, no Egito.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes