A A A A A
Bible Book List

Êxodo 28-29O Livro (OL)

Vestimentas para os sacerdotes

28 Consagra o teu irmão Arão, e os seus fihos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar, para me servirem como sacerdotes.

2/3 Faz fatos especiais para Arão que indiquem a sua separação para Deus e que pela beleza e ornamentação porão em relevo a dignidade deste serviço. Dá instruções àqueles a quem dei especial habilidade como costureiros, que lhe confeccionem vestuário que o consagre para Deus, à parte dos outros, de forma a que possa assim prestar­me serviço na função de sacerdote. Esta é a roupa que ele há­de ter: um peitoral, um éfode, um manto, uma túnica bordada a cores, um turbante e um cinto. Eles farão igualmente vestimentas especiais para os filhos de Arão.

O éfode

5/7 O éfode será confeccionado pelos mais hábeis dos artífices, e nele empregarão fio azul, púrpura e vermelho de linho fino retorcido. Consistirá em duas peças para os ombros ligadas nas extremidades. E o cinto será do mesmo material: usarão fios de ouro, azul, púrpura e vermelho, de linho fino retorcido. 9/12 Toma duas pedras de sardónica e grava nelas os nomes das tribos de Israel. Seis nomes em cada uma, de forma a que todas as tribos fiquem aí mencionadas na ordem do nascimento dos seus patriarcas. Quando gravares estes nomes emprega a mesma técnica dos gravadores de pedra ao fazerem selos; as pedras serão engastadas em ouro. Liga­as às ombreiras do éfode como lembrança para os filhos de Israel: Arão levará os nomes destes para memória diante do Senhor. 13/14 Serão igualmente feitas duas cadeias de ouro puro, retorcido, ligadas a colchetes de ouro, sobre as ombreiras do éfode.

O peitoral

15/21 Seguidamente farás o peitoral que será usado para decisões; será obra de hábeis artífices. Usa, como sempre, fio de linho fino retorcido, em dourado, azul, púrpura e vermelho, tal como fizeste para o éfode. Este peitilho será de dois panos, unidos de forma a formarem uma bolsa. Prende­lhe quatro filas de pedras preciosas: na primeira um rubi, um topázio e um carbúnculo. Na segunda uma esmeralda, uma safira e um diamante. Na terceira um jacinto, uma ágata e uma ametista, e na última uma turquesa, uma sardónica e um jaspe — todas elas engastadas em ouro. Cada pedra representa uma das tribos de Israel cujo nome será gravado nela como um selo.

22/28 Prende a parte superior do peitilho ao éfode por meio de duas cadeias de ouro puro, entrançadas. Uma extremidade de cada cadeia está presa a um anel de ouro que estará em cada canto superior do peitoral, e a outra extremidade prender­se­á às ombreiras do éfode. Seguidamente faz mais dois anéis de ouro e põe­nos nas duas extremidades inferiores, da parte de dentro do peitoral; faz igualmente dois outros anéis de ouro e pô­los­ás na bainha inferior do éfode, junto ao cinto. Então prende a extremidade do peitoral aos anéis do éfode por meio de laços azuis. Isto evitará que o peitoral se separe do éfode. 29 Desta forma Arão levará os nomes das tribos de Israel sobre o peitoral, por sobre o seu coração, quando entrar no lugar santíssimo. Será um memorial contínuo na presença de Jeová. 30 Porás dentro da bolsa do peitoral o urim e o tumim para que Arão os leve sobre o seu coração quando vai apresentar­se perante o Senhor. Assim terá sempre sobre si o juízo de Deus, junto do seu coração, quando se apresentar a Jeová.

Outras vestes sacerdotais

31/35 Seguidamente farás o manto do éfode, em tecido azul, com uma abertura para deixar passar a cabeça. As bainhas desta abertura terão uma faixa tecida, tal como uma armadura de malha, para que não se rasgue. Nas suas bainhas estarão bordadas romãs azuis, púrpura e vermelhas, alternando com campainhas de ouro. Arão vestirá este manto sempre que estiver servindo o Senhor; as campainhas ouvir­se­ão quando ele entrar e sair da presença do Senhor, no lugar santo, e dessa forma não morrerá.

36 Também farás uma chapinha de ouro puro e nela gravarás: ‘Consagrado ao Senhor’. 37/38 Esta chapinha estará ligada à parte de frente do turbante de Arão por meio duma fita azul. Dessa forma Arão a trará na sua fronte, e levará a culpa no que diz respeito às ofertas do povo de Israel. Deverá sempre trazê­las quando for à presença do Senhor, de forma a que o povo seja aceite e perdoado.

39 Ele terá vestido também uma túnica feita de linho fino retorcido. Faz­lhe ainda um turbante deste mesmo linho, mais um cinto bordado. 40 Para os filhos de Arão, da mesma forma farás túnicas, cintos e turbantes, como sinal de honra e respeito. 41 Veste Arão e os seus filhos com estas peças, e consagra­os à sua santa actividade, ungindo­lhes as cabeças com azeite, santificando­os para serem sacerdotes ao meu serviço. 42/43 Faz­lhes também calções de linho, para que os usem junto ao corpo, cobrindo­os desde os rins até aos joelhos. Devem vestir isto, tanto Arão como os seus filhos, sempre que entrarem no tabernáculo, ou quando se chegarem ao altar, para ministrarem no santuário, para que não se tornem culpados e não morram. Isto é um estatuto perpétuo tanto para Arão como os seus descendentes.

A consagração dos sacerdotes

29 1/2 Será assim a cerimónia da consagração de Arão e dos seus filhos como sacerdotes: toma um novilho e dois carneiros sem defeito, assim como pão sem fermento e bolos de farinha também sem fermento, amassados com azeite, e bolachas feitas igualmente sem fermento, untadas de azeite. Empregarão para os três fina farinha de trigo. Põe o pão num cesto e trá­lo com o novilho e os dois carneiros até à entrada do tabernáculo.

4/7 Aí lavarás com água Arão e os seus filhos. Depois veste a túnica a Arão, mais o manto; põe­lhe o éfode e o peitilho com o cinto; coloca­lhe na cabeça o turbante com a chapinha de ouro. Depois pega no óleo de unção e verte­lho sobre a cabeça. 8/9 Seguidamente põe aos filhos as vestimentas, com os cintos entrelaçados, e coloca­lhes os turbantes na cabeça. A partir de então serão sacerdotes para sempre. Será desta forma que consagrarás Arão e os seus filhos.

10/12 Depois traz o novilho até ao tabernáculo. Arão e os seus filhos lhe porão as mãos em cima. A seguir matá­lo­ás perante o Senhor à entrada do tabernáculo. Põe do seu sangue sobre as pontas do altar com o teu dedo, e deita o resto na base do altar. 13/14 Depois toma a gordura que cobre as partes interiores, assim como a vesícula biliar e os dois rins com as gorduras, e queima tudo sobre o altar. Após isso pega no corpo, com a pele e com as fezes, e queima­os fora do acampamento, como um sacríficio pelo pecado.

15/18 A seguir Arão e os seus filhos deverão pôr as mãos sobre a cabeça de um dos carneiros enquanto é morto. Também o seu sangue deverá ser recolhido e posto nas pontas do altar. Parte o carneiro e lava­lhe as entranhas e as pernas. Coloca estas com a cabeça e as outras partes do corpo sobre o altar e queima tudo. É uma oferta queimada ao Senhor, e que lhe é muito agradável.

19/20 Seguidamente pega no outro carneiro, e ao ser morto Arão e os seus filhos deverão pôr­lhe as mãos em cima. Recolhe o sangue e põe um pouco sobre o lóbulo da orelha direita de Arão e dos filhos, assim como nos seus dedos polegares, tanto da mão direita como do pé direito. O resto do sangue salpica­o sobre o altar. 21 Após isso apanha um pouco do sangue que está sobre o altar, mistura­o com uma porção de óleo da unção e asperge­o sobre Arão e os seus filhos, assim como sobre a sua roupa. Dessa forma tanto eles como o vestuário serão santificados para o Senhor.

22/23 Depois pegarás em todas as partes do carneiro que têm gordura: a cauda, as entranhas, a vesícula, os dois rins, tal como a gordura que está à volta dessas partes, e ainda a coxa direita, porque este é o carneiro para a consagração de Arão e dos seus filhos; e mais ainda uma coroa de pão, um bolo de pão com azeite e uma bolacha, do cesto dos pães sem fermento que estiverem diante do Senhor.

24/27 Coloca tudo nas mãos de Arão e dos seus filhos, e fá­los­ás oferecerem isto com um gesto de apresentação ao Senhor. Seguidamente toma­os das suas mãos e queima­os sobre o altar como uma oferta de paz ao Senhor. Depois pega no peito do carneiro da consagração de Arão e oferece­o com o gesto de apresentação ao Senhor; e esta será a tua parte. Dá o peito e a coxa deste carneiro a Arão e aos seus filhos.

28 O povo de Israel deverá sempre contribuir com esta porção dos seus sacrifícios, sejam ofertas de pacificação ou de reconhecimento, como uma contribuição para o Senhor.

29 O vestuário sagrado de Arão será reservado para a consagração do seu filho que lhe suceder, e isto de descendência em descendência, para a cerimónia da unção. 30 Seja quem for o próximo sumo sacerdote depois de Arão, usará essas vestimentas durante sete dias antes de iniciar o seu ministério no tabernáculo e no lugar santo. 31/33 Toma o carneiro da consagração — o carneiro usado na cerimónia da investidura sagrada — e coze a sua carne no lugar sagrado. Arão e os seus filhos comerão a carne assim como o pão que está no cesto à porta do tabernáculo. Só eles poderão comer estes alimentos que foram usados na sua expiação na cerimónia da sua consagração. 34 O resto do povo não os comerá porque são coisas postas à parte, portanto santas. Se ficar até a manhã seguinte alguma carne ou algum pão da consagração, queima­o. Não deverá ser comido porque se trata de comida santa.

35/37 Esta é pois a forma como consagrarás Arão e os filhos para os seus ofícios. Esta cerimónia prolongar­se­á por sete dias. E em cada dia sacrificarás um novilho como sacrifício de expiação do pecado. Depois purificarás o altar, fazendo a expiação sobre ele; unge­o com óleo para que seja santificado. Durante esses sete dias, em cada dia farás expiação sobre o altar para o santificar. E assim se tornará santíssimo. Dessa forma tudo o que tocar nele será santo.

38/41 Em cada dia oferece sobre o altar dois cordeiros de um ano. Isto far­se­á perpetuamente. Um dos cordeiros será oferecido de manhã e o outro pela tarde. Com um deles oferecerás três litros de fina flor de farinha misturada com um litro de óleo de azeitonas esmagadas e mais ainda um litro de vinho como oferta. Quanto ao outro cordeiro, oferece­o de tarde com farinha e com a oferta de vinho tal como o da manhã. Será uma oferta queimada, de cheiro suave, para o Senhor.

42 Isto será uma oferta diária contínua à porta do tabernáculo, perante o Senhor, a fazer aí onde me encontrar contigo e onde falar contigo. 43/44 Aí também terei encontro com o povo de Israel, e o tabernáculo será santificado pela minha glória. Sim, santificarei o tabernáculo e o altar assim como Arão e os seus filhos, que são meus ministros, meus sacerdotes. 45/46 Viverei no meio do meu povo Israel e serei o seu Deus. Verão que eu sou o Senhor seu Deus que os tirou do Egipto para que possa viver entre eles. Eu, o Senhor, é que sou o seu Deus.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes