A A A A A
Bible Book List

1 Crônicas 7-10 O Livro (OL)

A descendência de Issacar

Os filhos de Issacar foram:

Tola, Puá, Jasube e Simrom.

Os filhos de Tola, cada um dos quais foi cabeça de um subclã, foram:

Uzi, Refaías, Jeriel, Jamai, Ibsam e Samuel. No tempo do rei David, o número de homens de guerra destas famílias foi de 22 600.

O filho de Uzi foi Izraías, entre cujos cinco filhos se contam Micael, Obadias, Joel e Issias, todos eles chefes de subclãs. Entre os seus descendentes, no tempo do rei David, contavam-se 36 000 soldados. Os cinco acima referidos tiveram várias mulheres e muitos filhos.

O número total dos homens aptos para o combate, de todos os clãs da tribo de Issacar, foi de 87 000 valentes soldados, todos incluídos nas genealogias oficiais.

A descendência de Benjamim

Os filhos de Benjamim foram:

Bela, Bequer e Jediael.

Os filhos de Bela foram:

Ezbom, Uzi, Uziel, Jerimote e Iri. Estes cinco valentes guerreiros foram chefes de subclãs e líderes de 22 034 soldados, todos com o seu nome nas genealogias oficiais.

Os filhos de Bequer foram:

Zemira, Joás, Eliezer, Elioenai, Omri, Jeremote, Abias, Anatote e Alemete. No tempo de David havia 20 200 poderosos guerreiros entre os seus descendentes, que eram conduzidos pelos chefes do clã.

10 O filho de Jediael foi Bilã.

Os filhos de Bilã foram: Jeús, Benjamim, Eude, Quenaana, Zetã, Társis e Aisaar. 11 Foram chefes dos subclãs de Jediael e os seus descendentes incluíam 17 200 guerreiros no tempo de David.

12 Os filhos de Ir foram Supim e Hupim. Husim foi um dos filho de Aer.

A descendência de Naftali

13 Os filhos de Naftali, descendentes de Bila, mulher de Jacob, foram:

Jaziel, Guni, Jezer e Salum.

A descendência de Manassés

14 Os filhos de Manassés, que lhe deu a sua concubina aramaica, foram:

Asriel e Maquir, que se tornou pai de Gileade. 15 Foi Maquir que encontrou mulheres para Hupim e para Supim. A irmã de Maquir chamava-se Maacá. Outro dos seus descendentes foi Zelofeade, que só teve filhas. 16 A mulher de Maquir, também chamada Maacá, deu-lhe um filho a quem chamou Peres. O nome do seu irmão foi Seres e teve como filhos Ulão e Raquem.

17 O filho de Ulão foi Bedan. Estes foram os filhos de Gileade, netos de Maquir e bisnetos de Manassés.

18 Hamolequete, irmã de Maquir, deu à luz Isode, Abiezer e Mala.

19 Os filhos de Semida foram:

Aião, Siquem, Liqui e Anião.

A descendência de Efraim

20 Os descendentes diretos de Efraim foram:

Sutela, Berede, Taate, Eleadá, Taate, 21 Zabade, Sutela, Ezer e Eleade.

Eleade e Ezer tentaram roubar gado em Gate, mas foram mortos pelos proprietários locais. 22 O pai deles, Efraim, chorou-os durante muito tempo e os irmãos procuraram consolá-lo. 23 Depois disso, a sua mulher ficou grávida e deu à luz um filho a quem chamou Beria, que quer dizer tragédia, por causa do que acontecera. 24 A filha de Efraim chamava-se Seerá. Foi ela quem construiu Bete-Horom de Cima, Bete-Horom de Baixo e também Uzem-Seerá.

25 Esta é a linha de descendentes de Efraim:

Refá, pai de Resefe, pai de Telá, pai de Taã,

26 pai de Ladã, pai de Amiude, pai de Elisama, 27 pai de Num, pai de Josué.

28 Viveram numa área delimitada dum lado por Betel e pelas aldeias ao redor, a oriente por Naarã, a ocidente por Gezer e suas aldeias e, finalmente, por Siquem e as suas aldeias, até Aiá com as suas aldeias. 29 A tribo de Manassés, filho de José e neto de Israel, controlou as seguintes cidades com as suas aldeias em redor: Bete-Seã, Taanaque, Megido e Dor.

A descendência de Aser

30 Os filhos de Aser foram: Imna, Isva, Isvi, Beria e Sera, irmã deles.

31 Os filhos de Beria foram:

Heber, Malquiel, pai de Birzavite.

32 Os filhos de Heber foram: Jaflete, Somer, Hotão e Suá, irmã deles.

33 Os filhos de Jaflete foram:

Pasaque, Bimal e Asvate.

34 Os filhos de Semer foram:

Aí, Rogá, Jeubá e Aram.

35 Os filhos do seu irmão Helém foram:

Zofá, Imna, Seles e Amal.

36 Os filhos de Zofá foram:

Suá, Harnefer, Shual, Beri, Imra, 37 Bezer, Hode, Samá, Silsa, Itrã, Beera.

38 Os filhos de Jeter foram:

Jefoné, Pispa e Ara.

39 Os filhos de Ula foram:

Ará, Haniel e Rizia.

40 Estes descendentes de Aser foram cabeças de subclãs; foram hábeis combatentes e chefes. Os seus descendentes, na genealogia oficial, eram 26 000 homens de combate.

Os descendentes de Benjamim

(9.34-44)

Os filhos de Benjamim foram, de acordo com a ordem de nascimento:

Bela, o primeiro;

Asbel, o segundo; Aará, o terceiro;

Noá, o quarto; Rafa, o quinto.

Os filhos de Bela foram:

Adar, Gera, Abiude, Abisua, Naamã, Aoá, Gera, Sefufã e Hurão.

Os filhos de Eude, chefes dos subclãs que viviam em Geba, foram feitos prisioneiros de guerra e exilados para Manaate.

Eram eles: Naamã, Aías e Gera, também chamado Heglã, o pai de Uzá e de Aiude.

Saaraim divorciou-se das suas mulheres Husim e Baara. Teve filhos na terra de Moabe, de Hodes, a sua outra mulher: Jobabe, Zibia, Mesa, Malcã, 10 Jeuz, Saquia e Mirma. Todos estes filhos se tornaram cabeças de subclãs. 11 A sua mulher Husim deu-lhe Abitube e Elpaal.

12 Os filhos de Elpaal foram:

Eber, Misã, Semede, o qual construiu Ono e Lode, assim como as localidades ao redor. 13 Os seus outros filhos foram Beria e Sema, chefes de subclãs, que viveram em Aijalom; estes expulsaram os habitantes de Gate.

14 Os filhos de Elpaal incluíam também os seguintes nomes: Aiô, Sasaque, Jeremote. 15 Os filhos de Beria foram: Zebadias, Arade, Eder, 16 Micael, Ispa e Joá.

17 Entre os filhos de Elpaal incluíam-se igualmente: Zebadias, Mesulão, Hizqui, Heber, 18 Ismerai, Izlia e Jobabe.

19-21 Os filhos de Simei foram: Jaquim Zicri, Zabdi, Elienai, Ziletai, Eliel, Adaías, Beraia e Simrate.

22 Os filhos de Sasaque foram: Ispã, Eber, Eliel, 23 Abdom, Zicri, Hanã, 24 Hananias, Elão, Antotia, 25 Ifdeia e Penuel.

26-27 Os filhos de Jeroão foram: Samserai, Searia, Atalia, Jaaresia, Elias e Zicri.

28 Estes foram os chefes dos subclãs que viviam em Jerusalém.

29 Jeiel, o pai de Gibeão, vivia em Gibeão, e o nome de sua mulher foi Maacá. 30 O seu filho mais velho chamava-se Abdom e foi seguido por: Zur, Cis, Baal, Nadabe, 31 Gedor, Aiô, Zequer, 32 e Miclote, o qual foi pai de Simeá. Todas estas famílias viviam juntas, perto de Jerusalém.

33 Ner foi pai de Cis e Cis foi pai de Saul. Entre os filhos de Saul incluíam-se: Jónatas, Malquisua, Abinadabe e Esbaal.

34 O filho de Jónatas foi Mefibosete. O filho de Mefibosete foi Mica.

35 Os filhos de Mica foram:

Pitom, Meleque, Tarea e Acaz.

36 Acaz foi pai de Jeoada. Jeoada foi pai de: Alemete, Azmavete e Zimri. O filho de Zimri foi Moza. 37 Moza foi pai de Binea, cujos filhos foram: Rafa, Elasá e Azel.

38 Azel teve seis filhos:

Azricão, Boqueru, Ismael, Searias, Obadias e Hanã.

39 Eseque, irmão de Azel, teve três filhos:

Ulão, o primeiro; Jeús, o segundo; e Elifelete, o terceiro. 40 Os filhos de Ulão foram valentes guerreiros e exímios atiradores de arco.

Estes homens tiveram 150 filhos e netos e eram todos da tribo de Benjamim.

A árvore genealógica de cada pessoa em Israel foi cuidadosamente verificada e escrita no Livro dos Reis de Israel. Judá foi exilado para a Babilónia, porque o povo prestou culto a ídolos.

O povo de Jerusalém

(Ne 11.3-19)

Os primeiros a regressar e a viver novamente nas suas antigas povoações foram as famílias do reino de Israel e também os sacerdotes, os levitas e os ajudantes do templo.

Depois algumas famílias das tribos de Judá, Benjamim, Efraim e Manassés voltaram a Jerusalém.

Uma delas foi a de Utai, filho de Amiude, neto de Omri, bisneto de Imri e trineto de Bani, do clã de Perez, filho de Judá.

A família dos silonitas foi outra dessas famílias, e incluía Asaías, o filho mais velho de Silo e os seus descendentes.

Havia também os filhos de Zera, incluindo Jeuel e seus parentes: 690 ao todo.

Entre os membros da tribo de Benjamim que regressaram contaram-se:

Salu, o filho de Mesulão, neto de Hodavias e bisneto de Hassenua;

Ibneias, filho de Jeroão;

Elá, filho de Uzi, neto de Micri;

Mesulão, filho de Sefatias, neto de Reuel e bisneto de Ibnijas.

Todos estes eram chefes de subclãs. O total dos benjamitas eram 956 homens.

10 Os sacerdotes que regressaram foram:

Jedaías, Jeoiaribe, Jaquim,

11 Azarias, filho de Hilquias, neto de Mesulão, bisneto de Zadoque, trineto de Meraiote e descendente de Aitube. Era ele o guarda-mor do templo.

12 Outro sacerdote a regressar foi Adaías, filho de Jeroão, neto de Pasur, bisneto de Malquias. Outro ainda foi Maasai filho de Adiel, neto de Jazerá, bisneto de Mesulão, trineto de Mesilemite e descendente de Imer.

13 Foram ao todo 1760 sacerdotes a regressar.

14 Entre os levitas que regressaram estava:

Semaías, filho de Hassube, neto de Azricão, bisneto de Hasabias, descendente de Merari.

15 Outros levitas a regressar foram: Baquebacar, Heres, Galal, Matanias, filho de Mica, neto de Zicri, bisneto de Asafe;

16 Obadias, filho de Semaías, neto de Galal, bisneto de Jedutun;

Berequias, filho de Asa, neto de Elcana, que vivia na área dos netofatitas.

17 Os porteiros foram:

Salum, o chefe, Acube, Talmom e Aimã, todos levitas. 18 Ainda hoje são responsáveis pela porta oriental, o portão do palácio.

19 A ascendência de Salum passava por Core, Ebiasafe e Coré. Tanto ele como os seus parentes mais próximos, os coraítas, tinham a seu cargo os sacrifícios e a proteção do santuário, tal como os seus antepassados, administrando e guardando o tabernáculo.

20 Fineias, filho de Eleazar, foi o primeiro responsável por este sector nos tempos antigos. O Senhor estava com ele.

21 Zacarias, filho de Meselemias, era o responsável pela proteção da entrada da tenda do encontro.

22 Nesse tempo, havia 212 porteiros, escolhidos nas suas povoações, de acordo com as suas genealogias, e nomeados por Samuel e por David, conforme a confiança que mereciam.

23 Tanto eles como os seus descendentes ficaram encarregados do tabernáculo do Senhor. 24 Foram-lhes atribuídos cada um dos quatro lados; este, oeste, norte e sul. 25 Os seus parentes das povoações serviam com eles, de tempos a tempos, durante um período de sete dias. 26 Os quatro chefes dos porteiros, todos levitas, exerciam um ofício de confiança, pois tinham à sua responsabilidade as dependências e os tesouros do tabernáculo de Deus. 27 Por causa disso, viviam perto do tabernáculo e todas as manhãs tinham de abrir os portões.

28 Alguns deles foram designados para cuidar dos recipientes usados nos sacrifícios e nos atos de adoração. Cada vez que eram utilizados, antes e depois, tinham de contá-los, para evitar qualquer perda. 29 Outros eram responsáveis pelo mobiliário, pelas peças do santuário e pelo fornecimento de farinha fina, vinho, incenso e especiarias. 30 Alguns sacerdotes tinham como função preparar as especiarias e o incenso. 31 Matitias, levita, o filho mais velho de Salum, o coraíta, foi responsabilizado pela confeção dos bolos para as ofertas de cereais. 32 Alguns dos membros do clã de Coate deviam preparar o pão especial de cada sábado.

33-34 Todos os cantores eram proeminentes levitas e viviam no próprio templo. Estavam isentos de outras responsabilidades, tendo sido selecionados pelas suas genealogias.

A genealogia de Saul

(8.29-38)

35 Jeiel, o pai de Gibeão, vivia em Gibeão;

o nome de sua mulher era Maacá. 36 O seu filho mais velho chamava-se Abdom; seguiram-se: Zur, Cis, Baal, Ner, Nadabe, 37 Gedor, Aiô, Zacarias e Miclote. 38 Este último, Miclote, vivia com o seu filho Simeão em Jerusalém, perto dos seus familiares.

39 Ner foi pai de Cis e Cis foi pai de Saul. Entre os filhos de Saul incluíam-se: Jónatas, Malquisua, Abinadabe e Esbaal.

40 O filho de Jónatas foi:

Mefibosete. O filho de Mefibosete foi Mica.

41 Os filhos de Mica foram:

Pitom, Meleque, Tarea e Acaz.

42 Acaz foi pai de Jaera, que foi pai de Alemete, Azmavete e Zimri. O filho de Zimri foi Moza. 43 Moza foi pai de Binea, cujos filhos foram: Refaías, Elasá e Azel.

44 Azel teve seis filhos:

Azricão, Boqueru, Ismael, Searias, Obadias e Hanã.

Saul suicida-se

(1 Sm 31.1-13)

10 Os filisteus atacaram e derrotaram as tropas israelitas, as quais fugiram, tendo sido liquidadas no sopé do monte Gilboa. Os filisteus foram atrás de Saul e dos seus três filhos e mataram Jónatas, Abinadabe e Malquisua. A luta cresceu depois com violência em volta de Saul e os frecheiros conseguiram feri-lo.

Então ele gritou ao seu escudeiro: “Desembainha a tua espada e atravessa-me com ela, antes que esta gente incircuncisa me mate, gabando-se ainda do que fizeram.” Mas o homem teve medo de fazer tal coisa. Por isso, Saul pegou na sua própria espada e atirou-se sobre ela. Nessa altura, o escudeiro, vendo que Saul estava morto, matou-se da mesma forma. Foi assim que Saul e os seus três filhos morreram juntos; toda a família foi liquidada.

Quando os israelitas no vale souberam que as suas tropas tinham sido derrotadas e que Saul e os seus filhos tinham morrido, abandonaram as cidades e fugiram. Os filisteus ocuparam-nas e passaram a viver nelas.

No dia seguinte, quando os filisteus vieram para despojar os mortos, encontraram os corpos de Saul e dos filhos no monte Gilboa. Cortaram a cabeça a Saul, tiraram-lhe as armas e anunciaram-no aos seus deuses e ao seu povo por toda a terra. 10 Penduraram as armas nas paredes do templo dos seus deuses e pregaram a cabeça num muro do templo de Dagom.

11 Quando o povo de Jabes-Gileade ouviu o que os filisteus tinham feito ao corpo de Saul, 12 os seus guerreiros, os mais valentes, voltaram ao campo de batalha e trouxeram o corpo de Saul e dos seus três filhos. Enterraram-no sob um carvalho em Jabes, jejuando depois por sete dias.

13 Saul morreu por causa da sua desobediência ao Senhor e por ter consultado uma médium. 14 Não buscou o Senhor para que o guiasse. Por isso, o Senhor o matou e deu o reino a David, o filho de Jessé.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes