A A A A A
Bible Book List

1 Crônicas 28-29 O Livro (OL)

Os planos para a construção do templo

28 David convocou todos os responsáveis do reino para Jerusalém: os líderes políticos, os comandantes das doze divisões e os outros oficiais do exército, os superintendentes sobre a sua casa e propriedades, e todos os que estavam investidos de autoridade.

Levantou-se, na frente deles, e dirigiu-lhes estas palavras: “Meus irmãos e meu povo! Era meu desejo construir um templo onde a arca da aliança do Senhor pudesse repousar, um lugar onde o nosso Deus estivesse. Armazenei todo o material necessário para essa construção. Contudo, Deus disse-me: ‘Não serás tu quem construirá o meu templo, porque és um guerreiro e fizeste derramar muito sangue.’

No entanto, o Senhor, o Deus de Israel, escolheu-me a mim, de entre todos os membros da família do meu pai, para dar início à dinastia que regerá Israel para sempre. Ele escolheu a tribo de Judá e de entre as famílias de Judá, a família do meu pai. Entre os seus filhos, o Senhor agradou-se de mim e fez-me rei sobre Israel. De entre os meus filhos, e o Senhor deu-me muitos filhos, escolheu Salomão para me suceder no trono do reino de Israel, em nome do Senhor. Disse-me: ‘O teu filho Salomão construirá o meu templo; pois escolhi-o e serei para ele um Pai, e ele será meu filho. Se ele continuar a obedecer aos meus mandamentos e às minhas instruções, como até aqui, farei que o seu reino dure para sempre.’

Aqui, na presença de todos os israelitas, o povo do Senhor, ordeno que guardem cada um dos mandamentos do Senhor, vosso Deus, de forma a poderem continuar a reger esta boa terra e deixá-la aos vossos filhos, para que a governem para sempre.

E tu, Salomão, meu filho, entrega-te ao conhecimento do Deus dos teus antepassados. Adora-o e serve-o com um coração reto e uma mente predisposta, pois o Senhor conhece cada coração e todos os nossos pensamentos. Se o buscares, encontrá-lo-ás; mas se o deixares, ele rejeitar-te-á para sempre. 10 Portanto, presta atenção, porque o Senhor te escolheu para construíres o seu santo templo. Esforça-te e faz o que ele te ordena.”

11 Então David deu a Salomão a planta do templo, com as suas dependências, as salas para guardar os tesouros, os quartos nos andares superiores, os quartos interiores e do lugar do propiciatório. 12 Deu também a Salomão os planos para o pátio exterior e para os compartimentos exteriores, para as áreas de armazenamento, as salas para guardar os tesouros de dons consagrados. Foi o Espírito de Deus quem indicou tudo a David. 13 O rei passou então para as mãos de Salomão todas as instruções referentes aos ofícios dos vários grupos de sacerdotes e levitas; deu-lhe instruções específicas em relação a cada objeto a ser usado no templo, nos atos de culto e nos sacrifícios.

14 David tinha pesado ouro e prata suficientes para mandar fazer cada um desses objetos, assim como a quantidade de ouro necessária para os castiçais e lâmpadas. 15 Pesou também a prata para os candelabros e lâmpadas em prata, conforme o uso de cada um. 16 Pesou o ouro para a mesa onde seria colocado o pão de presença e para as outras mesas de ouro; fez o mesmo com a prata para as mesas de prata. 17 Pesou igualmente o ouro puro para os garfos usados para pegar a carne dos sacrifícios, e também para as bacias, taças e tigelas de ouro e prata. 18 Finalmente, pesou o ouro refinado para o altar de incenso e para os querubins de ouro, cujas asas abriam sobre a arca da aliança do Senhor.

19 “Todos estes planos”, disse David a Salomão, “foram-me dados por escrito pela mão do Senhor.”

20 Depois continuou: “Esforça-te, tem coragem e lança mãos à obra. Não te deixes atemorizar pela grandeza da tarefa, porque o Senhor, meu Deus, está contigo; não te abandonará. Ele próprio velará para que tudo se concretize. 21 Estão aí indicados os vários grupos de sacerdotes e levitas que servirão no templo. Poderá haver outros com competências variadas que servirão como voluntários. Além disso, tens o exército e a nação inteira sob as tuas ordens.”

As ofertas para a construção do templo

29 David voltou-se depois para toda a assembleia: “O meu filho Salomão, que Deus escolheu para ser o próximo rei de Israel, ainda é novo e inexperiente e a tarefa que está à sua frente é enorme, porque o templo que terá de construir não é uma edificação qualquer; é algo a ser dedicado ao Senhor Deus! Usando todos os recursos que estavam à minha disposição, juntei tudo o que me foi possível para essa construção: ouro, prata, bronze, ferro, madeira, grandes quantidades de ónix e outras pedras preciosas, joias e mármore. Visto que amo a casa do meu Deus, do meu tesouro pessoal dediquei também muita coisa para essa obra, além dos materiais de construção que estão armazenados. Essas contribuições pessoais consistem em 100 000 quilos de ouro de Ofir e 235 toneladas de prata pura, para ser usada na cobertura das paredes do edifício. Este ouro e prata também serão utilizados no fabrico de utensílios e nas decorações. Quem quer agora seguir o meu exemplo? Quem quer consagrar-se a si próprio e tudo o que tem ao Senhor?”

Então os chefes dos clãs, os cabeças das tribos, os oficiais do exército, os responsáveis da administração da casa real ofereceram voluntariamente um total de 170 toneladas, mais 84 quilos de ouro, 340 toneladas de prata, 610 toneladas de bronze e 3400 toneladas de ferro. Também ofereceram grande quantidade de joalharia, que foi depositada no tesouro do templo, à guarda de Jeiel, descendente de Gerson. Toda a gente estava feliz com esta oportunidade de serviço, pois deram de coração ao Senhor. O rei David ficou profundamente comovido de alegria.

David louva o Senhor

10 Ainda na presença de toda a assembleia, David expressou os seus louvores ao Senhor desta maneira:

Senhor, Deus do nosso pai Israel,
que o teu nome seja louvado sempre e sempre!
11 Teu é o poder e a glória e a majestade e a vitória.
Tudo o que há nos céus e na Terra te pertence,
ó Senhor, e este reino é teu.
Adoramos-te porque tudo está sob o teu controlo.
12 Riquezas e honra vêm apenas por ti;
tu és o juiz de toda a humanidade.
Teu é o poder e a força.
É por tua vontade que os homens se tornam grandes
e recebem força.
13 Ó nosso Deus, nós te louvamos
e celebramos o teu nome glorioso!

14 Quem sou eu e quem é o meu povo para te oferecermos tais coisas? Tudo o que temos vem de ti; nós apenas te damos aquilo que vem de ti! 15 Nós vivemos aqui na Terra apenas por um curto espaço de tempo, como estrangeiros numa terra que era dos nossos pais. Os nossos dias na Terra são como uma sombra que passa rapidamente, sem deixar vestígios. 16 Ó Senhor, nosso Deus, todos estes materiais que juntámos para construir um templo para o teu santo nome te pertencem! 17 Eu sei, Deus meu, que provas os homens para veres se são retos, porque te agradas de homens sinceros. Sabes que fiz tudo isto com as mais puras intenções e que velei para que o povo oferecesse os seus donativos voluntariamente e com alegria. 18 Senhor, Deus dos nossos pais Abraão, Isaque e Israel, faz com que o teu povo queira sempre obedecer-te e que o seu amor por ti nunca se altere! 19 Dá ao meu filho Salomão um coração reto para contigo, para que queira obedecer às tuas leis, mandamentos e preceitos, e procure empenhadamente finalizar a construção do teu templo para o qual fiz estes preparativos.”

20 Depois David disse a todo o povo: “Deem louvores ao Senhor, vosso Deus!” E todos louvaram o Senhor, Deus dos seus antepassados, inclinando-se diante do Senhor e do rei.

Salomão reconhecido como rei

21 No dia seguinte trouxeram 1000 novilhos, 1000 carneiros e 1000 cordeiros e ofereceram-nos em holocausto ao Senhor. Também apresentaram ofertas de vinho e muitos outros sacrifícios em favor de todo o Israel. 22 Seguidamente, comeram e beberam perante o Senhor, com grande alegria.

Novamente consagraram Salomão, o filho do rei David, como seu rei. Ungiram-no perante o Senhor como seu chefe e Zadoque como seu sacerdote. 23 Desta forma, Salomão sucedeu ao seu pai David no trono do Senhor; prosperou grandemente e todo o Israel lhe obedeceu. 24 Os líderes nacionais, os comandantes do exército e todos os seus irmãos submeteram-se ao rei Salomão.

25 O Senhor deu-lhe grande popularidade junto de todo o povo de Israel. Conseguiu angariar mais riquezas e honra do que qualquer outro rei que reinou anteriormente em Israel.

A morte de David

(1 Rs 2.10-12)

26 David, filho de Jessé, reinou em Israel 27 durante 40 anos; 7 anos em Hebrom e 33 anos em Jerusalém. 28 Morreu numa idade avançada, rico e honrado. O seu filho Salomão reinou em seu lugar.

29 A história do rei David foi escrita nas crónicas do profeta Samuel, na história escrita pelo profeta Natã e na história do vidente Gad. 30 Estas narrativas dizem respeito ao seu reino, ao seu poder e a tudo o que lhe aconteceu, a si e a Israel, assim como aos reis dos povos vizinhos.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

2 Crônicas 1 O Livro (OL)

Salomão pede sabedoria

(1 Rs 3.1-15)

Salomão, filho do rei David, era agora o incontestado governante de Israel, porque o Senhor, seu Deus, era com ele e fez dele um poderoso rei.

2-3 Salomão decidiu convocar todos os oficiais do exército e os juízes para Gibeão; também chamou todos os chefes políticos e religiosos de Israel. Levou-os ao cimo da colina, até à tenda do encontro, construída por Moisés, o homem ao serviço do Senhor, no tempo em que tinham andado pelo deserto. O rei David tinha levado a arca de Deus para Jerusalém, onde a colocou numa tenda levantada no lugar que tinha preparado, quando a mandou vir de Quiriate-Jearim. Também o altar de bronze, feito por Bezalel, filho de Uri e neto de Hur, ainda ali se encontrava defronte do velho tabernáculo. Salomão e aqueles que ele convocara reuniram-se diante dele, enquanto foram sacrificados 1000 holocaustos como oferta ao Senhor.

Nessa noite, Deus apareceu a Salomão e disse-lhe: “Pede-me o que quiseres e dar-te-ei!”

Salomão respondeu: “Ó Deus, tu foste extremamente bondoso para com o meu pai, David, e agora deste-me o reino. Só pretendo, ó Senhor Deus, que as tuas promessas se confirmem! A tua palavra, dirigida a meu pai, David, concretizou-se e fizeste-me rei sobre um povo tão numeroso como o pó da terra! 10 Dá-me agora sabedoria e conhecimento para conduzi-lo com competência. Pois quem seria capaz de governar uma tão grande nação como esta?”

11 Deus respondeu-lhe: “Sendo que o teu maior desejo é seres capaz de servir este povo e que não pretendeste nem riquezas nem honras pessoais, nem pediste que amaldiçoasse os teus inimigos, nem tão-pouco que te desse uma longa vida, mas sabedoria e conhecimento para guiar o meu povo, 12 concedo-te o que me pediste, e ainda te darei tantas riquezas, prosperidade e honras como nenhum outro rei antes ou depois de ti! Não haverá depois de ti outro semelhante em toda a Terra!”

13 Salomão deixou a tenda do encontro, desceu a colina e voltou para Jerusalém, para iniciar o seu mandato real sobre Israel.

O esplendor de Salomão

(1 Rs 10.26-29; 2 Cr 9.25-28)

14 Organizou uma enorme força militar com 1400 carros de combate e recrutou 12 000 cavaleiros, para formarem uma guarda de proteção às cidades onde ficaram depositados os carros, ainda que alguns tivessem ficado em Jerusalém, sob o controlo direto do rei. 15 Naqueles dias, o rei tornou a prata e o ouro tão abundantes como as pedras em Jerusalém; o cedro também não tinha muito mais valor do que a madeira de uma simples figueira brava de planície. 16 Salomão enviou ao Egito especialistas no comércio de cavalos para comprarem manadas inteiras a preços especiais. 17 Por esse tempo, os carros egípcios eram vendidos por 7 quilos de prata e os cavalos por cerca de 1,7 quilos de prata, e entregues em Jerusalém. Muitos eram posteriormente vendidos a reis hititas e arameus.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes