A A A A A
Bible Book List

Salmos 107 O Livro (OL)

Quinto Livro (Salmos 107-150)

107 Dêem graças ao Senhor
porque ele é bom,
porque a sua bondade dura para sempre.
2/3 Que aqueles a quem o Senhor salvou
    contem isso a toda a gente!
Digam como Deus os salvou dos seus inimigos;
    como os tornou a trazer dos quatro cantos da terra,
    onde se encontravam exilados!

Andaram desgarrados pelo deserto, isolados,
    sem um lar onde pudessem descansar.
Andaram famintos, sedentos, desfalecendo.
Mas clamaram ao Senhor na sua tribulação
e ele os livrou das suas angústias.
Levou-os por fim, com segurança,
    a um lugar seguro onde habitaram.
Louvem o Senhor pela sua bondade,
e pelas suas maravilhas para com os homens!
Porque satisfez plenamente a alma que tinha sede,
encheu de bens a que tinha fome.

10 Quem são esses que estão sentados nas trevas,
    nas sombras de morte,
    esmagados pela miséria
    e pela opressão, pela escravidão?
11 Rebelaram-se contra o Senhor,
    desprezando aquele que é Deus
    acima de tudo o que existe.
12 E foi por isso que ele os abateu com dificuldades;
caíram e ninguém houve que pudesse ajudá-los
    a erguerem-se de novo!
13 Mas clamaram ao Senhor na sua tribulação,
e ele os livrou das suas angústias.
14 Tirou-os daquelas trevas em que estavam,
    daquelas sombras da morte,
e quebrou-lhes as cadeias que os amarravam!
15 Louvem o Senhor pela sua bondade,
e pelas suas maravilhas para com os homens.

16 Derrubou-lhes os pesados portões de ferro das suas prisões;
fez em pedaços as pesadas correntes que os amarravam.
17 Outros houve que foram afligidos
    por causa das suas muitas transgressões,
    por causa da sua própria loucura,
    que os levou por caminhos de maldade.
18 Depois, à força de tanto sofrerem,
    chegaram a definhar,
    que nem sequer a comida lhes apetecia,
    ficando às portas da morte.
19 Mas clamaram ao Senhor na sua tribulação,
e ele os livrou das suas angústias.
20 Lembrou-lhes a sua palavra,
e as suas fraquezas foram saradas;
livrou-os da destruição!
21 Louvem o Senhor pela sua bondade,
e pelas suas maravilhas para com os homens.
22 Que lhe digam: Louvamos-te, Senhor,
e que anunciem a toda a gente as suas maravilhosas obras.

23/24 E há ainda os navegantes, os marinheiros,
que atravessam de lés a lés todos esses mares,
cruzando as rotas do mundo;
esses também, lá no mar alto,
    podem ver coisas maravilhosas que Deus fez.
25 Pois, à sua ordem, se podem levantar ventos tempestuosos
    que fazem erguer vagas imensas,
26 as que elevam pesados navios nas suas cristas,
    e os mergulham novamente no profundo abismo;
27 a ponto da própria gente do mar se encolher de terror,
    cambaliando, vacilando como bêbedos,
    perdendo mesmo o controlo de si mesmos.
28 Mas clamaram ao Senhor na sua tribulação,
e ele os livrou das suas angústias.
29 Faz acabar a tormenta, acalma as vagas.
30 E volta de novo a alegria, com essa bonança.
Assim Deus os leva até ao porto desejado!
31 Louvem o Senhor pela sua bondade,
e pelas suas maravilhas para com os homens.
32 E como deveriam dar toda a honra a Deus,
publicamente, e perante os anciãos conselheiros.

33 Deus seca os rios,
    e transforma-os em desertos.
34 Uma boa terra, num deserto de sal,
    por causa da maldade dos que nela habitavam.
35 Mas por outro lado converte os desertos
    em terra fértil, cheia de água!
36/37 Ele traz gente faminta para ali habitar
    e construir as suas cidades;
    semeando, plantanto,
    comendo de tudo o que ela produzir.

38 É assim que Deus os abençoa,
    e os ajuda a constituírem grandes famílias,
    fazendo multiplicar o seu gado!

39 Mas vemos também que há outros que ficam pobres,
    e em vez de progredirem,
definham, abatidos pela opressão, pelas aflições, pela tristeza.
40 Porque Deus lança desprezo e vergonha sobre os orgulhosos,
e faz que os seus governantes acabem por vaguear
    entre as ruínas daquilo que possuíram.
41 Contudo os desfavorecidos, a esses Deus os salva da opressão
e os põe sob o seu abrigo seguro,
os ajuda a multiplicarem-se.
42 Estas coisas alegram as pessoas que são rectas,
enquanto os maus ficam mudos, sem palavras.

43 A verdadeira sabedoria
    consiste em prestar atenção a estas coisas,
    em reflectir sobre a grande bondade do Senhor!

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Salmos 107 Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

A bondade de Deus em proteger os viajantes, os encarcerados, os doentes, os que navegam e, em geral, todos os homens

107 Louvai ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua benignidade é para sempre. Digam-no os remidos do Senhor, os que remiu da mão do inimigo e os que congregou das terras do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul.

Andaram desgarrados pelo deserto, por caminhos solitários; não acharam cidade que habitassem. Famintos e sedentos, a sua alma neles desfalecia. E clamaram ao Senhor na sua angústia, e ele os livrou das suas necessidades. E os levou por caminho direito, para irem à cidade que deviam habitar. Louvem ao Senhor pela sua bondade e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens! Pois fartou a alma sedenta e encheu de bens a alma faminta, 10 tal como a que se assenta nas trevas e sombra da morte, presa em aflição e em ferro. 11 Como se rebelaram contra as palavras de Deus e desprezaram o conselho do Altíssimo, 12 eis que lhes abateu o coração com trabalho; tropeçaram, e não houve quem os ajudasse. 13 Então, clamaram ao Senhor na sua angústia, e ele os livrou das suas necessidades. 14 Tirou-os das trevas e sombra da morte e quebrou as suas prisões. 15 Louvem ao Senhor pela sua bondade e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens! 16 Pois quebrou as portas de bronze e despedaçou os ferrolhos de ferro.

17 Os loucos, por causa do seu caminho de transgressão e por causa das suas iniquidades, são afligidos. 18 A sua alma aborreceu toda comida, e chegaram até às portas da morte. 19 Então, clamaram ao Senhor na sua angústia, e ele os livrou das suas necessidades. 20 Enviou a sua palavra, e os sarou, e os livrou da sua destruição. 21 Louvem ao Senhor pela sua bondade e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens! 22 E ofereçam sacrifícios de louvor e relatem as suas obras com regozijo!

23 Os que descem ao mar em navios, mercando nas grandes águas, 24 esses veem as obras do Senhor e as suas maravilhas no profundo. 25 Pois ele manda, e se levanta o vento tempestuoso, que eleva as suas ondas. 26 Sobem aos céus, descem aos abismos, e a sua alma se derrete em angústias. 27 Andam e cambaleiam como ébrios, e esvai-se-lhes toda a sua sabedoria. 28 Então, clamam ao Senhor na sua tribulação, e ele os livra das suas angústias. 29 Faz cessar a tormenta, e acalmam-se as ondas. 30 Então, se alegram com a bonança; e ele, assim, os leva ao porto desejado. 31 Louvem ao Senhor pela sua bondade e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens! 32 Exaltem-no na congregação do povo e glorifiquem-no na assembleia dos anciãos!

33 Ele converte rios em desertos; nascentes, em terra sedenta; 34 a terra frutífera, em terreno salgado, pela maldade dos que nela habitam. 35 Converte o deserto em lagos e a terra seca, em nascentes. 36 E faz habitar ali os famintos, que edificam cidade para sua residência, 37 e semeiam campos, e plantam vinhas, que produzem fruto abundante. 38 E ele os abençoa, de modo que se multiplicam muito; e o seu gado não diminui. 39 Mas outra vez decrescem e são abatidos, pela opressão, aflição e tristeza. 40 Derrama o desprezo sobre os príncipes e os faz andar desgarrados pelo deserto, onde não há caminho. 41 Mas ele levanta da opressão o necessitado, para um alto retiro, e multiplica as famílias como rebanhos. 42 Os retos veem isto e alegram-se, mas todos os iníquos fecham a boca.

43 Quem é sábio observe estas coisas e considere atentamente as benignidades do Senhor.

Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Copyright 2009 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados / All rights reserved.

Viewing of
Cross references
Footnotes