A A A A A
Bible Book List

Provérbios 21O Livro (OL)

21 Assim como a água pode ser canalizada para onde for preciso, assim o Senhor pode dirigir segundo a sua vontade os pensamentos de quem governa.

O que uma pessoa faz parece-lhe bem feito, mas só Deus sabe avaliar correctamente as intenções.

Deus tem ainda mais alegria quando se pratica a justiça e se julga com rectidão, do que quando lhe fazemos ofertas.

O orgulho, a altivez para com os outros, o luxo ostensivo, tudo isso é sempre pecado para com Deus!

O trabalho reflectido de uma pessoa diligente leva certamente à prosperidade. Mas a impaciência e a precipitação vêm a dar unicamente na pobreza.

Dinheiro junto por meio da mentira torna-se uma prosperidade ilusória. É como buscar a sua própria ruína.

Visto que os pecadores se recusam a praticar a justiça, virão a ser destruídos pela sua própria violência.

O homem revela-se pelos seus actos: os do mau são tortuosos; mas aquele que é honesto tem uma conduta recta.

Vale mais morar num canto dum sótão do que com uma mulher conflituosa numa bela casa.

10 A alma do pecador está cheia de maldade, até mesmo para com o seu amigo.

11 Uma pessoa inteligente aprende quando é instruída; mas os tolos só aprendem quando vêem os incrédulos castigados.

12 Os que seguem Deus, consideram atentamente o que acontece às famílias dos pecadores, quando são arrastados para o mal.

13 Os que fecham os ouvidos aos apelos dos pobres também virão a ser esquecidos quando chegar a hora de gritarem por auxílio.

14 Um presente dado discretamente é capaz de abater a zanga, de acalmar uma violenta indignação.

15 Para uma pessoa honesta, é uma alegria quando se faz justiça; mas para os que praticam a iniquidade isso é um espanto.

16 Quem se afasta do caminho do bom senso acabará por ir descansar na companhia dos mortos.

17 Os que amam os prazeres caem na pobreza; os escravos das bebidas alcoólicas e do luxo nunca virão a saber o que é a verdadeira prosperidade.

18 Os pecadores acabarão perdendo; os fiéis virão a ser salvos.

19 Vale mais viver num deserto do que com uma mulher rixosa e irascível.

20 Na casa duma pessoa de bom senso há bem-estar e poupanças; mas o insensato dá cabo de tudo quanto ganha.

21 Quem segue a justiça e a lealdade achará na vida honra e também justiça.

22 A sabedoria do sábio dá-lhe força para tomar até uma cidade fortificada e anular a força dos que a defendem.

23 Aquele que sabe guardar a sua boca e controlar o que diz, protege a sua alma de muitos aborrecimentos.

24 Os soberbos são em geral pessoas trocistas e presumidas. É no fundo uma questão de orgulho.

25/26 Os desejos do preguiçoso acabam por matá-lo porque as suas mãos se recusam ao trabalho e passa todo o tempo a querer coisas. Mas o justo tem uma vida diferente: ele gosta de dar com generosidade.

27 Deus recusa sacrifícios dos pecadores, e muito mais se esses sacrifícios são feitos com intenções desonestas.

28 Uma falsa testemunha será castigada. Aquele que soube observar os factos, falará com segurança e sem que alguém o conteste.

29 Os pecadores são em geral pessoas teimosas; mas os rectos sabem considerar correctamente as situações.

30 Não há sabedoria, nem inteligência, nem reflexão, por mais profundas que sejam, que possam defrontar o Senhor.

31 Os homens fazem tudo para obterem a vitória numa batalha; mas o certo é que isso só o Senhor o pode conceder!

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes