A A A A A
Bible Book List

Números 30 O Livro (OL)

As promessas ao Senhor

30 1/2 Então Moisés convocou os chefes de tribos e disse­lhes: “O Senhor ordenou que quando alguém fizer uma promessa ao Senhor, seja ela de realizar algo, ou então de, por exemplo, deixar de praticar determinada acção, esse voto deverá ser cumprido, não se violará a palavra dada; terá de se cumprir exactamente aquilo que se prometeu.

3/5 Se uma mulher prometer ao Senhor fazer, ou não fazer, qualquer coisa, e se ela for jovem e viver ainda com os seus pais, e se o pai ouvir que ela fez uma promessa a que se ligou com obrigações e não lhe disser nada, então esse voto será válido. Mas se o seu pai recusar deixá­la fazer esse voto, ou se sentir que as penalidades a que se obrigou são demasiado duras, então esse voto automaticamente é inválido. O pai deverá declarar a sua desaprovação no primeiro dia em que ouvir falar disso. Jeová perdoará à rapariga visto que o seu pai não o permitiu.

6/8 Se uma mulher fizer um voto ou uma promessa proferida irreflectidamente, e se depois vier a casar, quando o marido tomar conhecimento desse voto, se não disser nada no próprio dia em que ouviu isso, então o voto manter­se­á válido. Mas se o marido se opuser, se recusar aceitar esse voto ou promessa leviana, a sua recusa a tornará sem valor, e Jeová lha perdoará. Contudo uma mulher se for viúva ou divorciada deverá sempre cumprir o seu voto.

10/15 Se ela for casada, vivendo com o marido na altura em que fez o voto, quando o marido o ouvir, se não disser nada o voto manter­se­á. Mas se ele recusar, se não lho consentir no próprio dia em que o ouviu, o voto fica anulado e Jeová a perdoará. Assim o marido poderá tanto confirmar como anular o voto dela, mas se não disser nada durante o dia inteiro, então é porque concorda. Se se passar mais do que um dia e depois pretender recusar permissão para que o voto se cumpra, todas as obrigações a que esteja ligada cairão sobre ele e ele será igualmente responsável por elas.”

16 Estas são pois as ordens que o Senhor deu a Moisés respeitantes a relações entre uma mulher e seu marido, e entre o pai e as filhas que vivem com ele.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 30 Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

A lei acerca dos votos das mulheres

30 E falou Moisés aos cabeças das tribos dos filhos de Israel, dizendo: Esta é a palavra que o Senhor tem ordenado: Quando um homem fizer voto ao Senhor ou fizer juramento, ligando a sua alma com obrigação, não violará a sua palavra; segundo tudo o que saiu da sua boca, fará. Também quando uma mulher fizer voto ao Senhor, e com obrigação se ligar em casa de seu pai na sua mocidade; e seu pai ouvir o seu voto e a sua obrigação, com que ligou a sua alma, e seu pai se calar para com ela, todos os seus votos serão válidos, e toda obrigação, com que ligou a sua alma, será valiosa. Mas, se seu pai se opuser no dia em que tal ouvir, todos os seus votos e as suas obrigações, com que tiver ligado a sua alma, não serão válidos; mas o Senhor lho perdoará, porquanto seu pai lhos vedou.

E, se ela tiver marido e for obrigada a alguns votos ou dito irrefletido dos seus lábios, com que tiver ligado a sua alma; e seu marido o ouvir e se calar para com ela no dia em que o ouvir, os seus votos serão válidos; e as suas obrigações, com que ligou a sua alma, serão valiosas. Mas, se seu marido lho vedar no dia em que o ouvir e anular o seu voto a que estava obrigada, como também a declaração dos seus lábios, com que ligou a sua alma, o Senhor lho perdoará. No tocante ao voto da viúva ou da repudiada, tudo com que ligar a sua alma sobre ela será válido.

10 Porém, se fez voto na casa de seu marido ou ligou a sua alma com obrigação de juramento, 11 e seu marido o ouviu, e se calou para com ela, e lho não vedou, todos os seus votos serão válidos, e toda obrigação, com que ligou a sua alma, será valiosa. 12 Porém, se seu marido lhos anulou no dia em que os ouviu, tudo quanto saiu dos seus lábios, quer dos seus votos, quer da obrigação da sua alma, não será válido; seu marido lhos anulou, e o Senhor lho perdoará. 13 Todo voto e todo juramento de obrigação, para humilhar a alma, seu marido o confirmará ou anulará. 14 Porém, se seu marido de dia em dia se calar inteiramente para com ela, então, confirmará todos os seus votos e todas as suas obrigações que estiverem sobre ela; confirmado lhos tem, porquanto se calou para com ela no dia em que o ouviu. 15 Porém, se de todo lhos anular depois que o ouviu, então, ele levará a iniquidade dela. 16 Estes são os estatutos que o Senhor ordenou a Moisés entre o marido e sua mulher, entre o pai e a sua filha, na sua mocidade, em casa de seu pai.

Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Copyright 2009 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados / All rights reserved.

Viewing of
Cross references
Footnotes