A A A A A
Bible Book List

Lucas 6O Livro (OL)

O Senhor do sábado

1/2 Certo sábado, atravessando Jesus e os seus discípulos uns trigais, iam arrancando espigas de trigo, que esfregavam entre as mãos para comer os grãos. Alguns fariseus, porém, disseram: “Isso é ilegal! Os teus discípulos estão a colher grão, e é contra a lei judaica trabalhar no sábado”.

3/5 Ao que Jesus respondeu: “Vocês não lêem as Escrituras? Nunca leram o que fez o rei David quando ele e os seus homens estavam com fome? Entrou na casa de Deus e, tomando o pão sagrado, o pão especial que era posto diante do Senhor, comeu­o, apesar de isso ser ilegal, e repartiu­o com os outros.” Jesus acrescentou “Eu, o Filho do Homem, sou o Senhor do próprio sábado”.

6/8 Num outro sábado, estando a ensinar na sinagoga, encontrava­se ali um homem que tinha a mão direita aleijada. Os mestres da lei e os fariseus vigiavam atentamente para ver se Jesus curaria o homem naquele dia, que era sábado, ansiosos por encontrar qualquer acusação contra ele. Jesus conhecia bem os seus pensamentos! E disse ao aleijado: “Anda cá e põe­te aqui onde toda a gente te possa ver”. Ele assim fez. 9/11 Então disse aos fariseus e aos mestres da lei: “Tenho uma pergunta a fazer­vos: É justo praticar o bem no sábado ou praticar o mal? Salvar a vida ou destruí­la?” Passeando o olhar em volta, fitou­os um por um e então disse ao homem: “Estende a mão”. E logo que o fez, a mão ficou completamente normal. Os inimigos de Jesus ficaram furiosos e começaram a tramar­lhe a morte.

Os doze apóstolos

12/16 Certo dia, pouco depois, Jesus foi orar para as montanhas, e orou toda a noite. Ao amanhecer, reuniu os seus seguidores e escolheu doze deles para serem o círculo mais íntimo dos seus discípulos. Foram nomeados apóstolos. Eis os nomes deles: Simão (a quem chamou também Pedro), André (irmão de Simão), Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago (filho de Alfeu), Simão (também chamado Zelota), Judas (filho de Tiago) e Judas Iscariotes (que viria a traí­lo).

Bênçãos e avisos

17/19 Quando desceram a encosta, encontraram­se numa região plana, e foram rodeados por muitos dos seus seguidores e grande multidão. De toda a Judeia, de Jerusalém e de lugares tão ao norte como o litoral de Tiro e Sidom, tinha vindo gente para o ouvir ou para ser curada. E Jesus expulsou muitos demónios. Todos procuravam tocar­lhe porque, quando o faziam, saía dele um poder curativo, e ficavam sãos.

20 Então, voltando­se para os discípulos, Jesus disse:

    “Felizes os que são pobres, pois deles é o reino de Deus!
21     Felizes os que agora sentem fome. Um dia, serão fartos!
    Felizes os que agora choram, pois chegará o tempo em que hão­de rir de alegria!
22     Felizes os que são odiados, e rejeitados, e injuriados, e enxovalhados no seu nome, por serem meus discípulos!

23 Quando isso acontecer, alegrem­se, sim, pulem de contentamento! Porque espera­vos no céu grande recompensa. E estarão em boa companhia, pois também os antigos homens de Deus foram assim tratados!

24     Ai de vocês os ricos porque a vossa felicidade é apenas terrena.
25     Ai de vocês os que são fartos e prósperos agora porque vos espera tempo de fome horrível.
    Ai de vocês os foliões porque o vosso riso transformar­se­á em tristeza e luto.
26     Ai de vocês que são enaltecidos pelas multidões; os vossos antepassados também elogiaram os falsos profetas.

Amar os inimigos

27/28 Ouçam todos. Amem os vossos inimigos. Façam bem aos que vos odeiam. Orem pela felicidade dos que vos amaldiçoam. Peçam a bênção de Deus sobre os que vos magoam. 29/30 Se alguém vos bater numa face, ofereçam­lhe também a outra! Se alguém vos exigir o casaco, dêem­lhe também a camisa. Dêem o que têm a quem vo­lo pedir; e quando vos levarem as vossas coisas, não se preocupem se as tornam a entregar ou não. 31 Tratem os outros como querem que os outros vos tratem.

32 Pensam que merecem elogios só por amarem os que vos amam? Isso até os maus fazem! 33 E se fizerem bem somente aos que vo­lo fazem, também será isso coisa tão extraordinária? Até os pecadores procedem assim. 34 E se emprestarem dinheiro só a quem vos puder pagar a dívida, que bondade há nisso? Até os mais perversos emprestam aos da sua espécie para depois terem tudo de volta.

35/36 Amem os vossos inimigos! Tratem­nos bem! Emprestem­lhes! E não se preocupem por eles não vos pagarem, porque, assim a recompensa que receberem do céu será muito grande, e estarão a proceder verdadeiramente como filhos do Altíssimo; porque ele é bondoso também com os ingratos e com os perversos. Sejam compassivos como o vosso Pai é compassivo.

Julgando os outros

37/38 Não julguem e não serão julgados. Não condenem e não serão condenados. Perdoem, e serão perdoados. Se derem, receberão! A vossa dádiva vos será devolvida em medida atestada e sacudida para caber mais um pouco até deitar por fora. A medida que usarem para dar, seja ela grande ou pequena, será a mesma com que se medirá o que vos for dado de volta.”

39/40 Jesus usava frequentemente comparações, como estas. “De que serve um cego guiar outro cego? Ao cair numa vala, arrastará o companheiro consigo. O aluno não é superior ao mestre. Mas se souber transformar a sua vida de acordo com o ensino perfeito que lhe é dado, sim, poderá ser como ele.

41/42 E por que fazer questão por causa da uma palha no olho de alguém, quando no teu há uma trave? Como podes pensar dizer­lhe: ‘Irmão, deixa que eu te ajude a livrar­te dessa palha que tens no olho’quando, afinal, não consegues ver a trave no teu? Fingido! Livra­te primeiro da trave e então talvez possas ver o suficiente para cuidar da palha no olho dele!

Uma árvore e o seu fruto

43/45 Uma árvore de boa qualidade não dá fruta má, nem árvores de má qualidade dão frutos bons. Uma árvore conhece­se pela qualidade do fruto que dá. Nem os espinheiros dão figos, nem os cardos dão uvas. Um homem bom produz boas obras vindas de um coração bom. E um homem mau produz, da sua maldade escondida, obras más. O que está no coração vem à superfície no falar.

Construtores sábios e tolos

46 Portanto, porque me chamam Senhor se não me querem obedecer? 47/49 Todos aqueles, porém, que vêem e ouvem e me obedecem são como o homem que constrói uma casa sobre alicerces sólidos em cima da rocha. Quando as cheias sobem e embatem na casa, esta fica firme por estar solidamente construída. Aqueles, porém, que ouvem e não me obedecem são como o homem que constrói um casa sem alicerces. Quando as cheias se lançam contra ela, a casa desmorona­se e fica em ruínas.”

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes