A A A A A
Bible Book List

Lucas 20Portuguese New Testament: Easy-to-Read Version (VFL)

A autoridade de Jesus

20 Um dia Jesus estava no templo [a] ensinando o povo e anunciando as Boas Novas [b], quando os líderes dos sacerdotes, os professores da lei e os anciãos se aproximaram dele e disseram:

—Diga-nos que autoridade tem para fazer essas coisas e quem lhe deu essa autoridade?

Ele respondeu:

—Eu também quero lhes fazer uma pergunta. Digam-me isto: Quem deu a João autoridade para batizar [c]: Deus ou os homens?

Eles começaram a discutir entre si e diziam:

—Se nós respondermos: “Foi Deus”, ele nos perguntará: “Por que então vocês não acreditaram nele?” Se nós respondermos: “Foram os homens”, todo o povo nos apedrejará, pois estão convencidos de que João era um profeta [d]. Então eles responderam que não sabiam quem tinha dado autoridade a João para batizar [e]. Jesus, então, lhes disse:

—Então eu também não vou lhes dizer com que autoridade faço estas coisas.

Os lavradores maus

Depois disto Jesus começou a contar ao povo esta parábola [f]:

—Um homem plantou uvas em suas terras, arrendou a plantação a alguns lavradores e depois foi-se embora por muito tempo. 10 No devido tempo, mandou um servo seu aos lavradores para que eles lhe dessem parte dos frutos da sua plantação de uvas. Os lavradores, porém, bateram no servo e o mandaram de volta de mãos vazias. 11 Então, ele mandou outro servo. Os lavradores, da mesma forma, também bateram nele, humilharam-no e mandaram-no de volta de mãos vazias. 12 Então, ele mandou ainda um terceiro servo, mas eles, da mesma forma, o feriram e o expulsaram. 13 O dono da plantação, então, disse: “O que é que eu vou fazer? Vou mandar o meu querido filho; talvez eles o respeitem!” 14 Mas, quando os lavradores o viram, conversaram entre eles e disseram: “Este é o herdeiro. Vamos matá-lo e assim a herança será nossa”. 15 Então, eles o jogaram para fora da plantação de uvas e o mataram. O que o dono da plantação fará com esses lavradores? 16 Ele virá e matará esses lavradores e dará a sua plantação para outros.

Quando ouviram isto, eles disseram:

—Que isso nunca aconteça!

17 Mas Jesus olhou bem para eles e disse:

—Então, o que querem dizer as Escrituras [g] quando dizem:

“A pedra que os construtores rejeitaram
    veio a ser a pedra mais importante”? [h]

18 Todo aquele que cair em cima desta pedra ficará em pedaços; e todo aquele sobre quem a pedra cair será esmagado.

19 Os professores da lei e os líderes dos sacerdotes sabiam que aquela parábola [i] tinha sido dita contra eles. Por isso eles procuravam um meio de prendê-lo ali mesmo, mas tinham medo do povo.

Pagamento de impostos a César

20 Então, eles começaram a observá-lo e enviaram espiões que fingiam ser honestos. O plano deles era pegar a Jesus dizendo alguma coisa errada, pois assim poderiam entregá-lo ao poder e à autoridade do governador. 21 Os espiões, então, fizeram-lhe esta pergunta:

—Mestre! Nós sabemos que o senhor só diz e ensina o que é certo, que o senhor é imparcial e que ensina o caminho de Deus com toda a honestidade. 22 Responda-nos, então: Devemos pagar impostos a César ou não?

23 Mas Jesus percebeu a sutileza deles e respondeu:

24 —Mostrem-me uma moeda de prata [j]. De quem é a imagem e a inscrição na moeda?

25 Eles disseram:

—De César.

Então, ele lhes disse:

—Dêem a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.

26 Eles não conseguiram pegá-lo em nada que ele disse diante do povo. Ao contrário, ficaram admirados com a sua resposta e se calaram.

A ressurreição dos mortos

27 Alguns saduceus [k] se aproximaram de Jesus e, como não acreditavam em ressurreição, perguntaram-lhe:

28 —Mestre, Moisés nos deixou escrito que, se um homem casado morrer sem deixar filhos, o seu irmão deve se casar com a viúva e ambos devem ter filhos que serão considerados filhos do irmão que morreu. 29 Era uma vez sete irmãos. O primeiro se casou e morreu sem ter filhos. 30 Então, o segundo se casou com a viúva e também morreu sem filhos. 31 Depois o terceiro. E assim aconteceu com os sete irmãos; eles se casaram e todos morreram sem deixar filhos. 32 Mais tarde, a mulher também morreu. 33 Portanto, se todos os sete irmãos se casaram com ela, de quem ela vai ser esposa na ressurreição?

34 Jesus lhes respondeu:

—As pessoas desta época se casam e são dadas em casamento. 35 Aquelas, porém, que serão consideradas dignas de participar na época que ainda virá e na ressurreição dos mortos, não se casarão nem serão dadas em casamento. 36 Elas não morrerão mais, pois são como anjos. Elas são filhos de Deus, pois ressuscitaram. 37 Moisés mesmo mostrou que os mortos ressuscitam. Na passagem do arbusto que se queimava, ele se referiu ao Senhor como Deus de Abraão, Deus de Isaque e Deus de Jacó [l]. 38 Ora, ele não é Deus dos mortos, mas sim dos vivos, pois, para ele, todas as pessoas estão vivas.

39 Alguns dos professores da lei disseram:

—O senhor respondeu bem, Mestre!

40 E ninguém mais se atreveu a lhe fazer perguntas.

Cristo é filho de Davi?

41 Jesus, então, lhes perguntou:

—Como vocês podem dizer que Cristo [m] é filho de Davi? 42 O próprio Davi diz, no livro de Salmos:

“O Senhor disse ao meu Senhor:
    Sente-se do meu lado direito
43     até que eu coloque os seus inimigos debaixo dos seus pés”. [n]

44 Se o próprio Davi o chama de Senhor, como pode ele ser seu filho?

Jesus acusa os professores da lei

45 Enquanto as pessoas escutavam, Jesus disse aos seus discípulos:

46 —Tenham cuidado com os professores da lei. Eles gostam de andar com as suas roupas elegantes e gostam de ser cumprimentados com respeito em lugares públicos. Eles também gostam muito de ocupar os lugares mais importantes nas sinagogas [o] e os lugares de honra nas festas. 47 Eles exploram as viúvas, roubando delas os bens e, ao mesmo tempo, fazem longas orações para serem notados. Estes receberão o pior castigo.

Footnotes:

  1. Lucas 20:1 + templo Um prédio todo especial em Jerusalém onde Deus ordenou que os judeus adorassem.
  2. Lucas 20:1 + Boas Novas As notícias de que Deus abriu um caminho por meio de Cristo para que as pessoas possam ter seus pecados perdoados e vivam com Deus. Quando as pessoas aceitam esta verdade, Deus as aceita.
  3. Lucas 20:4 + batizar Uma palavra grega que tem o significado de imergir, mergulhar, ou enterrar uma pessoa ou alguma coisa debaixo da água por pouco tempo.
  4. Lucas 20:6 + profeta(s) Uma pessoa que falava por Deus. Essa pessoa falava freqüentemente de coisas que aconteceriam no futuro.
  5. Lucas 20:7 + batizar Uma palavra grega que tem o significado de imergir, mergulhar, ou enterrar uma pessoa ou alguma coisa debaixo da água por pouco tempo.
  6. Lucas 20:9 + parábola(s) Uma narração em que se expõe um pensamento de uma maneira figurada, o qual contém uma doutrina moral; uma comparação ou paralelo entre duas coisas.
  7. Lucas 20:17 + Escrituras As coisas sagradas escritas, o Velho Testamento.
  8. Lucas 20:17 Salmo 118.22
  9. Lucas 20:19 + parábola(s) Uma narração em que se expõe um pensamento de uma maneira figurada, o qual contém uma doutrina moral; uma comparação ou paralelo entre duas coisas.
  10. Lucas 20:24 + moeda de prata Literalmente “denário”. O denário era uma antiga moeda de prata romana.
  11. Lucas 20:27 + saduceus Um principal grupo religioso de judeus. Eles aceitavam somente os primeiros cinco livros do Velho Testamento. Eles acreditavam que as pessoas não tinham uma outra vida depois da morte.
  12. Lucas 20:37 “Deus de Abraão … Jacó” Palavras de Êxodo 3.6.
  13. Lucas 20:41 + Cristo O ungido (Messias) ou o escolhido de Deus.
  14. Lucas 20:43 Salmo 110.1
  15. Lucas 20:46 + sinagoga(s) Lugar onde os judeus se reuniam para ler e estudar as Escrituras.
Portuguese New Testament: Easy-to-Read Version (VFL)

Copyright © 1999 by World Bible Translation Center

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes