A A A A A
Bible Book List

Jeremias 6O Livro (OL)

O cerco de Jerusalém

1/2 Foge, povo de Benjamim, foge para poupares a vida! Foge de Jerusalém! Toquem o alarme em Tecoa; enviem um sinal de fumo em Bete-Haquerem; avisem toda a gente de que um exército poderoso vem a caminho do norte para destruir esta nação! Desprotegida como uma rapariga, és formosa e delicada — e, contudo, condenada. Maus pastores te rodearão. Acampar-se-ão à volta da cidade; repartirão as tuas pastagens pelos seus rebanhos. Vejam-nos a prepararem-se para a batalha. Começou ao meio-dia. Durante toda a tarde se embraveceram, até caírem as sombras da noite. “Vamos”, dizem eles, “ataquemos de noite e destruamos os seus palácios!”

6/7 Porque o Senhor dos exércitos celestiais lhes disse: Cortem as suas árvores, para construir tranqueiras e abater com elas os muros de Jerusalém. Esta é uma cidade a ser punida, porque tudo que há nela é só perversidade. Jorra dela maldade como água duma fonte! As suas ruas ecoam com os ruídos de violência; as suas enfermidades e as suas chagas estão sempre patentes aos meus olhos.

8/10 Muda ó Jerusalém: Se não quiseres ouvir, apartar-me-ei de ti e a terra ficará assolada e vazia. Desastres sobre desastres cairão sobre ti. E até os poucos que ficaram em Israel serão colhidos em posteriores revoadas de ataques, diz o Senhor dos exércitos celestiais; porque tal como o vindimador dá uma segunda volta pela vinha para apanhar cachos que tenham ficado esquecidos ou escondidos, assim também o meu povo será destruído novamente. Mas quem é que me ouve quando os advirto? Têm os ouvidos fechados; recusam ouvir. A palavra de Deus irrita-os; não têm nela nenhum interesse.

11 É por causa disto tudo que estou cheio do furor do Senhor contra eles. Estou cansado de o conter. Derramá-lo-ei sobre Jerusalém, até sobre os meninos que brincam nas ruas; sobre os ajuntamentos de jovens, sobre os maridos e as esposas e sobre os velhos. 12/14 Os seus inimigos viverão nos lares deles e ocuparão os seus campos e as suas mulheres. Porque hei-de castigar a gente desta terra, diz o Senhor. São cobiçosos e mentirosos, desde o mais humilde até ao mais importante! Desde o profeta ao sacerdote todos se conduzem perfidamente. Não se pode tratar uma ferida fazendo contas que não é uma ferida e que está tudo são! Pois é o que fazem os sacerdotes e os profetas, que se põem a dar segurança de paz, dizendo: Paz! Paz!, quando não há paz; há mas é guerra! 15 Acaso terá ficado o meu povo envergonhado quando cometeram a abominação de adorar ídolos? Não, de maneira nenhuma! Antes pelo contrário! Eles sabem lá o que é corar de vergonha! Por isso hão-de cair entre os que forem assassinados. Hão-de cair sob a minha ira.

16/17 Mesmo assim o Senhor insiste convosco: Perguntem qual é a melhor estrada, o caminho de justiça, essas veredas antigas por onde costumavam andar. Vão por elas, e acharão repouso para as vossas almas. Mas vocês respondem: “Não, não é nessa direcção que quero ir; não me interessa esse caminho!” Pus sentinelas vigiando sobre vocês, as quais vos alertaram: “Estejam atentos ao toque da trombeta! Ela vai avisar-vos quando a aflição chegar.” Mas a vossa resposta foi: “Não! Não estamos interessados em dar atenção a isso!”

18/19 Esta é pois a minha sentença contra o meu povo e ouçam bem, terras distantes, assim como Jerusalém. Que toda a Terra ouça isto: Trarei o mal sobre este povo; será isso o fruto do seu pecado, visto que não querem ouvir-me. Rejeitam a minha lei. 20/23 De nada interessa agora pôr-se a queimar incenso aromático de Sabá, na minha presença! Fariam melhor em poupar esses perfumes caros! Não posso aceitar essas ofertas que para mim não cheiram a nada; nada significam. Farei pois do caminho do meu povo uma espécie de pista de obstáculos, ou uma estrada minada por guerrilheiros: nela serão apanhados e ficarão, tanto os pais como os filhos; vizinhos e amigos todos ali perecerão. O Senhor Deus diz: Vejam esses exércitos que avançam desde o norte — uma grande nação se prepara para vir sobre vocês. São gente cruel, sem piedade; armados até aos dentes, convenientemente preparados para a guerra. O barulho que faz o seu exército é como o rugir do mar.

24/25 Temos ouvido da fama desses exércitos, e ficámos sem pinga de sangue, com o terror. Terror e sofrimento nos apanharam e nos tiram as forças, como se fôssemos mulheres na angústia e no aperto do parto. Não saíam para os campos! Não fujam pelas estradas! Porque o inimigo está por toda a parte, pronto a matar. O terror vos apanhará a cada esquina, a cada curva da estrada.

26 Ó Jerusalém, o orgulho do meu povo, põe roupa de luto, senta-te sobre cinzas e chora amargamente como se fosse pelo teu único filho. Porque inesperadamente batalhões de soldados cairão sobre ti para destruir.

27 Jeremias, pus-te como se fosses um aferidor de metais, para que pudesses testar o meu povo e determinar o seu verdadeiro valor. Ouve as falas dele e observa o que fazem. 28 Não é mesmo verdade que são os piores dos rebeldes, cheios duma linguagem perversa contra o Senhor? São insolentes, são duros como o ferro e o bronze. 29 O fole sopra furiosamente; o fogo refinador está cada vez mais ateado e quente; mas o facto é que não consegue depurá-los, pela simples razão de que não há pureza nenhuma neles. 30 Uma só etiqueta lhes convém: “Impuro. Metal rejeitado”. E pô-los-ei de parte.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes