A A A A A
Bible Book List

Jeremias 14O Livro (OL)

A seca, a fome, a espada

14 Esta mensagem a seguir veio a Jeremias da parte do Senhor, explicando as razões porque havia uma seca: 2/6 Judá deplora-se; os negócios estão completamente parados; todo o povo anda de luto e roja-se pelo chão de desespero; o clamor do povo de Jerusalém ouve-se bem ao longe. Os grandes senhores tentam ainda mandar os criados à procura de água em todos os poços, mas estes estão secos. Os criados regressam envergonhados, desesperados, cobrindo os rostos com as mãos de pesar. O chão abre-se em fendas e está todo ressequido por causa da falta de chuva; os lavradores estão cheios de receio. As corças abandonam até as suas crias, porque não encontram erva. Os jumentos selvagens põe-se sobre as elevações, arfando o ar como chacais sedentos. Revolvem os olhos, procuram erva para comer, e não encontram uma folha, sequer.

7/9 Ó Senhor, pecámos gravemente contra ti; ajuda-nos, por amor do teu nome, da tua reputação! Ó esperança de Israel, nosso salvador em tempos de angústia, porque és tu para nós como um estranho, como alguém que passa simplesmente pela terra, ficando só para passar a noite? Estarás tu iludido? Não terá mais possibilidade de nos salvar? Mas tu, Senhor, vives aqui mesmo, no nosso meio, e nós chamamo-nos pelo teu nome; somos conhecidos como o teu povo. Ó Senhor, não nos abandones agora!

10 Mas o Senhor responde: Vocês sentiram-se bem felizes andando longe de mim, e nem sequer se preocuparam em seguir nos meus caminhos. Por isso agora não vos aceitarei mais como meu povo; eu lembro-me, neste momento, de todo o mal que fizeram, e tenho de castigar os vossos pecados.

11/12 O Senhor disse-me novamente: Não me peças outra vez para abençoar este povo. Não ores mais por eles. Quando eles jejuam, não presto a menor atenção; quando me apresentam ofertas e sacrifícios, recuso-os. O que lhes darei em recompensa é guerra, fome e doença.

13 Então eu disse: Ó Senhor Deus, os seus profetas dizem-lhes que tudo vai bem — que não haverá nem fome nem guerra. Dizem ao povo que tu vais com toda a certeza mandar-lhes a paz, que os abençoarás.

14 E o Senhor respondeu: Esses profetas estão a dizer mentiras em meu nome. Nunca os enviei, nem lhes disse para falarem ou darem alguma mensagem da minha parte. Profetizam visões e revelações que nunca tiveram; falam apenas loucuras, que são a expressão dos seus corações mentirosos. 15 Por isso diz o Senhor: Castigarei esses profetas mentirosos, que falaram em meu nome, sem que eu os tenha enviado, que andam a dizer que não haverá nem guerra nem fome. Será justamente pela fome e pela guerra que eles próprios morrerão! 16 E as gentes a quem eles profetizaram — os seus corpos serão lançados para o meio das ruas de Jerusalém, vítimas da fome e da guerra; e não haverá ninguém para os enterrar. Esposos, mulheres, filhos e filhas — todos se irão. Porque derramarei sobre eles terrível castigo, por causa dos seus pecados.

17/18 Portanto, diz-lhes isto assim: Noite e dia os meus olhos chorarão abundantemente; não posso parar as minhas lágrimas, porque o meu povo foi atravessado por uma espada e jaz mortalmente ferido, prostrado por terra. Se sair fora para o campo, lá verei, jazendo por terra, os corpos dos que a espada matou; se passar pelas ruas da cidade, tropeçarei nos que morreram de fome e de doença. Pois mesmo assim tanto os profetas como os sacerdotes continuam muito ocupados, percorrendo a terra toda, assegurando toda a gente de que tudo vai bem, falando de coisas de que não sabem nada.

19 “Ó Senhor”, gritará o povo, “terás tu rejeitado definitivamente Judá? Aborrecerás tu Jerusalém? Então mesmo depois do castigo não haverá paz? Nós pensávamos assim — Bom, agora ao menos ele nos curará e ligará as nossas feridas. Mas o certo é que não veio paz nenhuma, e só há aflição e terror por toda a parte. 20/21 Ó Senhor, confessamos a nossa maldade, e também a dos nossos pais. Não nos odeies, Senhor, por amor do teu próprio nome. Não te deslustres, nem a ti nem ao trono da tua glória, esquecendo-te das tuas promessas de nos abençoares! 22 Qual é o deus pagão que nos poderia dar chuva? Nem os céus só por si podem fazer chover. Quem, senão tu só, ó Senhor nosso Deus, pode fazer uma tal coisa? Por isso esperaremos pela tua ajuda.”

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes