A A A A A
Bible Book List

Jó 27O Livro (OL)

27 Defesa final de Job:

    “Prometo, perante o Deus vivo,
        o qual subtraiu os meus direitos
        e tanto me amargurou a alma,
3/4     que enquanto eu viver, enquanto Deus me der vida,
        os meus lábios não proferirão iniquidade,
        a minha língua não pronunciará mentira.
    Longe de mim que alguma vez vos dê razão.
    Até à morte hei-de afirmar a minha inocência.
    Não sou um ímpio
        — repeti-lo-ei tantas vezes quantas for preciso.
    A minha consciência nada me acusa de mal, na vida.
    E todos quantos afirmam o contrário
        são meus inimigos perversos.
        É gente má.
    Que esperança pode ter o ímpio
        quando Deus o liquida e lhe arranca a vida?
    Deus aceitaria o seu clamor, quando está aflito,
        no momento em que lhe cai em cima a aflição?
10     Pois que essas pessoas não têm prazer no Deus poderoso,
        não ligam a Deus,
        a não ser em tempos de crise.
11/12     Ensinar-vos-ei aquilo que diz respeito a Deus
        — mas, na realidade, não preciso de o fazer,
        porque vocês sabem tanto sobre ele como eu.
    Pois apesar disso, dizem-me coisas perfeitamente inúteis para mim.

13/14     Este é o destino que espera os pérfidos, da parte do Deus poderoso:
    se tiverem uma multidão de descendentes,
        será apenas para morrerem todos na guerra, ou de fome.
15     E os que puderem sobreviver serão levados à cova
        pela doença ou pelas pragas,
        sem terem ninguém para chorar a sua morte,
        nem sequer as suas mulheres.
16/17     Os malignos acumulam dinheiro como pó,
        e têm arcas a abarrotar de roupa
        — sim, podem estar mesmo a encomendar sempre nova roupa,
        mas será o inocente quem acabará por usá-la,
        serão os justo quem repartirá entre si a prata deles.
18     Cada casa construída pelos pecadores
        é tão frágil como a teia duma aranha,
        tão cheia de fendas como uma cabana de juncos!
19     Vão para a cama muito satisfeitos com o dinheiro que têm,
        mas ao acordarem descobrem que perderam toda a riqueza.
20     O terror apodera-se deles, são abalados pelas tempestades da noite.
21     O vento oriental levá-los-á, e terão desaparecido,
        terão sido varridos por toda a eternidade!
22     Deus lançará tudo isto sobre eles; não os poupará.
    Desejarão ardentemente escapar a Deus, sem poder.
23     Toda a gente aplaudirá, quando morrerem.
    Serão apupados para sempre.”

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes