A A A A A
Bible Book List

Isaías 30O Livro (OL)

Profecia sobre a nação obstinada

30 Ai dos meus filhos rebeldes, diz o Senhor, que pedem conselho a toda a gente menos a mim, que fazem alianças mas não pelo meu Espírito, acumulando assim os seus pecados. Porque foi sem me consultar que desceram ao Egipto para procurar ajuda, confiando em Faraó para lhe pedir protecção. Eles terão vergonha de um povo que não lhes serve para nada, nem de socorro nem de ajuda, mas antes de desonra, de humilhação. 4/5 Ainda que o seu poder se estenda a Zoã e a Hanes, para onde enviou mesmo governadores, contudo ele virá a servir-vos só para vergonha; de nunhum proveito vos será!

Vejam, a viagem vagarosa que eles fazem para o Egipto, através desse terrível deserto, com jumentos e camelos carregados de toda a espécie de coisas ricas para pagar o auxílio do Egipto! Lá vão eles, atravessando aquela zona árida e perigosa, onde vivem leões e rápidas serpentes venenosas. E afinal, o Egipto nada lhes dará em troca! Pois que as promessas do Egipto são sem valor nenhum! “Animal inútil” é como eu lhe chamo!

Então, vai e escreve estas minhas palavras com respeito ao Egipto, para que fiquem escritas para sempre, até ao fim dos tempos, como um acto de acusação contra a descrença de Israel. Porque além de rebeldes, são teimosos. Não querem ouvir a lei do Senhor.

10 Dizem aos meus profetas: “Cala-te já! Não queremos mais dos teus discursos!” Ou então: “Não queremos cá dessas coisas da verdade, assuntos desagradáveis. Queremos ouvir coisas mais suaves, mais aprazíveis, mesmo que não sejam bem a verdade, mesmo que sejam mentiras. 11 Põe já de parte toda essa negrura que andas para aí a lançar. Estamos fartos de ouvir falar do teu Santo de Israel e de tudo o que ele diz!”

12 Mas aqui está a resposta do Santo de Israel: Visto que desprezam o que vos digo e acreditam mais em enganos e mentiras, e que não querem arrepender-se, então cairão calamidades repentinamente sobre vocês. 13 Será como um muro velho cheio de fendas e meio a cair já. Dum momento para o outro desmorona-se e desfaz-se por terra. 14 Deus vos desfará como um vaso rachado, sem misericórdia! Não ficará um só bocado aproveitável, que sirva sequer para apanhar brasas no fogo ou para trazer um pouco de água do poço. 15 É por isso que o Senhor Deus, o santo de Israel diz: “Só voltando para mim e confiando em mim serão salvos. No descanso e na confiança está a vossa força”. Mas vocês não quiseram nada disso.

16 “Não”, dizem. “Obteremos a ajuda do Egipto, que nos há-de dar rápidos cavalos para podermos correr para a batalha.” Se querem rapidez hão-de vê-la sim, mas será a dos vossos inimigos perseguindo-vos! 17 Um só deles chegará a perseguir mil fugitivos! Cinco deles, apenas, conseguirão dispersar-vos de tal forma que nem mesmo dois de vocês poderão fugir juntos. Serão como árvores solitárias lá no cimo distante duma montanha. 18 Mas mesmo assim o Senhor espera que venham para ele, para que possa mostrar-vos o seu amor. Ele quer conquistar-vos para poder abençoar-vos, tal como já disse. E o Senhor é fiel às suas promessas. Felizes serão todos aqueles que esperam pela ajuda dele.

19/20 Ó meu povo de Jerusalém, vocês não hão-de chorar mais, porque Deus seguramente terá compaixão de vocês perante os vosso rogos. Ele vai responder-vos. Mesmo tendo-vos dado o pão da adversidade e a água da aflição, ele será convosco para vos ensinar: os vossos mestres não se esconderá mais; vê-los-ão com os vossos próprios olhos. 21 E se vierem a desviar-se do caminho de Deus e a seguir noutras direcções, ouvirão então uma voz atrás de vocês dizendo: “Não! O caminho é este — vão antes por aqui; e nunca mais se desviem nem para um lado nem para o outro”. 22 E hão-de destruir todos os vossos ídolos de prata, as vossas imagens de ouro, deitando-as fora como coisas imundas, que até vos meterá nojo tocar-lhes. “Fora com isto daqui!”, dirão vocês.

23 Nessa altura Deus vos abençoará com chuva na altura em que dela necessitarem, com maravilhosas colheitas e com ricas pastagens para o vosso gado. 24 Os bois e os jumentinhos que ajudam a lavrar a terra comerão grão puro, já todo limpo da palha pelo vento. 25 Nesse dia, em que Deus intervier para destruir os vossos inimigos, dar-vos-á correntes de água que jorrarão de cada montanha, de cada colina. 26 A Lua será tão luminosa como o Sol, e a luz deste, tão intensa como o brilho de sete dias juntos! Será pois assim, quando o Senhor começar a curar o seu povo e a sarar as chagas com que o feriu.

27/28 Reparem, o Senhor vem de longe, ardendo em ira, rodeado duma espessa nuvem de fumo. Seus lábios estão cheios de indignação; as suas palavras são um fogo consumidor, a sua ira jorra como uma torrente sobre eles, para os varrer para bem longe. Ele peneirará as nações orgulhosas; pôr-lhes-á um freio que as fará extraviarem-se.

29 Contudo o povo de Deus cantará cânticos de santa alegria, como nas reuniões de culto ou quando se realizam celebrações solenes de adoração. O seu povo terá alegria no coração, como quando o flautista conduz uma peregrinação de Jerusalém até à montanha do Senhor, a rocha de Israel. 30 E o Senhor fará ouvir a sua voz majestosa e gloriosa, e deixará cair o seu poderoso braço sobre os seus inimigos, com forte indignação, com chamas devoradoras, com ciclones, fortes tempestades e tremendas saraivadas. 31/32 A voz do Senhor desfará os Assírios, que tinham sido na sua mão uma vara de castigo. E a cada açoite que o Senhor fizer cair sobre eles, o seu povo se alegrará com música e cânticos; com golpes do seu braço combaterá contra eles. 33 Tofete está pronto desde há muito tempo, preparado para Moloque, o deus da Assíria. É bem alta a pilha de lenha. O sopro do Senhor, semelhante ao fogo dum vulcão, a incendiará.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes