A A A A A
Bible Book List

Ezequiel 33O Livro (OL)

Ezequiel, o vigia

33 Mais uma vez recebi uma mensagem do Senhor que dizia assim: 2/5 Homem mortal, diz ao teu povo o seguinte: Quando trouxer um exército contra uma nação, e se o povo dessa terra tiver escolhido um homem para o constituir por vigia, quando este vir chegar as tropas inimigas e der o alarme, tocando a trombeta para avisar toda a gente, aquele que depois de a ouvir não lhe ligar importância, se vier a morrer, morrerá com a plena culpa que a sua atitude lhe acarretou. Porque ouviu o alarme e não quis prestar-lhe atenção. Tornou-se só ele culpado dos seus actos. Se tivesse dado ouvidos ao aviso, teria sido salvo.

No entanto, se o vigia vir o inimigo chegar e não tocar a trombeta para avisar a população, será ele o responsável por todos os mortos que houver. Estes morrerão com a culpa dos seus pecados, mas pedirei contas dessas vidas ao vigia.

7/9 Assim também é contigo, homem mortal. Nomeei-te vigia do povo de Israel; por isso ouve o que te digo e avisa-os. Quando eu disser ao iníquo, “Ó homem malvado, certamente morrerás!”, se não lhe deres esse recado da minha parte, que o leve a arrepender-se, esse iníquo morrerá carregado com os seus pecados, mas é a ti que pedirei contas pela sua morte. Contudo, se o avisares para que arrepie caminho, e se ele recusar, essa pessoa morrerá com a culpa dos seus pecados, mas a responsabilidade não será mais tua.

10 Ó povo de Israel, vocês dizem: Os nossos pecados pesam sobre nós; desfalecemos debaixo da culpa que nos é imposta por causa deles. Como é que se pode viver assim? 11/12 Responde-lhes então: Tão certo como eu viver, diz o Senhor Deus, que eu não tenho prazer na morte do pecador; o que eu pretendo é que ele se converta do seu mau caminho e que viva. Convertam-se, convertam-se da vossa vida de maldade; porque haviam vocês de morrer, ó Israel? Não são as boas acções da pessoa justa que a salvarão, se ela não se converter dos seus pecados; mas também não serão os pecados do que pratica a maldade que o destruirão, se ele se arrepender e abandonar a sua vida anterior.

13/16 Eu disse que o homem recto com certeza viverá. Mas se ele vier a pecar, esperando que a sua vida passada, de justiça, acabe por salvá-lo, está enganado, pois o que ele foi anteriormente não será tomado em consideração; será destruído por causa dos seus pecados. Por outro lado, quando eu disser ao pecador que terá de morrer, se este se arrepender e passar a praticar a justiça e o bem — se restituir aquilo que extorquiu aos outros, fraudulentamente, aquilo que roubou; se passar a andar pelos caminhos da justiça e não mais praticar desonestidades — com toda a certeza que viverá; não morrerá. Nenhum dos seus anteriores pecados serão tomados em consideração contra ele; voltou-se para o caminho do bem; sem dúvida alguma que viverá.

17/20 Pois mesmo assim o povo ainda diz que o Senhor não está a ser inteiramente justo. Mas eles é que não o são! Por isso torno a repetir: alguém que é uma pessoa recta, se cair no pecado, terá mesmo de morrer. Uma pessoa pecadora que abandona a sua vida má e começa a praticar o bem e a justiça, esse indubitavelmente viverá. Ainda que vocês digam que o Senhor não está a ser justo dessa maneira, o facto é que eu terei de julgar cada um de acordo com os seus actos.

A queda de Jerusalém explicada

21/23 No ano onze do nosso exílio, no dia oito de Janeiro, um daqueles que escapou de Jerusalém correu para mim a dizer-me: “A cidade foi tomada!” A mão do Senhor tinha estado sobre mim durante a tarde. Por isso não me deixei abater e tive forças suficientes para falar nesse momento dramático. E foi esta mensagem que o Senhor me comunicou no momento:

24 Homem mortal, a pouca gente que ficou de Judá, e que está a viver no meio das cidades arruinadas, continua a dizer: Abraão era um homem só e recebeu a posse desta terra toda! Nós somos muitos; portanto não vamos com certeza abandoná-la! 25/26 Mas o Senhor Deus responde-lhes assim: Vocês estão enfraquecidos, porque praticam a maldade! Comem carne com sangue, adoram ídolos, praticam assassínios! E pensam que, com essas coisas todas, eu iria dar-vos a terra? Matam gente, praticam a idolatria, adulteram, e ainda por cima iam ficar com a terra?

27/29 Diz-lhes então: O Senhor garante-vos, tão certo como ele ser um Deus vivo, que vocês, os que moram agora no meio de ruinas, acabarão por morrer na guerra; os que vivem no meio dos campos serão abatidos pelos animais selvagens; e ainda os que se abrigam nas cavernas, ou mesmo em construções de pedra, acabarão morrendo de doença. Tornarei essa terra numa assolação, o seu orgulho será abatido e cessará a fama da sua força. As povoações de Israel construídas no cimo dos montes ficarão tão destruídas que ninguém mais viverá nelas. Quando virem enfim a sua terra desfeita em ruínas, por causa dos seus pecados, então saberão que sou eu o Senhor.

30/33 Homem mortal, o teu povo anda a conspirar nas tuas costas. Falam de ti quando estão em casa e murmuram a teu respeito à soleira das portas, dizendo: “Venham daí, vamo-nos divertir ouvindo o que o Senhor tem hoje a dizer”. Então aproximam-se, com o ar de quem é muito sincero, e sentam-se para ouvir. Mas por dentro não têm a mínima intenção de fazer o que lhes é mandado. Falam com hipocrisia sobre amar o Senhor, e nos seus corações o que reina é o amor do dinheiro. Tu, para eles, não passas de uma diversão como outra qualquer; é como se alguém se pusesse a cantar-lhes lindas canções, com uma bela voz e acompanhado por um bonito instrumento. Ouvem o que dizes, é verdade, mas não lhe ligam nenhuma importância! No entanto, quando todas estas terríveis coisas lhes acontecerem — e já estão para breve — nessa altura dar-se-ão conta de que realmente esteve no meio deles um profeta.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes