A A A A A
Bible Book List

Ezequiel 44 O Livro (OL)

O príncipe, os levitas, os sacerdotes

44 1/2 Então o Senhor me fez regressar à passagem oriental no muro exterior, mas que estava fechada. E disse-me: Esta porta permanecerá fechada; nunca será aberta. Ninguém passará por aqui; pois que o Senhor, o Deus de Israel, entrou por este sítio, portanto permanecerá encerrada. Apenas o príncipe — visto que se trata do príncipe — poderá sentar-se no interior dessa passagem, para fazer uma celebração perante o Senhor. Mas só entrará e sairá por essa passagem.

Depois levou-me pelo caminho da passagem do norte, até defronte do templo. Vi então a glória do Senhor que enchia o templo do Senhor, e caí com o rosto em terra.

O Senhor disse-me: Homem mortal, pondera cuidadosamente; vê e ouve com toda a tua atenção. Escuta bem tudo o que te disse respeitante às leis e aos regulamentos do templo do Senhor. Observa escrupulosamente quem deve ser admitido no templo e quem deve ser excluído dele. 6/8 Diz a esses rebeldes, o povo de Israel, que assim fala o Senhor Deus: Ó Israel, pecaste grandemente, permitindo que incircuncisos tivessem acesso ao meu santuário — gente cujo coração não quer Deus — nos momentos em que me ofereciam o meu alimento, a gordura e o sangue. Dessa forma quebraram a minha aliança, acrescentando isso a todos os vossos outros pecados. Não cumpriram as leis que vos tinha dado quanto a estas coisas sagradas; contrataram pois gente estranha para se encarregar do meu santuário!

9/14 Diz o Senhor Deus: Nenhum estrangeiro, dos muitos que há no vosso meio, entrará no meu santuário se não tiver sido circuncidado e se não amar o Senhor. E os homens da tribo de Levi, que me abandonaram quando Israel se extraviou para longe de Deus, correndo para os ídolos, deverão ser castigados por causa da sua infidelidade. Poderão ser guardas do templo, e porteiros; poderão encarregar-se do abate dos animais que forem trazidos para holocaustos, e assim ajudar o povo. Mas, pelo facto de terem encorajado o povo a prestar culto a outros deuses, levando Israel a cair num grande pecado, levantei em consequência a minha mão e garanti solenemente, diz o Senhor Deus, que hão-de ser castigados. Não poderão aproximar-se de mim para administrar como sacerdotes; não lhes será permitido tocarem em nada das minhas coisas santas; terão de carregar com essa vergonha por causa de todos os pecados que cometeram. Serão pois guardas do templo, responsáveis pelos serviços auxiliares e pela assistência ao povo, duma maneira geral.

15/16 Contudo, os filhos de Zadoque, da tribo de Levi, esses é que continuaram como meus sacerdotes no templo, na altura em que Israel me trocou pelos ídolos. Esses homens, por isso, serão os meus oficiantes; manter-se-ão na minha presença para oferecer gordura e o sangue dos sacrifícios, diz o Senhor Deus. Entrarão no meu santuário, aproximar-se-ão da minha mesa, para me prestar culto; eles cumprirão os meus regulamentos.

17 Usarão unicamente roupa de linho, quando entrarem no pátio interior; não poderão trazer sobre si nada de lã, enquanto estiverem em serviço no pátio interior, no templo. 18/19 Terão as cabeças cobertas com um turbante de linho e uns calções interiores também de linho. Não usarão nada que os faça transpirar. Quando voltarem para o pátio exterior, deverão despir as roupas que usaram durante o serviço que me prestaram, deixando-os nas câmaras santas, para evitar que o povo fosse consagrado ao tocar nessas vestiduras.

20/22 Não deverão deixar crescer demasiado o cabelo, nem rapá-lo todo. Deverão cortar o cabelo de uma forma regular e moderada. Nenhum sacerdote poderá beber vinho antes de vir para o pátio interior. Poderá casar-se, mas só com uma rapariga judia, ou com a viúva de outro sacerdote; não se casará com uma mulher divorciada.

23 Ensinará ao meu povo a diferença entre o que é santo e o que é secular, entre o que é recto e o que é errado.

24 Servirão como juízes para resolver desentendimentos entre o meu povo. As suas decisões deverão fundamentar-se em leis. Os próprios sacerdotes deverão obedecer aos regulamentos e determinações, em todas as celebrações sagradas, e farão muita atenção para que o sábado seja respeitado como dia sagrado.

25/27 Um sacerdote não se deve contaminar, aproximando-se de um corpo morto, a menos que se trate de seu pai, de sua mãe, de um filho seu, de um irmão ou irmã solteira. Em tais casos não há problema nenhum. Mas após isso terá de esperar sete dias antes de se purificar e de poder de novo cumprir com os seus deveres no templo. No primeiro dia em que retomar ao trabalho no pátio interior e no santuário, terá de oferecer um sacrifício pelo pecado de si próprio, diz o Senhor Deus.

28 Não têm o direito de possuir uma propriedade, pois que sou eu tudo aquilo que eles possuem.

29/31 O seu alimento será constituído pelos dons e sacrifícios trazidos ao templo pelo povo — as ofertas de cereais, as ofertas pelo pecado e pela culpa. Tudo aquilo que é oferecido ao Senhor pertence aos sacerdotes. Os primeiros frutos apanhados, e de uma forma geral todos os dons que se oferecem ao Senhor, vão para os sacerdotes. Os primeiros frutos de tudo também serão dados aos sacerdotes, para que o Senhor abençoe os vossos lares. Os sacerdotes nunca comerão carne de nenhuma ave ou animal que tenha morrido de morte natural ou que tenha sido morto quando atacado por outros animais.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Ezequiel 44 Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

A restauração do templo: reformas no ministério do santuário

44 Então, me fez voltar para o caminho da porta do santuário exterior, que olha para o oriente, a qual estava fechada. E disse-me o Senhor: Esta porta estará fechada, não se abrirá; ninguém entrará por ela, porque o Senhor, Deus de Israel, entrou por ela; por isso, estará fechada. Quanto ao príncipe, ele ali se assentará como príncipe, para comer o pão diante do Senhor; pelo caminho do vestíbulo da porta entrará e por esse mesmo caminho sairá. Depois, me levou pelo caminho da porta do norte, diante da casa; e olhei, e eis que a glória do Senhor encheu a Casa do Senhor; então, caí sobre o meu rosto. E disse-me o Senhor: Filho do homem, pondera no teu coração, e vê com os teus olhos, e ouve com os teus ouvidos tudo quanto eu te disser de todos os estatutos da Casa do Senhor e de todas as suas leis; e considera no teu coração a entrada da casa, com todas as saídas do santuário. E dize aos rebeldes, à casa de Israel: Assim diz o Senhor Jeová: Bastem-vos todas as vossas abominações, ó casa de Israel! Porquanto chamastes estranhos, incircuncisos de coração e incircuncisos de carne, para estarem no meu santuário, para o profanarem em minha casa, quando oferecereis o meu pão, a gordura e o sangue; e eles invalidaram o meu concerto, por causa de todas as vossas abominações. E não guardastes a ordenança das minhas coisas sagradas; antes, vos constituístes a vós mesmos guardas da minha ordenança no meu santuário.

Assim diz o Senhor Jeová: Nenhum estranho, incircunciso de coração ou incircunciso de carne, entrará no meu santuário, dentre os estranhos que se acharem no meio dos filhos de Israel. 10 Mas os levitas que se apartaram para longe de mim, quando Israel andava errado, que andavam transviados, desviados de mim, para irem atrás dos seus ídolos, bem levarão sobre si a sua iniquidade. 11 Contudo, serão ministros do meu santuário, nos cargos das portas da casa, e servirão à casa; eles degolarão o holocausto e o sacrifício para o povo e estarão perante ele, para lhe servir. 12 Porque lhes ministraram diante dos seus ídolos, e serviram à casa de Israel de tropeço de maldade; por isso, eu levantei a mão sobre eles, diz o Senhor Jeová, e eles levarão sobre si a sua iniquidade. 13 E não se chegarão a mim, para me servirem no sacerdócio, nem se chegarão a nenhuma de todas as minhas coisas sagradas, à Santidade das Santidades, mas levarão sobre si a sua vergonha e as suas abominações que cometeram. 14 Contudo, eu os constituirei guardas da ordenança da casa, em todo o seu serviço e em tudo o que nela se fizer.

15 Mas os sacerdotes levíticos, os filhos de Zadoque, que guardaram a ordenança do meu santuário, quando os filhos de Israel se extraviaram de mim, se chegarão a mim, para me servirem, e estarão diante de mim, para me oferecerem a gordura e o sangue, diz o Senhor Jeová. 16 Eles entrarão no meu santuário, e se chegarão à minha mesa, para me servirem, e guardarão a minha ordenança. 17 E será que, quando entrarem pelas portas do átrio interior, se vestirão de vestiduras de linho; e não se porá lã sobre eles, quando servirem nas portas do átrio interior, dentro da casa. 18 Coifas de linho estarão sobre a sua cabeça, e calções de linho estarão sobre os seus rins; não se cingirão de modo que lhes venha suor. 19 E, saindo eles ao átrio exterior, ao povo, no átrio exterior, despirão as suas vestiduras com que ministraram, e as porão nas santas câmaras, e se vestirão de outras vestes, para que não santifiquem o povo estando com as suas vestiduras. 20 E a cabeça não raparão, nem deixarão crescer o cabelo; antes, como convém, tosquiarão a sua cabeça. 21 E nenhum sacerdote beberá vinho quando entrar no átrio interior. 22 E eles não se casarão nem com viúva nem com repudiada, mas tomarão virgens da linhagem da casa de Israel ou viúva que for viúva de sacerdote. 23 E a meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano e o farão discernir entre o impuro e o puro. 24 E, quando houver pleito, eles assistirão a ele para o julgarem; pelos meus juízos o julgarão; e as minhas leis e os meus estatutos em todas as minhas solenidades guardarão e os meus sábados santificarão. 25 E eles não se aproximarão de nenhuma pessoa morta, porque se contaminariam; somente por pai, ou por mãe, ou por filho, ou por filha, ou por irmão, ou por irmã que não tiver marido, se poderão contaminar. 26 E, depois da sua purificação, lhe contarão sete dias. 27 E, no dia em que ele entrar no lugar santo, no átrio interior, para ministrar no lugar santo, oferecerá a sua expiação pelo pecado, diz o Senhor Jeová.

28 Eles terão uma herança; eu serei a sua herança; não lhes dareis, portanto, possessão em Israel; eu sou a sua possessão. 29 E a oferta de manjares, e o sacrifício pelo pecado, e o sacrifício pela culpa eles comerão; e toda coisa consagrada em Israel será deles. 30 E as primícias de todos os primeiros frutos de tudo e toda oferta de todas as vossas ofertas serão dos sacerdotes; também as primeiras das vossas massas dareis ao sacerdote, para que faça repousar a bênção sobre a tua casa. 31 Nenhuma coisa que tenha morrido ou tenha sido arrebatada de aves e de animais comerão os sacerdotes.

Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Copyright 2009 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados / All rights reserved.

Viewing of
Cross references
Footnotes