A A A A A
Bible Book List

1 Crônicas 26-29 O Livro (OL)

Os porteiros

26 Os porteiros do templo pertenciam à divisão de Asafe, do clã de Coré.

O seu chefe era Meselemias, filho de Coré. Os auxiliares eram os seus filhos:

Zacarias, o mais velho; Jediael, o segundo;

Zebadias, o terceiro; Jatniel, o quarto; Elão, o quinto; Jeoanã, o sexto;

Elioenai, o sétimo.

Os filhos de Obede-Edom também foram designados para porteiros do templo:

Semaías, o mais velho; Jeozabade, o segundo;

Joá, o terceiro; Sacar, o quarto;

Netanel, o quinto; Amiel, o sexto;

Issacar, o sétimo; Peuletai, o oitavo.

Que bênção Deus lhe ter dado todos estes filhos!

Os filhos de Semaías eram homens notáveis e tinham posições de grande autoridade no seu clã. Os seus nomes eram:

Otni, Refael, Obede e Elzabade.

Os seus irmãos Eliú e Semaquias foram também homens muito capazes.

Estes filhos e netos de Obede-Edom, ao todo 62, eram pessoas destacadas, particularmente bem qualificadas para o trabalho que desempenhavam.

Também os dezoito filhos e irmãos de Meselemias eram chefes notáveis.

10 Hosa, um dos do grupo de Merari, nomeou Simri como líder dos seus filhos, ainda que não fosse o mais velho. Eis os nomes de alguns dos seus outros filhos:

11 Hilquias, o segundo; Tebalias, o terceiro;

Zacarias, o quarto.

Os filhos e os irmãos de Hosa eram treze ao todo.

12 As divisões dos porteiros do templo indicavam-se segundo os nomes dos chefes. À semelhança dos outros levitas, o seu serviço era no templo. Tinham como função guardar as várias entradas. 13 Eram escolhidos por sorteio, sem se olhar à idade, nem à família a que pertenciam.

14 A responsabilidade da guarda da porta oriental coube a Selemias e ao seu grupo;

a da entrada do norte ao seu filho Zacarias, um homem de bom discernimento.

15 A entrada do sul coube a Obede-Edom e ao seu grupo; aos seus filhos foi entregue o cuidado dos armazéns.

16 A porta ocidental e a porta Salequete, que dava para o caminho que subia, ficou à responsabilidade de Supim e Hosa.

17 Seis porteiros eram escalados diariamente para a porta oriental;

quatro para a do norte,

quatro para a do sul

e dois para cada armazém.

18 Seis porteiros eram escalados diariamente para a porta do oeste; quatro para o lado do caminho que subia e dois para as áreas próximas.

19 Os guardas do templo eram escolhidos dos clãs de Coré e Merari.

Os tesoureiros e outros oficiais

20 Aos levitas chefiados por Aías foi dado o cargo de velarem pelos tesouros trazidos ao templo de Deus e que eram colocados no depósito dos objetos sagrados.

21 Estes homens de Ladã, um subclã de Gerson, eram, entre outros, Zetam e Joel, filhos de Jeieli. 22 Os filhos desse Jeieli e de seus irmãos Zetam e Joel ficaram com a responsabilidade dos tesouros do templo do Senhor. 23-24 Sebuel, filho de Gerson e neto de Moisés, era o guarda-mor do tesouro. Tinha responsabilidade sobre as divisões de Amrão, Izar, Hebrom e Uziel.

25 A linha de descendentes de Eliezer passava por Reabias, Jesaías, Jorão, Zicri e Selomite.

26 Selomote e os seus irmãos cuidavam das ofertas trazidas a Deus pelo rei David e outros líderes da nação, como governantes e oficiais do exército. 27 Estes homens consagraram os despojos de guerra para suporte dos encargos com o templo. 28 Selomite e os seus irmãos eram também responsáveis pela manutenção de tudo quanto fora dedicado a Deus pelo profeta Samuel, por Saul, filho de Cis, por Abner, filho de Ner, por Joabe, filho de Zeruía.

29 Cananias e os seus filhos, do subclã de Izar, foram designados administradores públicos e juízes.

30 Hasabias e 1700 membros do seu clã de Hebrom, todas pessoas destacadas, foram colocados como supervisores do território de Israel a oeste do rio Jordão; eram responsáveis pelos assuntos religiosos e pela administração pública nessa área. 31-32 Do clã dos hebronitas, 2700 homens competentes, sob o controlo de Jerias, ficaram com o cargo dos assuntos religiosos e da administração pública nas tribos de Rúben, Gad e meia tribo de Manassés. Estes homens, todos bem qualificados, foram nomeados de acordo com os seus antepassados e a sua habilidade, em Jazer de Gileade, no quadragésimo ano do reinado de David.

As divisões do exército

27 O exército israelita estava dividido em doze regimentos, cada um com 24 000 militares, incluindo oficiais e corpo administrativo. Estas unidades eram chamadas ao serviço ativo um mês por ano. Esta é a lista das unidades e dos seus comandantes:

2-3 o comandante da primeira divisão era Jasobeão, filho de Zabdiel, descendente de Perez; tinha sob o seu comando 24 000 militares que estavam em atividade no primeiro mês de cada ano;

o comandante da segunda divisão era Dodai, descendente de Aoí; tinha sob o seu comando 24 000 homens; o seu serviço ativo era executado no segundo mês de cada ano; Miclote era o seu ajudante;

o comandante da terceira divisão era Benaia, filho de Jeoiada; tinha sob o seu comando um exército de 24 000 homens, em serviço ativo no terceiro mês de cada ano; o comandante Benaia era filho de Jeoiada, o sumo sacerdote, chefe do grupo dos trinta oficiais de elite do exército de David; o seu filho Amizabade sucedeu-lhe no comando desta divisão;

o comandante da quarta divisão era Asael, irmão de Joabe, que mais tarde foi substituído pelo seu filho Zebadias; tinha 24 000 soldados em serviço ativo no quarto mês;

o comandante da quinta divisão era Samute, de Izra, com 24 000 homens no ativo durante o quinto mês;

o comandante da sexta divisão era Ira, filho de Iques de Tecoa; tinha 24 000 militares no ativo durante o sexto mês;

10 o comandante da sétima divisão era Helez, de Pelom em Efraim, com 24 000 homens em serviço ativo durante o sétimo mês;

11 o comandante da oitava divisão era Sibecai, do clã Husate de Zera, que tinha 24 000 soldados em serviço no oitavo mês;

12 o comandante da nona divisão era Abiezer, de Anatote, da tribo de Benjamim, que comandava 24 000 homens no nono mês;

13 o comandante da décima divisão era Maarai, de Netofa em Zera, com 24 000 em serviço no décimo mês;

14 o comandante da décima primeira divisão era Benaia, de Piraton em Efraim, com 24 000 soldados em serviço no décimo primeiro mês de cada ano;

15 o comandante da décima segunda divisão era Heldai de Netofa, na área de Otniel, que tinha sob comando 24 000 homens no décimo segundo mês.

Os oficiais das tribos

16 Os oficiais mais graduados, das tribos de Israel, eram os seguintes:

sobre a tribo de Rúben estava Eliezer, filho de Zicri;

sobre Simeão, Sefatias, filho de Maacá;

17 sobre Levi, Hasabias, filho de Quemuel;

sobre os descendentes de Aarão, Zadoque;

18 sobre Judá, Eliú, irmão do rei David;

sobre Issacar, Omri, filho de Micael;

19 sobre Zebulão, Ismaías, filho de Obadias;

sobre Naftali, Jerimote, filho de Azriel;

20 sobre Efraim, Oseias, filho de Azazias;

sobre a meia tribo de Manassés, Joel, filho de Pedaías;

21 sobre a outra meia tribo de Manassés, em Gileade, Ido, filho de Zacarias;

sobre Benjamim, Jaasiel, filho de Abner;

22 sobre Dan, Azarel, filho de Jeroão.

23 Quando David os recenseou, não incluiu os de 20 anos e mais novos, porque o Senhor prometera multiplicar o seu povo como as estrelas do céu. 24 Joabe iniciou o recenseamento, mas nunca chegou a acabá-lo, porque a ira de Deus caiu sobre Israel; o total nunca foi inscrito nas crónicas do rei David.

Os administradores do rei

25 Azmavete, filho de Adiel, era o tesoureiro do palácio real e Jónatas, filho de Uzias, era o guarda dos armazéns de cada região, cidade, aldeia e fortaleza de Israel.

26 Ezri, filho de Quelube, era o chefe do pessoal ao serviço do rei.

27 Simei de Ramate era responsável por todas as vinhas do rei;

Zabdi de Sifma encarregava-se da produção vinícola e do seu armazenamento.

28 Baal-Hanã de Gedera tinha a seu cargo os olivais e as figueiras bravas das planícies costeiras, próximo das fronteiras com os filisteus, enquanto Joás se encarregava do armazenamento do azeite.

29 Sitrai de Sarom superintendia sobre o gado, nas planícies de Sarom;

Safate, filho de Adlai, tinha também a seu cargo o gado, mas nos vales.

30 Obil, do território de Ismael, tinha a seu cargo os camelos;

Jedias de Meronote, os burros.

31 As ovelhas estavam ao cuidado de Jaziz, o hagareno.

Estes eram os superintendentes do rei David.

32 Jónatas, tio de David, era um sábio conselheiro e um homem muito instruído, e exercía a função de escriba.

Jeiel, filho de Hacmoni, era o tutor dos príncipes.

33 Aitofel era o conselheiro oficial do rei e Husai, o arquita, era o seu consultor pessoal.

34 Aitofel era assistido por Jeoiada, filho de Benaia, e por Abiatar.

Joabe era o comandante do exército israelita.

Os planos para a construção do templo

28 David convocou todos os responsáveis do reino para Jerusalém: os líderes políticos, os comandantes das doze divisões e os outros oficiais do exército, os superintendentes sobre a sua casa e propriedades, e todos os que estavam investidos de autoridade.

Levantou-se, na frente deles, e dirigiu-lhes estas palavras: “Meus irmãos e meu povo! Era meu desejo construir um templo onde a arca da aliança do Senhor pudesse repousar, um lugar onde o nosso Deus estivesse. Armazenei todo o material necessário para essa construção. Contudo, Deus disse-me: ‘Não serás tu quem construirá o meu templo, porque és um guerreiro e fizeste derramar muito sangue.’

No entanto, o Senhor, o Deus de Israel, escolheu-me a mim, de entre todos os membros da família do meu pai, para dar início à dinastia que regerá Israel para sempre. Ele escolheu a tribo de Judá e de entre as famílias de Judá, a família do meu pai. Entre os seus filhos, o Senhor agradou-se de mim e fez-me rei sobre Israel. De entre os meus filhos, e o Senhor deu-me muitos filhos, escolheu Salomão para me suceder no trono do reino de Israel, em nome do Senhor. Disse-me: ‘O teu filho Salomão construirá o meu templo; pois escolhi-o e serei para ele um Pai, e ele será meu filho. Se ele continuar a obedecer aos meus mandamentos e às minhas instruções, como até aqui, farei que o seu reino dure para sempre.’

Aqui, na presença de todos os israelitas, o povo do Senhor, ordeno que guardem cada um dos mandamentos do Senhor, vosso Deus, de forma a poderem continuar a reger esta boa terra e deixá-la aos vossos filhos, para que a governem para sempre.

E tu, Salomão, meu filho, entrega-te ao conhecimento do Deus dos teus antepassados. Adora-o e serve-o com um coração reto e uma mente predisposta, pois o Senhor conhece cada coração e todos os nossos pensamentos. Se o buscares, encontrá-lo-ás; mas se o deixares, ele rejeitar-te-á para sempre. 10 Portanto, presta atenção, porque o Senhor te escolheu para construíres o seu santo templo. Esforça-te e faz o que ele te ordena.”

11 Então David deu a Salomão a planta do templo, com as suas dependências, as salas para guardar os tesouros, os quartos nos andares superiores, os quartos interiores e do lugar do propiciatório. 12 Deu também a Salomão os planos para o pátio exterior e para os compartimentos exteriores, para as áreas de armazenamento, as salas para guardar os tesouros de dons consagrados. Foi o Espírito de Deus quem indicou tudo a David. 13 O rei passou então para as mãos de Salomão todas as instruções referentes aos ofícios dos vários grupos de sacerdotes e levitas; deu-lhe instruções específicas em relação a cada objeto a ser usado no templo, nos atos de culto e nos sacrifícios.

14 David tinha pesado ouro e prata suficientes para mandar fazer cada um desses objetos, assim como a quantidade de ouro necessária para os castiçais e lâmpadas. 15 Pesou também a prata para os candelabros e lâmpadas em prata, conforme o uso de cada um. 16 Pesou o ouro para a mesa onde seria colocado o pão de presença e para as outras mesas de ouro; fez o mesmo com a prata para as mesas de prata. 17 Pesou igualmente o ouro puro para os garfos usados para pegar a carne dos sacrifícios, e também para as bacias, taças e tigelas de ouro e prata. 18 Finalmente, pesou o ouro refinado para o altar de incenso e para os querubins de ouro, cujas asas abriam sobre a arca da aliança do Senhor.

19 “Todos estes planos”, disse David a Salomão, “foram-me dados por escrito pela mão do Senhor.”

20 Depois continuou: “Esforça-te, tem coragem e lança mãos à obra. Não te deixes atemorizar pela grandeza da tarefa, porque o Senhor, meu Deus, está contigo; não te abandonará. Ele próprio velará para que tudo se concretize. 21 Estão aí indicados os vários grupos de sacerdotes e levitas que servirão no templo. Poderá haver outros com competências variadas que servirão como voluntários. Além disso, tens o exército e a nação inteira sob as tuas ordens.”

As ofertas para a construção do templo

29 David voltou-se depois para toda a assembleia: “O meu filho Salomão, que Deus escolheu para ser o próximo rei de Israel, ainda é novo e inexperiente e a tarefa que está à sua frente é enorme, porque o templo que terá de construir não é uma edificação qualquer; é algo a ser dedicado ao Senhor Deus! Usando todos os recursos que estavam à minha disposição, juntei tudo o que me foi possível para essa construção: ouro, prata, bronze, ferro, madeira, grandes quantidades de ónix e outras pedras preciosas, joias e mármore. Visto que amo a casa do meu Deus, do meu tesouro pessoal dediquei também muita coisa para essa obra, além dos materiais de construção que estão armazenados. Essas contribuições pessoais consistem em 100 000 quilos de ouro de Ofir e 235 toneladas de prata pura, para ser usada na cobertura das paredes do edifício. Este ouro e prata também serão utilizados no fabrico de utensílios e nas decorações. Quem quer agora seguir o meu exemplo? Quem quer consagrar-se a si próprio e tudo o que tem ao Senhor?”

Então os chefes dos clãs, os cabeças das tribos, os oficiais do exército, os responsáveis da administração da casa real ofereceram voluntariamente um total de 170 toneladas, mais 84 quilos de ouro, 340 toneladas de prata, 610 toneladas de bronze e 3400 toneladas de ferro. Também ofereceram grande quantidade de joalharia, que foi depositada no tesouro do templo, à guarda de Jeiel, descendente de Gerson. Toda a gente estava feliz com esta oportunidade de serviço, pois deram de coração ao Senhor. O rei David ficou profundamente comovido de alegria.

David louva o Senhor

10 Ainda na presença de toda a assembleia, David expressou os seus louvores ao Senhor desta maneira:

Senhor, Deus do nosso pai Israel,
que o teu nome seja louvado sempre e sempre!
11 Teu é o poder e a glória e a majestade e a vitória.
Tudo o que há nos céus e na Terra te pertence,
ó Senhor, e este reino é teu.
Adoramos-te porque tudo está sob o teu controlo.
12 Riquezas e honra vêm apenas por ti;
tu és o juiz de toda a humanidade.
Teu é o poder e a força.
É por tua vontade que os homens se tornam grandes
e recebem força.
13 Ó nosso Deus, nós te louvamos
e celebramos o teu nome glorioso!

14 Quem sou eu e quem é o meu povo para te oferecermos tais coisas? Tudo o que temos vem de ti; nós apenas te damos aquilo que vem de ti! 15 Nós vivemos aqui na Terra apenas por um curto espaço de tempo, como estrangeiros numa terra que era dos nossos pais. Os nossos dias na Terra são como uma sombra que passa rapidamente, sem deixar vestígios. 16 Ó Senhor, nosso Deus, todos estes materiais que juntámos para construir um templo para o teu santo nome te pertencem! 17 Eu sei, Deus meu, que provas os homens para veres se são retos, porque te agradas de homens sinceros. Sabes que fiz tudo isto com as mais puras intenções e que velei para que o povo oferecesse os seus donativos voluntariamente e com alegria. 18 Senhor, Deus dos nossos pais Abraão, Isaque e Israel, faz com que o teu povo queira sempre obedecer-te e que o seu amor por ti nunca se altere! 19 Dá ao meu filho Salomão um coração reto para contigo, para que queira obedecer às tuas leis, mandamentos e preceitos, e procure empenhadamente finalizar a construção do teu templo para o qual fiz estes preparativos.”

20 Depois David disse a todo o povo: “Deem louvores ao Senhor, vosso Deus!” E todos louvaram o Senhor, Deus dos seus antepassados, inclinando-se diante do Senhor e do rei.

Salomão reconhecido como rei

21 No dia seguinte trouxeram 1000 novilhos, 1000 carneiros e 1000 cordeiros e ofereceram-nos em holocausto ao Senhor. Também apresentaram ofertas de vinho e muitos outros sacrifícios em favor de todo o Israel. 22 Seguidamente, comeram e beberam perante o Senhor, com grande alegria.

Novamente consagraram Salomão, o filho do rei David, como seu rei. Ungiram-no perante o Senhor como seu chefe e Zadoque como seu sacerdote. 23 Desta forma, Salomão sucedeu ao seu pai David no trono do Senhor; prosperou grandemente e todo o Israel lhe obedeceu. 24 Os líderes nacionais, os comandantes do exército e todos os seus irmãos submeteram-se ao rei Salomão.

25 O Senhor deu-lhe grande popularidade junto de todo o povo de Israel. Conseguiu angariar mais riquezas e honra do que qualquer outro rei que reinou anteriormente em Israel.

A morte de David

(1 Rs 2.10-12)

26 David, filho de Jessé, reinou em Israel 27 durante 40 anos; 7 anos em Hebrom e 33 anos em Jerusalém. 28 Morreu numa idade avançada, rico e honrado. O seu filho Salomão reinou em seu lugar.

29 A história do rei David foi escrita nas crónicas do profeta Samuel, na história escrita pelo profeta Natã e na história do vidente Gad. 30 Estas narrativas dizem respeito ao seu reino, ao seu poder e a tudo o que lhe aconteceu, a si e a Israel, assim como aos reis dos povos vizinhos.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Salmos 127 O Livro (OL)

Cântico de peregrinação. Salmo de Salomão.

127 Se não for o Senhor a construir a casa,
será inútil o trabalho dos operários.
Se não for o Senhor a guardar a cidade,
não adiantará nada a vigília das sentinelas.
De nada serve trabalhar desde a madrugada,
até altas horas da noite e comer o pão ganho com suor.
Deus quer dar aos seus filhos o justo descanso.

Os filhos que temos são uma dádiva,
são um galardão que o Senhor nos concede.
Os filhos que nascem na nossa juventude
são como flechas nas mãos de um valente guerreiro.
Felizes os que fazem uma boa provisão deles!
Nunca hão de ficar mal,
quando tiverem de se confrontar com os adversários.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes