A A A A A
Bible Book List

Ezequiel 35-37 O Livro (OL)

Profecia contra Edom

35 Recebi uma nova mensagem da parte do Senhor que dizia: “Homem mortal, volta-te para o monte de Seir e profetiza desta maneira contra o povo. Diz o Senhor Deus: Estou contra vocês e esmagar-vos-ei com o meu punho, destruir-vos-ei totalmente. Porque odeiam o meu povo de Israel, destruirei as vossas povoações e farei delas lugares totalmente assolados, de tal forma que se darão bem conta de que eu sou o Senhor.

Vocês exterminaram o meu povo, foram o seu inimigo perpétuo, numa altura em que a calamidade lhes caiu em cima, visto que tinha chegado o tempo de os castigar, por causa dos seus pecados. Tão certo como eu viver, diz o Senhor Deus, que vos farei submergir num mar de sangue! Considerando que não rejeitaram o espírito da morte, ele vos alcançará! Liquidarei totalmente o povo do monte de Seir e serão abatidos tanto os que fogem dali como os que procurem correr para lá. Os vossos vales ficarão cheios de mortos, não só os vales, mas os montes e os ribeiros; tudo ficará repleto com os que morrem pela guerra. E será de tal forma que nunca mais tornarão a viver. Serão abandonados para sempre. As vossas cidades não mais serão reconstruídas. E nessa altura, saberão que eu sou o Senhor!

10 Dizem vocês: ‘Tanto Israel como Judá são já nossos. Tomaremos posse deles. Que nos interessa a nós que Deus lá esteja?’ 11 Então, tão certo como eu viver, diz o Senhor Deus, que lhes darei a recompensa dos seus atos malvados contra o meu povo. Castigar-vos-ei por tudo o que de ignominioso e odioso fizeram. 12 Farei com que o meu nome seja honrado em Israel, por causa daquilo que vos farei. E dar-se-ão conta de que eu ouvi cada palavra que falaram contra o Senhor, dizendo: ‘O seu povo está desguarnecido! Eles são alimento para nós comermos!’ 13 Diziam essas coisas e ao mesmo tempo vangloriavam-se contra mim. E eu ouvi tudo! 14 Todo o mundo ficará contente, quando virem o que vos fiz, diz o Senhor Deus. 15 Regozijaram-se com o triste destino de Israel. Agora serei eu quem ficará satisfeito com o vosso! Vocês serão açoitados, ó povo do monte Seir, e todos os que vivem em Edom. Depois verão que eu sou o Senhor!

Profecia às montanhas de Israel

36 Homem mortal profetiza contra as montanhas de Israel. Diz-lhes assim: Ouçam esta mensagem do Senhor! Assim diz o Senhor Deus: Os vossos inimigos escarneceram e reclamaram as vossas antigas elevações como se lhes pertencessem. Devoraram-vos por todos os lados e mandaram-vos como escravos para muitos países. Troçaram de vocês e infamaram-vos, diz o Senhor Deus. Por isso, ó montes de Israel, ouçam a palavra do Senhor Deus, o que ele diz às colinas e às montanhas, às torrentes e aos vales, às propriedades destruídas e às cidades assoladas e devastadas, escarnecidas por gente de nações pagãs de todo o lado. A minha indignação está acendida contra estas nações, especialmente contra Edom, por se terem apropriado da minha terra jubilosamente, com todo o desprezo por mim, e por a terem tornado alvo de rapina, diz o Senhor Deus. Por isso, profetiza e diz às colinas e aos montes, às torrentes e aos vales de Israel: Diz o Senhor Deus, no meu zelo estou cheio de ira, por terem passado tanta vergonha perante as nações vizinhas. Por isso, jurei com a minha mão levantada que chegou a altura dessas nações serem elas mesmas cobertas de vergonha, diz o Senhor Deus.

Quanto a vocês, montes de Israel, irão voltar a viver tempos felizes. Hão de ter abundantes colheitas à espera, quando regressarem, o que em breve há de acontecer! Vejam bem, eu estou do vosso lado! Hei de vir ajudar-vos, quando estiverem a preparar a terra e a semear. 10 Aumentarei sensivelmente a vossa população em toda a terra de Israel; as cidades arruinadas serão reconstruídas e ficarão cheias de gente. 11 Não será apenas a população a crescer em número; os rebanhos e as manadas também se multiplicarão. As montanhas de Israel hão de ficar de novo cheias de casas de habitação e farei por vocês ainda mais do que fiz anteriormente. E ficarão a saber que eu sou o Senhor. 12 O meu povo percorrerá novamente toda a terra, porque se tornou outra vez a sua possessão; essa terra será sua herança, de novo, e nunca mais deixarão que os seus filhos morram de fome!

13 Diz o Senhor Deus: Na verdade, as outras nações insultaram-vos dizendo: ‘Israel é uma terra que devora os seus filhos!’ 14 Mas nunca mais tornarão a dizer isto. Hão de crescer as percentagens de natalidade e as taxas de mortalidade infantil diminuirão drasticamente, diz o Senhor Deus. 15 Esses outros povos pagãos nunca mais hão de rir de vocês, porque vocês nunca mais farão tropeçar a vossa nação, diz o Senhor Deus.”

16 Veio a mim mais esta palavra de Deus. 17 “Homem mortal, quando o povo de Israel vivia na sua própria terra, sujou-a com os seus atos malvados; o culto que me prestava era tão sujo, tão impuro como uma mulher na menstruação. 18 Poluíram a terra com assassínios e com idolatria. Por isso, derramei sobre eles o meu furor. 19 Mandei-os exilados para muitas terras. Dessa maneira, castiguei-os por todo o mal que deixaram entrar nas suas vidas. 20 Mas quando se espalharam entre as nações, tornaram-se num meio de profanação do meu santo nome, porque dizem, ao vê-los: ‘Cá está esse tal povo cujo Deus não foi capaz de proteger, quando se encontrava em aperto!’ 21 Por isso, estou preocupado com o facto que meu povo arruinou a minha reputação por esse mundo fora.

22 Portanto, dirige-te ao povo de Israel. Diz o Senhor Deus: Voltarei a trazer-vos de volta, mas não porque o tenham merecido. Faço isso para preservar o prestígio do meu santo nome que vocês profanaram entre as nações. 23 Darei honra ao meu grande nome, que vocês mancharam, e todos os povos do mundo saberão que eu sou o Senhor. Serei exaltado perante eles pelo facto de vos ter trazido do exílio, diz o Senhor Deus.

24 Sim, vou trazer-vos de novo para a vossa terra de Israel! 25 Será como se vos tivesse aspergido com água pura. Ficarão limpos. A vossa imundícia e a vossa idolatria desaparecerá. 26 Dar-vos-ei um novo coração e porei em vocês um novo espírito. Tirarei o vosso coração de pedra, de pecado, e porei no seu lugar um coração sensível. 27 Porei em vocês o meu Espírito, de tal forma que obedecerão às minhas leis e farão tudo o que vos mandar. 28 Viverão em Israel, a terra que dei aos vossos antepassados há muito tempo. Vocês serão o meu povo e eu serei o vosso Deus. 29 Purificar-vos-ei dos vossos pecados. Eliminarei da vossa terra os maus anos de colheita de trigo e a fome. 30 Multiplicarei as vossas searas, o fruto dos vossos pomares e dos vossos campos; nunca mais os povos vizinhos terão ocasião de zombar de vocês, por causa das fomes que vos assolaram. 31 Hão de então lembrar-se dos vossos pecados do passado e chegarão a ter nojo de todo o mal que praticaram. 32 No entanto, lembrem-se sempre disto: não é por causa daquilo que são ou não são que faço isso, mas por minha causa. Ó meu povo de Israel, envergonhem-se profundamente por aquilo que fizeram!, diz o Senhor Deus.

33 O Senhor Deus diz: Quando vos limpar dos vossos pecados, vou trazer-vos de novo para a vossa terra, para Israel, e farei com que tudo seja reconstruído, a partir das ruínas que existem. 34 Campos que permaneceram, durante anos a fio, completamente assolados como uma terra no deserto, serão outra vez cultivados. 35 Todos os que por ali passavam ficavam chocados com a extensão das ruínas. Mas quando eu vos trouxer de novo para lá dirão: ‘Esta terra de que Deus se esqueceu, tornou-se como o jardim do Éden! As cidades arruinadas foram reconstruídas e estão cheias de habitantes!’ 36 Essas nações dos arredores, aquelas que conseguiram permanecer, saberão que eu, o Senhor, reedifico sobre ruínas e planto em terras devastadas ricas searas. Eu, o Senhor, o prometi! Eu próprio o realizarei!

37 Diz o Senhor Deus: Estou pronto a ouvir as orações de Israel, pedindo estas bênçãos e a responder-lhes, garantindo-lhes aquilo que pretendem. Basta apenas que peçam e multiplicá-los-ei como os imensos rebanhos 38 que enchem as ruas de Jerusalém em dias de sacrifício. As cidades arruinadas tornarão a encher-se de multidões e toda a gente verificará que eu sou o Senhor!”

O vale de ossos secos

37 A mão do Senhor desceu sobre mim e fui transportado pelo Espírito de Deus a um vale cheio de ossadas. Fez-me andar por ali, pelo meio duma quantidade enorme de ossos já extremamente ressequidos. E disse-me:

“Homem mortal, poderão estes ossos tornar-se novamente em pessoas?”

Senhor Deus, só tu sabes se isso é possível”, respondi. Então mandou que eu profetizasse para aqueles ossos o seguinte: “Ossos secos, ouçam a palavra de Deus! Porque o Senhor Deus vos diz: Vejam! Soprarei sobre vocês e tornarão a viver! Serão revestidos de carne, de nervos e cobertos com pele; soprarei sobre vocês o espírito e hão de viver e saber que eu sou o Senhor!”

Falei-lhes pois essas palavras da parte de Deus, tal como me disse, e começou a ouvir-se um ruído por todo o vale, ainda enquanto eu falava. Tudo se agitava, os ossos juntando-se uns com os outros, de acordo com a estrutura do corpo. Continuei a olhar e vi que se iam revestindo de carne e de nervos; depois cobriram-se de pele. No entanto, faltava-lhes a vida.

Por isso, disse-me que mandasse vir o espírito sobre eles, assim: “Diz o Senhor Deus: Vem dos quatro pontos cardiais, ó espírito, e sopra sobre estes corpos inertes para que vivam!” 10 Disse então isso mesmo e os corpos puseram-se a mexer com vida; levantaram-se e formavam um exército imenso de gente.

11 Disse-me Deus: “Estes ossos representam todo o povo de Israel. Eles falam assim: ‘Não passamos dum montão de ossos ressequidos; já não nos resta esperança de espécie alguma!’ 12 No entanto, diz-lhe isto da parte do Senhor Deus: Povo meu, hei de abrir-vos as sepulturas e fazer com que se levantem e regressem à terra de Israel. 13 Por fim, ó meu povo, hão de saber que eu sou o Senhor, quando abrir a vossa sepultura e vos fizer sair dela. 14 Porei o meu Espírito sobre vocês, para que vivam, e hão de regressar à vossa terra natal. Dar-se-ão conta, nessa altura, de que eu, o Senhor, fiz aquilo que vos prometi.”

Uma nação sob um rei

15 Recebi novamente uma mensagem da parte do Senhor, dizendo: 16 “Pega numa vara e grava nela os seguintes dizeres: ‘Esta vara representa Judá e as outras tribos suas aliadas.’ Pega depois noutra vara e escreve estas outras palavras: ‘Esta vara representa Efraim e todas as outras tribos de Israel.’ 17 Seguidamente, junta-as na tua mão, como se fossem uma só.

18 Quando o teu povo te perguntar: ‘Não nos explicarás o que tudo isto significa?’ 19 Dirás aos filhos do teu povo, pegando nas varas, de forma que as vejam bem, o que o Senhor Deus lhes comunica: Tomarei as tribos de Israel e juntá-las-ei a Judá, de forma a que na minha mão se tornem numa só tribo. 20 Segura firme e diante dos olhos do povo as duas varas de madeira sobre as quais escreveste. 21 Diz-lhes em seguida o que o Senhor Deus diz: Estou a juntar o povo de Israel do meio de todas as nações e vou trazê-lo para casa; vou trazê-lo à sua terra natal de todas as partes do mundo. 22 Unificarei o povo numa só nação e terão um só rei sobre eles. Nunca mais estarão divididos em duas nações. 23 Deixarão de se contaminar a si próprios com idolatria e outros pecados. Purificá-los-ei de todas essas abominações. Então, serão o meu verdadeiro povo e eu serei o seu Deus.

24 David, o meu servo será o seu rei, o seu único pastor. Obedecerão às minhas leis e a toda a minha vontade. 25 Habitarão na terra de Israel, essa terra onde os seus pais moraram e que eu dei ao meu servo Jacob. Tal como eles, também os seus filhos e todos os seus descendentes, pelas gerações fora, viverão ali. O meu servo David será o seu chefe para sempre. 26 Farei com eles uma aliança de paz, uma aliança eterna. Abençoá-los-ei e os multiplicarei. 27 O meu templo levantar-se-á para sempre no meio deles. Sim, a minha casa ali estará entre eles. Eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. 28 Com o meu templo no meio deles, as nações verificarão que eu, o Senhor, elegi Israel para ser o alvo especial das minhas bênçãos.”

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Ezequiel 35-37 Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Profecia contra o monte Seir

35 E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, dirige o rosto contra o monte Seir e profetiza contra ele. E dize-lhe: Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu estou contra ti, ó monte Seir, e estenderei a mão contra ti, e te porei em assolação e espanto. As tuas cidades porei em solidão, e tu te tornarás em assolação; e saberás que eu sou o Senhor. Pois que guardas inimizade perpétua e abandonaste os filhos de Israel à violência da espada, no tempo da extrema iniquidade. Por isso, vivo eu, diz o Senhor Jeová, que te preparei para sangue, e o sangue te perseguirá; visto que não aborreceste o sangue, o sangue te perseguirá. E farei do monte Seir uma extrema assolação e exterminarei dele o que por ele passa e o que por ele volta. E encherei os seus montes dos seus traspassados; nos teus outeiros, e nos teus vales, e em todas as tuas correntes, cairão os traspassados à espada. Em assolações perpétuas, te porei, e as tuas cidades nunca mais serão habitadas; assim sabereis que eu sou o Senhor.

10 Visto como dizes: Os dois povos e as duas terras serão meus, e os possuiremos, sendo que o Senhor se achava ali, 11 portanto, vivo eu, diz o Senhor Jeová, que usarei conforme a tua ira e conforme a tua inveja, com que, no teu ódio, usaste contra eles; e serei conhecido deles, quando te julgar. 12 E saberás que eu, o Senhor, ouvi todas as tuas blasfêmias, que proferiste contra os montes de Israel, dizendo: estão assolados, a nós nos são entregues por pasto. 13 Vós vos engrandecestes contra mim com a vossa boca e multiplicastes as vossas palavras contra mim; eu o ouvi. 14 Assim diz o Senhor Jeová: Enquanto se alegra toda a terra, a ti te porei em assolação. 15 Como te alegraste com a herança da casa de Israel, porque foi assolada, assim te farei a ti; assolado serás, ó monte Seir, e todo o Edom, sim, todo; e saberão que eu sou o Senhor.

Profecia aos montes de Israel

36 E tu, ó filho do homem, profetiza aos montes de Israel e dize: Montes de Israel, ouvi a palavra do Senhor. Assim diz o Senhor Jeová: Pois que diz o inimigo sobre vós: Ah! Ah! Até as eternas alturas serão nossa herança; portanto, profetiza e dize: Assim diz o Senhor Jeová: Visto que vos assolaram e devoraram em redor, para que ficásseis feitos herança do resto das nações, e andais em lábios paroleiros e na infâmia do povo, portanto, ouvi, ó montes de Israel, a palavra do Senhor Jeová: Assim diz o Senhor Jeová aos montes e aos outeiros, às correntes e aos vales, aos lugares assolados e solitários e às cidades desamparadas, que se tornaram rapina e escárnio para o resto das nações que estão ao redor delas. Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Certamente, no fogo do meu zelo, falei contra o resto das nações e contra todo o Edom. Eles se apropriaram da minha terra, com alegria de todo o coração e com menosprezo de alma, para ser lançada à rapina. Portanto, profetiza sobre a terra de Israel e dize aos montes, e aos outeiros, e às correntes, e aos vales: Assim diz o Senhor Jeová: Eis que falei no meu zelo e no meu furor, porque levastes sobre vós o opróbrio dos gentios. Portanto, assim diz o Senhor Jeová: Eu levantei a mão, para que os gentios que estão ao redor de vós levem o seu opróbrio sobre si mesmos.

Mas vós, ó montes de Israel, vós produzireis os vossos ramos e dareis o vosso fruto para o meu povo de Israel; porque estão prestes a vir. Porque eis que eu estou convosco; e eu me voltarei para vós, e sereis lavrados e semeados. 10 E multiplicarei homens sobre vós, a toda a casa de Israel, sim, a toda ela; e as cidades serão habitadas, e os lugares devastados serão edificados. 11 E multiplicarei homens e animais sobre vós; e eles se multiplicarão e frutificarão; e vos farei habitar como dantes e farei vosso estado melhor que nos vossos princípios; e sabereis que eu sou o Senhor. 12 E farei andar sobre vós os homens, o meu povo de Israel; eles te possuirão, e serás a sua herança e nunca mais os desfilharás. 13 Assim diz o Senhor Jeová: Visto como vos dizem: Tu és uma terra que devora os homens e és uma terra que desfilha os seus povos; 14 por isso, tu não devorarás mais os homens, nem desfilharás mais os teus povos, diz o Senhor Jeová. 15 E farei que nunca mais se ouça em ti a afronta dos gentios; e não levarás mais sobre ti o opróbrio das nações, nem mais desfilharás a tua nação, diz o Senhor Jeová.

A restauração de Israel

16 E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 17 Filho do homem, quando a casa de Israel habitava na sua terra, então, a contaminaram com os seus caminhos e com as suas ações; como a imundícia de uma mulher em sua separação, tal era o seu caminho perante o meu rosto. 18 Derramei, pois, o meu furor sobre eles, por causa do sangue que derramaram sobre a terra e dos seus ídolos com que a contaminaram. 19 E os espalhei entre as nações, e foram espalhados pelas terras; conforme os seus caminhos e conforme os seus feitos, eu os julguei. 20 E, chegando às nações para onde foram, profanaram o meu santo nome, pois se dizia deles: Estes são o povo do Senhor e saíram da sua terra. 21 Mas eu os poupei por amor do meu santo nome, que a casa de Israel profanou entre as nações para onde foi.

22 Dize, portanto, à casa de Israel: Assim diz o Senhor Jeová: Não é por vosso respeito que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu santo nome, que profanaste entre as nações para onde vós fostes. 23 E eu santificarei o meu grande nome, que foi profanado entre as nações, o qual profanastes no meio delas; e as nações saberão que eu sou o Senhor, diz o Senhor Jeová, quando eu for santificado aos seus olhos. 24 E vos tomarei dentre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra. 25 Então, espalharei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. 26 E vos darei um coração novo e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei o coração de pedra da vossa carne e vos darei um coração de carne. 27 E porei dentro de vós o meu espírito e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. 28 E habitareis na terra que eu dei a vossos pais, e vós me sereis por povo, e eu vos serei por Deus. 29 E vos livrarei de todas as vossas imundícias; e chamarei o trigo, e o multiplicarei, e não trarei fome sobre vós. 30 E multiplicarei o fruto das árvores e a novidade do campo, para que nunca mais recebais o opróbrio da fome entre as nações. 31 Então, vos lembrareis dos vossos maus caminhos e dos vossos feitos, que não foram bons; e tereis nojo em vós mesmos das vossas maldades e das vossas abominações. 32 Não é por amor de vós que eu faço isso, diz o Senhor Jeová; notório vos seja: envergonhai-vos e confundi-vos pelos vossos caminhos, ó casa de Israel.

33 Assim diz o Senhor Jeová: No dia em que eu vos purificar de todas as vossas maldades, então, farei com que sejam habitadas as cidades e sejam edificados os lugares devastados. 34 E a terra assolada se lavrará, em vez de estar assolada aos olhos de todos os que passam. 35 E dirão: Esta terra assolada ficou como jardim do Éden; e as cidades solitárias, e assoladas, e destruídas estão fortalecidas e habitadas. 36 Então, saberão as nações que ficarem de resto em redor de vós que eu, o Senhor, tenho reedificado as cidades destruídas e plantado o que estava devastado; eu, o Senhor, o disse e o farei.

37 Assim diz o Senhor Jeová: Ainda por isso me pedirá a casa de Israel, que lho faça: multiplicar-lhes-ei os homens, como a um rebanho. 38 Como o rebanho santificado, como o rebanho de Jerusalém nas suas solenidades, assim as cidades desertas se encherão de famílias; e saberão que eu sou o Senhor.

A visão de um vale de ossos secos

37 Veio sobre mim a mão do Senhor; e o Senhor me levou em espírito, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale e estavam sequíssimos. E me disse: Filho do homem, poderão viver estes ossos? E eu disse: Senhor Jeová, tu o sabes. Então, me disse: Profetiza sobre estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor. Assim diz o Senhor Jeová a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis. E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o Senhor.

Então, profetizei como se me deu ordem; e houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se juntaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito. E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor Jeová: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. 10 E profetizei como ele me deu ordem; então, o espírito entrou neles, e viveram e se puseram em pé, um exército grande em extremo.

11 Então, me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel; eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós estamos cortados. 12 Portanto, profetiza e dize-lhes: Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu abrirei as vossas sepulturas, e vos farei sair das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. 13 E sabereis que eu sou o Senhor, quando eu abrir as vossas sepulturas e vos fizer sair das vossas sepulturas, ó povo meu. 14 E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra, e sabereis que eu, o Senhor, disse isso e o fiz, diz o Senhor.

15 E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 16 Tu, pois, ó filho do homem, toma um pedaço de madeira e escreve nele: Por Judá e pelos filhos de Israel, seus companheiros. E toma outro pedaço de madeira e escreve nele: Por José, vara de Efraim, e por toda a casa de Israel, seus companheiros. 17 E ajunta um ao outro, para que se unam e se tornem um só na tua mão. 18 E, quando te falarem os filhos do teu povo, dizendo: Não nos declararás o que significam estas coisas? 19 Tu lhes dirás: Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu tomarei a vara de José, que esteve na mão de Efraim, e as das tribos de Israel, suas companheiras, e as ajuntarei à vara de Judá, e farei delas uma só vara, e elas se farão uma só na minha mão. 20 E os pedaços de madeira sobre que houveres escrito estarão na tua mão, perante os olhos deles. 21 Dize-lhes, pois: Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu tomarei os filhos de Israel de entre as nações para onde eles foram, e os congregarei de todas as partes, e os levarei à sua terra. 22 E deles farei uma nação na terra, nos montes de Israel, e um rei será rei de todos eles; e nunca mais serão duas nações; nunca mais para o futuro se dividirão em dois reinos. 23 E nunca mais se contaminarão com os seus ídolos, nem com as suas abominações, nem com as suas prevaricações; e os livrarei de todos os lugares de sua residência em que pecaram e os purificarei; assim, eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus.

24 E meu servo Davi reinará sobre eles, e todos eles terão um pastor; e andarão nos meus juízos, e guardarão os meus estatutos, e os observarão. 25 E habitarão na terra que dei a meu servo Jacó, na qual habitaram vossos pais; e habitarão nela, eles, e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre; e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente. 26 E farei com eles um concerto de paz; e será um concerto perpétuo; e os estabelecerei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre. 27 E o meu tabernáculo estará com eles, e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. 28 E as nações saberão que eu sou o Senhor que santifico a Israel, quando estiver o meu santuário no meio deles, para sempre.

Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Copyright 2009 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados / All rights reserved.

Viewing of
Cross references
Footnotes