A A A A A
Bible Book List

Provérbios 19O Livro (OL)

19 Uma pessoa honesta, ainda que pobre, é sempre alguém a quem se dá valor. Um caluniador, e ainda por cima de inteligência limitada, ninguém o considera.

Uma intenção expressa irreflectidamente não é bom, e quem é precipitado nos seus actos peca.

Uma pessoa pode dar cabo da sua vida por causa da sua má cabeça, e no fim acaba por culpar Deus pelo que lhe acontece!

As riquezas arranjam sempre muitos amigos, e quando alguém empobrece, até o seu melhor amigo é capaz de o deixar!

Não será impunemente que alguém serve de falsa testemunha, e quem diz mentiras não escapará.

Muita gente procura lisonjear os poderosos. E quanta gente não se torna logo amiga de quem lhe sabe dar presentes!

Se até os irmãos do pobre o aborrecem e se afastam dele envergonhados, quanto mais os que se dizem apenas seus amigos! Por muito que explique e que fale, não lhe ligam.

Quem obtém entendimento é porque procura cuidar com inteligência do seu próprio ser, e quem mantém a sua razão esclarecida prosperará.

Uma falsa testemunha não ficará sem castigo, e o mentiroso virá a ser apanhado!

10 Não parece certo a ninguém que um tolo venha a ser bem sucedido na vida. Também é coisa errada que um servo se ponha a dar ordens a quem foi investido de autoridade.

11 Um indivíduo sensato procura controlar a sua irritação e não valorizar as ofensas. Isto afinal só vem contribuir para o seu prestígio.

12 A ira daquele que governa um povo é tão perigosa como a do leão. Mas a sua simpatia refresca e renova, como o orvalho que cai sobre a natureza.

13 Um filho insensato é uma grande calamidade para os pais. Uma mulher sempre a ralhar faz o mesmo efeito que gotas caindo continuamente sobre a cabeça de alguém!

14 Uma casa e riquezas são coisas que se pode receber como uma simples herança. Mas uma esposa sensata é verdadeiramente um dom de Deus!

15 A preguiça faz mergulhar num profundo torpor, e o estômago do negligente acaba por sofrer de fome!

16 Quem guarda os mandamentos de Deus guarda-se a si próprio; ignorá-los pela indiferença significa a morte.

17 Quem dá aos pobres empresta a Deus, o qual virá a pagar com juros largamente vantajosos.

18 Corrige o teu filho enquanto é novo, enquanto ainda há esperança. Se não o fizeres arruinarás a sua vida.

19 Uma pessoa que perde a calma e que se irrita violentamente terá de vir a sofrer as consequências da sua atitude. Se os outros vierem a desculpá-lo, estão a incitá-lo a recomeçar os seus excessos.

20 Ouve os conselhos que te derem e aceita as correcções, para que sejas sábio todo o resto da tua vida.

21 Muitos são os projectos que se formam no espírito dos homens, mas só os planos de Deus perduram.

22 Uma pessoa bondosa torna-se, naturalmente, simpática. Vale mais ser-se pobre do que desonesto.

23 O temor de Deus produz uma verdadeira vida, dá felicidade e protege do mal!

24 Há gente tão preguiçosa que até lhe custa levar a mão à boca para comer.

25 Se castigares o escarnecedor, outros haverá como ele que ao ver isso procurarão corrigir-se. As pessoas sensatas são capazes de, através das críticas que lhes possam fazer, ficar mais sabedoras ainda.

26 Um filho que maltrata ou que aflige os seus pais torna-se uma vergonha social.

27 Quando te estiverem a ensinar coisas, nunca deixes que te desviem daquele conhecimento que já verificaste ser correcto.

28 A falsa testemunha não quer saber da justiça para nada. A boca da gente má ingere iniquidade.

29 Há castigo já preparado para os que desprezam a sabedoria, ou que lhe ficam indiferentes.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes