A A A A A
Bible Book List

Provérbios 14O Livro (OL)

14 Uma mulher sabedora compreende como deve construir a sua casa, mas uma louca é capaz até de a destruir toda, à custa do seu desvario.

A honestidade é coisa que honra o Senhor. O pecador que se desvia do seu caminho está a desprezá-lo.

Nas palavras do louco germina o orgulho! Mas a fala do entendido é respeitada.

Um estábulo vazio de animais permanece limpo. Mas o certo é que também com um estábulo limpo não há ganhos.

Uma testemunha digna de confiança não mentirá. Uma falsa testemunha respira mentira!

O escarnecedor nunca chega a encontrar a sabedoria de que diz andar à procura, ainda que esta chegue facilmente até às pessoas de bom senso.

Se procuras conselhos, afasta-te da gente insensata.

A sabedoria duma pessoa sensata manifesta-se preparando o futuro. O louco revela a sua insensatez enganando-se a si mesmo.

Os loucos fazem pouco do pecado. Os que respeitam Deus conhecem-se pela sua vontade em fazer o bem.

10 Só a própria pessoa sabe medir a amargura ou a alegria que lhe vai na alma. Os outros nunca poderão realmente compartilhar dos seus sentimentos.

11 A casa dos que recusam Deus virá a ser destruída; enquanto que a habitação da gente recta florescerá.

12 Diante de cada ser humano abre-se um caminho que parece ser uma via segura, mas que acaba por levar à morte.

13 O riso pode esconder um coração amargurado. Acabada a alegria, a tristeza torna a vir ao de cima.

14 O traidor acabará por ter nojo da sua falsidade; mas a vida dos rectos é cheia de interesse.

15 Só os simplórios acreditam em tudo quanto se lhes diz. Um indivíduo sensato procura certificar-se das situações.

16 Uma pessoa com entendimento é cautelosa. Os tolos atiram-se de cabeça, com toda a confiança, seja para onde for.

17 Quem se irrita com facilidade vem sempre a fazer disparates, e naturalmente tende a aborrecer os que se controlam.

18 Os simples recebem como herança a estupidez, mas os que têm discernimento têm em paga o conhecimento.

19 Os maus e os pecadores virão certamente um dia a inclinar-se perante os justos.

20 O pobre até pelos seus companheiros é desprezado, enquanto que os ricos têm muitos amigos.

21 Desprezar o seu semelhante é um pecado. Abençoados serão os que se interessam pela situação dos mais desfavorecidos.

22 Os que praticam o mal perdem-se na vida. Mas os que sabem fazer planos de bem terão em paga o bem e a tranquilidade.

23 O trabalho traz ganhos. A muita conversa traz pobreza.

24 Os sábios são louvados pelo seu entendimento. Os loucos são postos de parte por causa da sua insensatez.

25 Uma testemunha de confiança que diz a verdade pode até salvar uma pessoa. Uma falsa testemunha é traição.

26 Temer Deus dá ao homem grande força interior; e até os seus filhos encontrarão nisso protecção.

27 O reverenciar o Senhor é uma fonte de vida; as suas águas livram da morte.

28 Uma população que se desenvolve é a glória dos governantes; a sua redução é a ruína deles.

29 Uma pessoa com entendimento sabe controlar o seu temperamento. Ela dá-se conta de que a irritação leva a muitos enganos.

30 Um coração em paz prolonga a vida; mas a inveja faz apodrecer os ossos.

31 Quem oprime os pobres e os fracos insulta o Criador dos homens. Ajudá-los é honrar Deus.

32 Os pecadores serão expulsos por causa dos seus pecados; mas o justo, mesmo quando morre, encontrará um refúgio.

33 A sabedoria está bem assente no coração das pessoas de bom senso. Contudo, para os loucos, ela tem de ser gritada bem forte, a fim de que possam ouvi-la.

34 A justiça exalta as nações, mas o pecado faz miseráveis os povos.

35 O rei alegra-se com aqueles que sabem o que devem fazer quando estão ao seu serviço. A sua cólera cairá sobre os que se tornam uma fonte de perturbações.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes