A A A A A
Bible Book List

Números 26:1-27:11 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

O Segundo Recenseamento

26 Depois da praga, o Senhor disse a Moisés e a Eleazar, filho do sacerdote Arão: “Façam um recenseamento de toda a comunidade de Israel, segundo as suas famílias; contem todos os de vinte anos para cima que possam servir no exército de Israel”. Nas campinas de Moabe, junto ao Jordão, frente a Jericó, Moisés e o sacerdote Eleazar falaram com eles e disseram: “Façam um recenseamento dos homens de vinte anos para cima”, conforme o Senhor tinha ordenado a Moisés.

Estes foram os israelitas que saíram do Egito:

Os descendentes de Rúben, filho mais velho de Israel, foram:

de Enoque, o clã enoquita;

de Palu, o clã paluíta;

de Hezrom, o clã hezronita;

de Carmi, o clã carmita.

Esses foram os clãs de Rúben; foram contados 43.730 homens.

O filho de Palu foi Eliabe, e os filhos de Eliabe foram Nemuel, Datã e Abirão. Estes, Datã e Abirão, foram os líderes da comunidade que se rebelaram contra Moisés e contra Arão, estando entre os seguidores de Corá quando se rebelaram contra o Senhor. 10 A terra abriu a boca e os engoliu juntamente com Corá, cujos seguidores morreram quando o fogo devorou duzentos e cinqüenta homens, que serviram como sinal de advertência. 11 A descendência de Corá, contudo, não desapareceu.

12 Os descendentes de Simeão segundo os seus clãs foram:

de Nemuel, o clã nemuelita;

de Jamim, o clã jaminita;

de Jaquim, o clã jaquinita;

13 de Zerá, o clã zeraíta;

de Saul, o clã saulita.

14 Esses foram os clãs de Simeão; havia 22.200 homens.

15 Os descendentes de Gade segundo os seus clãs foram:

de Zefom, o clã zefonita;

de Hagi, o clã hagita;

de Suni, o clã sunita;

16 de Ozni, o clã oznita;

de Eri, o clã erita;

17 de Arodi[a], o clã arodita;

de Areli, o clã arelita.

18 Esses foram os clãs de Gade; foram contados 40.500 homens.

19 Er e Onã eram filhos de Judá, mas morreram em Canaã.

20 Os descendentes de Judá segundo os seus clãs foram:

de Selá, o clã selanita;

de Perez, o clã perezita;

de Zerá, o clã zeraíta.

21 Os descendentes de Perez foram:

de Hezrom, o clã hezronita;

de Hamul, o clã hamulita.

22 Esses foram os clãs de Judá; foram contados 76.500 homens.

23 Os descendentes de Issacar segundo os seus clãs foram:

de Tolá, o clã tolaíta;

de Puá, o clã punita[b];

24 de Jasube, o clã jasubita;

de Sinrom, o clã sinronita.

25 Esses foram os clãs de Issacar; foram contados 64.300 homens.

26 Os descendentes de Zebulom segundo os seus clãs foram:

de Serede, o clã seredita;

de Elom, o clã elonita;

de Jaleel, o clã jaleelita.

27 Esses foram os clãs de Zebulom; foram contados 60.500 homens.

28 Os descendentes de José segundo os seus clãs, por meio de Manassés e Efraim, foram:

29 Os descendentes de Manassés:

de Maquir, o clã maquirita

(Maquir foi o pai de Gileade);

de Gileade, o clã gileadita.

30 Estes foram os descendentes de Gileade:

de Jezer, o clã jezerita;

de Heleque, o clã helequita;

31 de Asriel, o clã asrielita;

de Siquém, o clã siquemita;

32 de Semida, o clã semidaíta;

de Héfer, o clã heferita.

33 (Zelofeade, filho de Héfer,

não teve filhos; teve somente filhas,

cujos nomes eram

Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza.)

34 Esses foram os clãs de Manassés; foram contados 52.700 homens.

35 Os descendentes de Efraim segundo os seus clãs foram:

de Sutela, o clã sutelaíta;

de Bequer, o clã bequerita;

de Taã, o clã taanita.

36 Estes foram os descendentes de Sutela:

de Erã, o clã eranita.

37 Esses foram os clãs de Efraim; foram contados 32.500 homens.

Esses foram os descendentes de José segundo os seus clãs.

38 Os descendentes de Benjamim segundo os seus clãs foram:

de Belá, o clã belaíta;

de Asbel, o clã asbelita;

de Airã, o clã airamita;

39 de Sufã[c], o clã sufamita;

de Hufã, o clã hufamita.

40 Os descendentes de Belá, por meio de Arde e Naamã, foram:

de Arde[d], o clã ardita;

de Naamã, o clã naamanita.

41 Esses foram os clãs de Benjamim; foram contados 45.600 homens.

42 Os descendentes de Dã segundo os seus clãs foram:

de Suã, o clã suamita.

Esses foram os clãs de Dã, 43 todos eles clãs suamitas; foram contados 64.400 homens.

44 Os descendentes de Aser segundo os seus clãs foram:

de Imna, o clã imnaíta;

de Isvi, o clã isvita;

de Berias, o clã beriaíta;

45 e dos descendentes de Berias:

de Héber, o clã heberita;

de Malquiel, o clã malquielita.

46 Aser teve uma filha chamada Sera.

47 Esses foram os clãs de Aser; foram contados 53.400 homens.

48 Os descendentes de Naftali segundo os seus clãs foram:

de Jazeel, o clã jazeelita;

de Guni, o clã gunita;

49 de Jezer, o clã jezerita;

de Silém, o clã silemita.

50 Esses foram os clãs de Naftali; foram contados 45.400 homens.

51 O número total dos homens de Israel foi 601.730.

As Normas para a Repartição da Terra

52 Disse ainda o Senhor a Moisés: 53 “A terra será repartida entre eles como herança, de acordo com o número dos nomes alistados. 54 A um clã maior dê uma herança maior, e a um clã menor, uma herança menor; cada um receberá a sua herança de acordo com o seu número de recenseados. 55 A terra, porém, será distribuída por sorteio. Cada um herdará sua parte de acordo com o nome da tribo de seus antepassados. 56 Cada herança será distribuída por sorteio entre os clãs maiores e os menores”.

O Segundo Recenseamento dos Levitas

57 Estes foram os levitas contados segundo os seus clãs:

de Gérson, o clã gersonita;

de Coate, o clã coatita;

de Merari, o clã merarita.

58 Estes também eram clãs levitas:

o clã libnita;

o clã hebronita;

o clã malita;

o clã musita;

o clã coreíta.

Coate foi o pai de Anrão; 59 o nome da mulher de Anrão era Joquebede, descendente de Levi, que nasceu no Egito. Ela lhe deu à luz Arão, Moisés e Miriã, irmã deles. 60 Arão foi o pai de Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar. 61 Mas Nadabe e Abiú morreram quando apresentaram uma oferta com fogo profano perante o Senhor.

62 O total de levitas do sexo masculino, de um mês de idade para cima, que foram contados foi 23.000. Não foram contados junto com os outros israelitas porque não receberam herança entre eles.

63 São esses os que foram recenseados por Moisés e pelo sacerdote Eleazar quando contaram os israelitas nas campinas de Moabe, junto ao Jordão, frente a Jericó. 64 Nenhum deles estava entre os que foram contados por Moisés e pelo sacerdote Arão quando contaram os israelitas no deserto do Sinai. 65 Pois o Senhor tinha dito àqueles israelitas que eles iriam morrer no deserto, e nenhum deles sobreviveu, exceto Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num.

A Herança das Filhas de Zelofeade

27 Aproximaram-se as filhas de Zelofeade, filho de Héfer, neto de Gileade, bisneto de Maquir, trineto de Manassés; pertencia aos clãs de Manassés, filho de José. Os nomes das suas filhas eram Maalá, Noa, Hogla, Milca e Tirza. Elas se prostraram à entrada da Tenda do Encontro diante de Moisés, do sacerdote Eleazar, dos líderes de toda a comunidade, e disseram: “Nosso pai morreu no deserto. Ele não estava entre os seguidores de Corá, que se ajuntaram contra o Senhor, mas morreu por causa do seu próprio pecado e não deixou filhos. Por que o nome de nosso pai deveria desaparecer de seu clã por não ter tido um filho? Dê-nos propriedade entre os parentes de nosso pai”.

Moisés levou o caso perante o Senhor, e o Senhor lhe disse: “As filhas de Zelofeade têm razão. Você lhes dará propriedade como herança entre os parentes do pai delas, e lhes passará a herança do pai.

“Diga aos israelitas: Se um homem morrer e não deixar filho, transfiram a sua herança para a sua filha. Se ele não tiver filha, dêem a sua herança aos irmãos dele. 10 Se não tiver irmãos, dêem-na aos irmãos de seu pai. 11 Se ainda seu pai não tiver irmãos, dêem a herança ao parente mais próximo em seu clã”. Esta será uma exigência legal para os israelitas, como o Senhor ordenou a Moisés.

Footnotes:

  1. 26.17 Alguns manuscritos dizem Arode. Veja Gn 46.16.
  2. 26.23 Alguns manuscritos dizem por meio de Puva, o clã puvita. Veja 1 Cr 7.1.
  3. 26.39 Muitos manuscritos dizem Sefufã.
  4. 26.40 Conforme o Pentateuco Samaritano e a Vulgata. O Texto Massorético não traz de Arde.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 1:1 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

O Recenseamento

O Senhor falou a Moisés na Tenda do Encontro, no deserto do Sinai, no primeiro dia do segundo mês do segundo ano, depois que os israelitas saíram do Egito. Ele disse:

Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 14:33 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

33 Seus filhos serão pastores[a] aqui durante quarenta anos, sofrendo pela infidelidade de vocês, até que o último cadáver de vocês seja destruído no deserto.

Footnotes:

  1. 14.33 Possivelmente nômades. Veja Nm 32.13.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 1:46 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

46 O total foi 603.550 homens.

Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 27:12-23 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Josué, Sucessor de Moisés

12 Então o Senhor disse a Moisés: “Suba este monte da serra de Abarim e veja a terra que dei aos israelitas. 13 Depois de vê-la, você também será reunido ao seu povo, como seu irmão Arão, 14 pois, quando a comunidade se rebelou nas águas do deserto de Zim, vocês dois desobedeceram à minha ordem de honrar minha santidade perante eles”. Isso aconteceu nas águas de Meribá, em Cades, no deserto de Zim.

15 Moisés disse ao Senhor: 16 “Que o Senhor, o Deus que a todos dá vida[a], designe um homem como líder desta comunidade 17 para conduzi-los em suas batalhas, para que a comunidade do Senhor não seja como ovelhas sem pastor”.

18 Então o Senhor disse a Moisés: “Chame Josué, filho de Num, homem em quem está o Espírito[b], e imponha as mãos sobre ele. 19 Faça-o apresentar-se ao sacerdote Eleazar e a toda a comunidade e o comissione na presença deles. 20 Dê-lhe parte da sua autoridade para que toda a comunidade de Israel lhe obedeça. 21 Ele deverá apresentar-se ao sacerdote Eleazar, que lhe dará diretrizes ao consultar o Urim[c] perante o Senhor. Josué e toda a comunidade dos israelitas seguirão suas instruções quando saírem para a batalha”.

22 Moisés fez como o Senhor lhe ordenou. Chamou Josué e o apresentou ao sacerdote Eleazar e a toda a comunidade. 23 Impôs as mãos sobre ele e o comissionou. Tudo conforme o Senhor tinha dito por meio de Moisés.

Footnotes:

  1. 27.16 Hebraico: o Deus dos espíritos de toda a humanidade.
  2. 27.18 Ou homem capaz
  3. 27.21 Objeto usado para se conhecer a vontade de Deus.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Deuteronômio 34:9-12 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Ora, Josué, filho de Num, estava cheio do Espírito[a] de sabedoria, porque Moisés tinha imposto as suas mãos sobre ele. De modo que os israelitas lhe obedeceram e fizeram o que o Senhor tinha ordenado a Moisés.

10 Em Israel nunca mais se levantou profeta como Moisés, a quem o Senhor conheceu face a face, 11 e que fez todos aqueles sinais e maravilhas que o Senhor o tinha enviado para fazer no Egito, contra o faraó, contra todos os seus servos e contra toda a sua terra. 12 Pois ninguém jamais mostrou tamanho poder como Moisés nem executou os feitos temíveis que Moisés realizou aos olhos de todo o Israel.

Footnotes:

  1. 34.9 Ou cheio de sabedoria
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 28-30 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

As Ofertas Diárias

28 O Senhor disse a Moisés: “Ordene aos israelitas e diga-lhes: Tenham o cuidado de apresentar-me na época designada a comida para as minhas ofertas preparadas no fogo, como um aroma que me seja agradável. Diga-lhes: Esta é a oferta preparada no fogo que vocês apresentarão ao Senhor: dois cordeiros de um ano, sem defeito, como holocausto diário. Ofereçam um cordeiro pela manhã e um ao cair da tarde, juntamente com uma oferta de cereal de um jarro[a] da melhor farinha amassada com um litro[b] de azeite de olivas batidas. Este é o holocausto diário instituído no monte Sinai, de aroma agradável; é oferta dedicada ao Senhor, preparada no fogo. A oferta derramada que a acompanha será um litro de bebida fermentada para cada cordeiro. Derramem a oferta de bebida para o Senhor no Lugar Santo. Ofereçam o segundo cordeiro ao cair da tarde, juntamente com o mesmo tipo de oferta de cereal e de oferta derramada que vocês prepararem de manhã. É uma oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor.

As Ofertas do Sábado

“No dia de sábado, façam uma oferta de dois cordeiros de um ano de idade e sem defeito, juntamente com a oferta derramada e com uma oferta de cereal de dois jarros da melhor farinha amassada com óleo. 10 Este é o holocausto para cada sábado, além do holocausto diário e da oferta derramada.

As Ofertas Mensais

11 “No primeiro dia de cada mês, apresentem ao Senhor um holocausto de dois novilhos, um carneiro e sete cordeiros de um ano, todos sem defeito. 12 Para cada novilho deverá haver uma oferta de cereal de três jarros da melhor farinha amassada com óleo; para o carneiro, uma oferta de cereal de dois jarros da melhor farinha amassada com óleo; 13 e para cada cordeiro, uma oferta de cereal de um jarro da melhor farinha amassada com óleo. É um holocausto, de aroma agradável, uma oferta dedicada ao Senhor, preparada no fogo. 14 Para cada novilho deverá haver uma oferta derramada de meio galão[c] de vinho; para o carneiro, um litro; e para cada cordeiro, um litro. É o holocausto mensal, que deve ser oferecido cada lua nova durante o ano. 15 Além do holocausto diário com a oferta derramada, um bode será oferecido ao Senhor como sacrifício pelo pecado.

As Ofertas da Páscoa

16 “No décimo quarto dia do primeiro mês é a Páscoa do Senhor. 17 No décimo quinto dia desse mês haverá uma festa; durante sete dias comam pão sem fermento. 18 No primeiro dia convoquem uma santa assembléia e não façam trabalho algum. 19 Apresentem ao Senhor uma oferta preparada no fogo, um holocausto de dois novilhos, um carneiro e sete cordeiros de um ano, todos sem defeito. 20 Para cada novilho preparem uma oferta de cereal de três jarros da melhor farinha amassada com óleo; para o carneiro, dois jarros; 21 e para cada cordeiro, um jarro. 22 Ofereçam um bode como sacrifício pela culpa, para fazer propiciação por vocês. 23 Apresentem essas ofertas além do holocausto diário oferecido pela manhã. 24 Façam assim diariamente, durante sete dias: apresentem a comida para a oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor; isso será feito além do holocausto diário e da sua oferta derramada. 25 No sétimo dia convoquem uma santa reunião e não façam trabalho algum.

As Ofertas da Festa das Semanas

26 “No dia da festa da colheita dos primeiros frutos, a festa das semanas[d], quando apresentarem ao Senhor uma oferta do cereal novo, convoquem uma santa assembléia e não façam trabalho algum. 27 Apresentem um holocausto de dois novilhos, de um carneiro e de sete cordeiros de um ano, como aroma agradável ao Senhor. 28 Para cada novilho deverá haver uma oferta de cereal de três jarros da melhor farinha amassada com óleo; para o carneiro, dois jarros; 29 e para cada um dos cordeiros, um jarro. 30 Ofereçam também um bode para fazer propiciação por vocês. 31 Preparem tudo isso junto com a oferta derramada, além do holocausto diário e da oferta de cereal. Verifiquem que os animais sejam sem defeito.

As Ofertas da Festa das Trombetas

29 “No primeiro dia do sétimo mês convoquem uma santa assembléia e não façam trabalho algum. Nesse dia vocês tocarão as trombetas. Como aroma agradável ao Senhor, ofereçam um holocausto de um novilho, um carneiro e sete cordeiros de um ano, todos sem defeito. Para o novilho preparem uma oferta de cereal de três jarros[e] da melhor farinha amassada com óleo; para o carneiro, dois jarros; e para cada um dos sete cordeiros, um jarro. Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, para fazer propiciação por vocês, além dos holocaustos mensais e diários com as ofertas de cereal e com as ofertas derramadas, conforme prescritas. São ofertas preparadas no fogo, de aroma agradável ao Senhor.

As Ofertas do Dia da Expiação

“No décimo dia desse sétimo mês convoquem uma santa assembléia. Vocês se humilharão[f] e não farão trabalho algum. Apresentem como aroma agradável ao Senhor um holocausto de um novilho, de um carneiro e de sete cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. Para o novilho preparem uma oferta de cereal de três jarros da melhor farinha amassada com óleo; para o carneiro, dois jarros; 10 e para cada um dos sete cordeiros, um jarro. 11 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do sacrifício pelo pecado para fazer propiciação e do holocausto diário com a oferta de cereal e com as ofertas derramadas.

As Ofertas da Festa dos Tabernáculos

12 “No décimo quinto dia do sétimo mês convoquem uma santa assembléia e não façam trabalho algum. Celebrem uma festa ao Senhor durante sete dias. 13 Apresentem a seguinte oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor: um holocausto de treze novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 14 Para cada um dos treze novilhos preparem uma oferta de cereal de três jarros da melhor farinha amassada com óleo; para cada um dos carneiros, dois jarros; 15 e para cada um dos sete cordeiros, um jarro. 16 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta de cereal e com a oferta derramada.

17 “No segundo dia preparem doze novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 18 Para a oferta de novilhos, carneiros e cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 19 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

20 “No terceiro dia preparem onze novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 21 Para a oferta de novilhos, carneiros e cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 22 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

23 “No quarto dia preparem dez novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 24 Para a oferta de novilhos, carneiros e cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 25 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

26 “No quinto dia preparem nove novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 27 Para a oferta de novilhos, carneiros e cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 28 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

29 “No sexto dia preparem oito novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 30 Para a oferta de novilhos, carneiros e cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 31 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

32 “No sétimo dia preparem sete novilhos, dois carneiros e catorze cordeiros de um ano de idade, todos sem defeito. 33 Para a oferta de novilhos, carneiros e cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 34 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

35 “No oitavo dia convoquem uma assembléia e não façam trabalho algum. 36 Apresentem uma oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor, um holocausto de um novilho, um carneiro e sete cordeiros de um ano, todos sem defeito. 37 Para a oferta do novilho, do carneiro e dos cordeiros, preparem ofertas derramadas e de cereal, de acordo com o número especificado. 38 Ofereçam também um bode como sacrifício pelo pecado, além do holocausto diário com a oferta derramada e com a oferta de cereal.

39 “Além dos votos que fizerem e das ofertas voluntárias, preparem isto para o Senhor nas festas que lhes são designadas: os holocaustos, as ofertas derramadas, de cereal e de comunhão[g]”.

40 E Moisés comunicou aos israelitas tudo o que o Senhor lhe tinha ordenado.

A Regulamentação dos Votos

30 Moisés disse aos chefes das tribos de Israel: “É isto que o Senhor ordena: Quando um homem fizer um voto ao Senhor ou um juramento que o obrigar a algum compromisso, não poderá quebrar a sua palavra, mas terá que cumprir tudo o que disse.

“Quando uma moça que ainda vive na casa de seu pai fizer um voto ao Senhor ou obrigar-se por um compromisso e seu pai souber do voto ou compromisso, mas nada lhe disser, então todos os votos e cada um dos compromissos pelos quais se obrigou serão válidos. Mas, se o pai a proibir quando souber do voto, nenhum dos votos ou dos compromissos pelos quais se obrigou será válido; o Senhor a livrará porque o seu pai a proibiu.

“Se ela se casar depois de fazer um voto ou depois de seus lábios proferirem uma promessa precipitada pela qual se obriga a si mesma e o seu marido o souber, mas nada lhe disser no dia em que ficar sabendo, então os seus votos ou compromissos pelos quais ela se obrigou serão válidos. Mas, se o seu marido a proibir quando o souber, anulará o voto que a obriga ou a promessa precipitada pela qual ela se obrigou, e o Senhor a livrará.

“Qualquer voto ou compromisso assumido por uma viúva ou por uma mulher divorciada será válido.

10 “Se uma mulher que vive com o seu marido fizer um voto ou obrigar-se por juramento a um compromisso 11 e o seu marido o souber, mas nada lhe disser e não a proibir, então todos os votos ou compromissos pelos quais ela se obrigou serão válidos. 12 Mas, se o seu marido os anular quando deles souber, então nenhum dos votos ou compromissos que saíram de seus lábios será válido. Seu marido os anulou, e o Senhor a livrará. 13 O marido poderá confirmar ou anular qualquer voto ou qualquer compromisso que a obrigue a humilhar-se[h]. 14 Mas, se o marido nada lhe disser a respeito disso até o dia seguinte, com isso confirma todos os seus votos ou compromissos pelos quais se obrigou. Ele os confirma por nada lhe dizer quando os ouviu. 15 Se, contudo, ele os anular algum tempo depois de ouvi-los, ele sofrerá as conseqüências de sua iniqüidade”.

16 São essas as ordenanças que o Senhor deu a Moisés a respeito do relacionamento entre um homem e sua mulher, e entre um pai e sua filha moça que ainda vive na casa do pai.

Footnotes:

  1. 28.5 Hebraico: 1/10 de efa. O efa era uma medida de capacidade para secos. As estimativas variam entre 20 e 40 litros.
  2. 28.5 Hebraico: 1/4 de him. O him era uma medida de capacidade para líquidos. As estimativas variam entre 3 e 6 litros.
  3. 28.14 Hebraico: him.
  4. 28.26 Isto é, do Pentecoste.
  5. 29.3 Hebraico: 3/10 de efa. O efa era uma medida de capacidade para secos. As estimativas variam entre 20 e 40 litros.
  6. 29.7 Ou devem jejuar
  7. 29.39 Ou de paz
  8. 30.13 Ou jejuar
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes