A A A A A
Bible Book List

Atos 26Portuguese New Testament: Easy-to-Read Version (VFL)

A defesa de Paulo

26 Então Agripa disse a Paulo: —Agora você pode se defender.

Paulo estendeu a mão e começou a sua defesa:

—Rei Agripa. Estou muito feliz por ser diante do senhor que vou apresentar hoje minha defesa contra todas as coisas das quais os judeus estão me acusando, especialmente levando-se em conta todo o seu conhecimento a respeito de todos os costumes e problemas dos judeus. Portanto, peço-lhe que me escute com paciência.

—Todos os judeus sabem que eu tenho vivido em meu país e em Jerusalém desde que era jovem. Eles me conhecem há muito tempo e podem, se quiserem, testemunhar que vivi como fariseu [a] de acordo com a seita mais rigorosa da nossa religião. Hoje eu estou sendo julgado por causa da esperança que tenho na promessa que Deus fez a nossos antepassados. As doze tribos [b] de Israel servem a Deus dia e noite na esperança de receber essa mesma promessa. E é por causa dessa esperança, ó rei, que estou sendo acusado pelos judeus. Por que parece inacreditável a vocês que Deus ressuscite os mortos? Eu mesmo pensava que tinha de fazer tudo o que pudesse contra o nome de Jesus de Nazaré 10 e foi exatamente isso o que fiz em Jerusalém. Eu recebi uma autorização dos líderes dos sacerdotes e, com ela, coloquei muitos do povo de Deus na prisão. Quando eles eram condenados à morte, o meu voto também estava contra eles. 11 Muitas vezes eu os castiguei por todas as sinagogas [c] e tentei até forçá-los a insultar Jesus. Eu estava tão enfurecido contra eles que continuava a persegui-los mesmo em cidades estrangeiras.

12 —Numa dessas viagens, quando ia para a cidade de Damasco, eu levava uma autorização e também ordens dos líderes dos sacerdotes. 13 Era por volta do meio-dia e eu já estava a caminho quando vi, ó rei, uma luz do céu. Ela brilhava mais que o sol e iluminou a mim e a todos os que estavam comigo. 14 Todos nós caímos ao chão e então ouvi uma voz que me dizia, em hebraico: “Saulo, Saulo, por que você me persegue? Você está machucando a si mesmo, como o boi que dá coice contra a ponta do ferrão”.

15 —Então perguntei: “Quem é o senhor?” E Ele me respondeu: “Eu sou Jesus, a quem você está perseguindo. 16 Mas levante-se e fique de pé. Eu apareci a você para que me sirva de servo e testemunha, tanto com relação ao que você já viu como também com relação ao que Eu ainda vou lhe mostrar. 17 Vou livrá-lo tanto dos povos judeus como também dos que não são judeus, para os quais vou mandá-lo. 18 Eu vou mandá-lo a eles para que você lhes abra os olhos a fim de que eles se voltem da escuridão para a luz e do poder de Satanás para Deus. Dessa forma, pela fé em mim, eles receberão perdão dos seus pecados e passarão a fazer parte do povo santo de Deus”.

19 —Portanto, Rei Agripa, eu obedeci à visão celestial que tive. 20 Comecei a anunciar aos de Damasco. De lá fui para a cidade de Jerusalém e, depois, viajei por toda a região da Judéia, anunciando inclusive para os que não são judeus. Eu anunciava que eles deviam se arrepender e voltar para Deus e também que tudo o que fizessem deveria mostrar que eles estavam realmente arrependidos. 21 Foi por esse motivo que os judeus me agarraram quando eu estava no templo e tentaram me matar. 22 Mas Deus tem me ajudado muito até o dia de hoje e é por isso que eu agora estou aqui, testemunhando a respeito dele tanto para os que são de condição simples como para os que são importantes. Eu nunca disse nada que fosse além daquilo que tanto os profetas [d] como Moisés já disseram, 23 isto é, que Cristo iria sofrer e que iria ser o primeiro a ser ressuscitado e que assim anunciaria a luz [e] tanto para os que são judeus como para os que não são judeus.

24 Paulo estava dizendo estas coisas em sua defesa quando Festo gritou:

—Você está louco, Paulo! Você estudou tanto que ficou maluco!

25 Mas Paulo disse:

—Eu não estou maluco, Excelentíssimo Festo. As coisas que eu estou dizendo são verdade e de bom senso. 26 O próprio rei Agripa aqui presente sabe a respeito dessas coisas e eu tenho certeza de que nenhuma delas escapou ao conhecimento dele, pois nada foi feito às escondidas. É por isso que eu posso falar ao rei abertamente. 27 Ó rei Agripa, acredita nos profetas [f]? Eu sei que o senhor acredita.

28 Então o rei disse a Paulo:

—Você acha que assim, em pouco tempo, pode me persuadir a me tornar cristão?

29 Paulo respondeu:

—Assim Deus permitisse que, em pouco ou muito tempo, não apenas o senhor, ó rei, porém todos os que hoje me ouvem se tornassem como eu sou—só que sem estas correntes.

30 Então o rei Agripa, o governador, Berenice e todos os que estavam sentados com ele se levantaram e 31 saíram do auditório, comentando uns com os outros:

—Esse homem não fez nada para merecer a morte e nem mesmo a prisão.

32 E Agripa disse a Festo:

—Este homem já podia estar solto se não tivesse pedido para ser julgado por César.

Footnotes:

  1. Atos 26:5 + fariseu(s) Eles eram um grupo religioso judeu que diziam seguir o Velho Testamento e outras leis e costumes judaicos cuidadosamente.
  2. Atos 26:7 + doze tribos Conjunto de descendentes de cada um dos doze patriarcas do povo judeu —grupos de famílias.
  3. Atos 26:11 + sinagoga(s) Lugar onde os judeus se reuniam para ler e estudar as Escrituras.
  4. Atos 26:22 + profeta(s) Uma pessoa que falava por Deus. Essa pessoa falava freqüentemente de coisas que aconteceriam no futuro.
  5. Atos 26:23 + luz O caminho da salvação.
  6. Atos 26:27 + profeta(s) Uma pessoa que falava por Deus. Essa pessoa falava freqüentemente de coisas que aconteceriam no futuro.
Portuguese New Testament: Easy-to-Read Version (VFL)

Copyright © 1999 by World Bible Translation Center

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes