A A A A A
Bible Book List

2 Samuel 5:1-16 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Davi Torna-se Rei de Israel

Representantes de todas as tribos de Israel foram dizer a Davi, em Hebrom: “Somos sangue do teu sangue[a]. No passado, mesmo quando Saul era rei, eras tu quem liderava Israel em suas batalhas. E o Senhor te disse: ‘Você pastoreará Israel, o meu povo, e será o seu governante’”.

Então todas as autoridades de Israel foram ao encontro do rei Davi em Hebrom; o rei fez um acordo com eles em Hebrom perante o Senhor, e eles ungiram Davi rei de Israel.

Davi tinha trinta anos de idade quando começou a reinar, e reinou durante quarenta anos. Em Hebrom, reinou sobre Judá sete anos e meio, e em Jerusalém reinou sobre todo o Israel e Judá trinta e três anos.

A Conquista de Jerusalém

O rei e seus soldados marcharam para Jerusalém para atacar os jebuseus que viviam lá. E os jebuseus disseram a Davi: “Você não entrará aqui! Até os cegos e os aleijados podem se defender de você”. Eles achavam que Davi não conseguiria entrar, mas Davi conquistou a fortaleza de Sião, que veio a ser a Cidade de Davi.

Naquele dia disse Davi: “Quem quiser vencer os jebuseus terá que utilizar a passagem de água para chegar àqueles cegos e aleijados, inimigos de Davi[b]”. É por isso que dizem: “Os ‘cegos e aleijados’ não entrarão no palácio[c]”.

Davi passou a morar na fortaleza e chamou-a Cidade de Davi. Construiu defesas na parte interna da cidade desde o Milo[d]. 10 E foi se tornando cada vez mais poderoso, pois o Senhor, o Deus dos Exércitos estava com ele.

11 Pouco depois Hirão, rei de Tiro, enviou a Davi uma delegação, que trouxe toras de cedro e também carpinteiros e pedreiros que construíram um palácio para Davi. 12 Então Davi teve certeza de que o Senhor o confirmara como rei de Israel e que seu reino estava prosperando por amor de Israel, o seu povo.

13 Depois de mudar-se de Hebrom para Jerusalém, Davi tomou mais concubinas e esposas, e gerou mais filhos e filhas. 14 Estes são os nomes dos que lhe nasceram ali: Samua, Sobabe, Natã, Salomão, 15 Ibar, Elisua, Nefegue, Jafia, 16 Elisama, Eliada e Elifelete.

Footnotes:

  1. 5.1 Hebraico: teu osso e tua carne.
  2. 5.8 Ou odiados por Davi
  3. 5.8 Ou templo
  4. 5.9 Ou desde o aterro
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

1 Samuel 16:11-13 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

11 Então perguntou a Jessé: “Estes são todos os filhos que você tem?”

Jessé respondeu: “Ainda tenho o caçula, mas ele está cuidando das ovelhas”.

Samuel disse: “Traga-o aqui; não nos sentaremos para comer enquanto ele não chegar”.

12 Jessé mandou chamá-lo e ele veio. Ele era ruivo[a], de belos olhos e boa aparência.

Então o Senhor disse a Samuel: “É este! Levante-se e unja-o”.

13 Samuel apanhou o chifre cheio de óleo e o ungiu na presença de seus irmãos, e, a partir daquele dia, o Espírito do Senhor apoderou-se de Davi. E Samuel voltou para Ramá.

Footnotes:

  1. 16.12 Ou moreno
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

2 Samuel 5:17-25 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Davi Derrota os Filisteus

17 Ao saberem que Davi tinha sido ungido rei de Israel, os filisteus foram com todo o exército prendê-lo, mas Davi soube disso e foi para a fortaleza. 18 Tendo os filisteus se espalhado pelo vale de Refaim, 19 Davi perguntou ao Senhor: “Devo atacar os filisteus? Tu os entregarás nas minhas mãos?”

O Senhor lhe respondeu: “Vá, eu os entregarei nas suas mãos”.

20 Então Davi foi a Baal-Perazim e lá os derrotou. E disse: “Assim como as águas de uma enchente causam destruição, pelas minhas mãos o Senhor destruiu os meus inimigos diante de mim”. Então aquele lugar passou a ser chamado Baal-Perazim[a]. 21 Como os filisteus haviam abandonado os seus ídolos ali, Davi e seus soldados os apanharam.

22 Mais uma vez os filisteus marcharam e se espalharam pelo vale de Refaim; 23 então Davi consultou o Senhor de novo, que lhe respondeu: “Não ataque pela frente, mas dê a volta por trás deles e ataque-os em frente das amoreiras. 24 Assim que você ouvir um som de passos por cima das amoreiras, saia rapidamente, pois será esse o sinal de que o Senhor saiu à sua frente para ferir o exército filisteu”. 25 Davi fez como o Senhor lhe tinha ordenado, e derrotou os filisteus por todo o caminho, desde Gibeom[b] até Gezer.

Footnotes:

  1. 5.20 Baal-Perazim significa o senhor que destrói.
  2. 5.25 Conforme a Septuaginta. O Texto Massorético diz Geba. Veja 1Cr 14.16.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Salmos 68 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Salmo 68

Para o mestre de música. Davídico. Um salmo. Um cântico.

Que Deus se levante!
Sejam espalhados os seus inimigos,
fujam dele os seus adversários.
Que tu os dissipes
    assim como o vento leva a fumaça;
como a cera se derrete na presença do fogo,
    assim pereçam os ímpios na presença de Deus.
Alegrem-se, porém, os justos!
    Exultem diante de Deus!
    Regozijem-se com grande alegria!

Cantem a Deus, louvem o seu nome,
exaltem aquele que cavalga sobre as nuvens;[a]
seu nome é Senhor!
    Exultem diante dele!
Pai para os órfãos e defensor das viúvas
    é Deus em sua santa habitação.
Deus dá um lar aos solitários,
liberta os presos para a prosperidade,
mas os rebeldes vivem em terra árida.

Quando saíste à frente do teu povo, ó Deus,
quando marchaste pelo ermo,Pausa
a terra tremeu,
    o céu derramou chuva
diante de Deus, o Deus do Sinai,
    diante de Deus, o Deus de Israel.
Deste chuvas generosas, ó Deus;
refrescaste a tua herança exausta.
10 O teu povo nela se instalou,
e da tua bondade, ó Deus, supriste os pobres.

11 O Senhor anunciou a palavra,
e muitos mensageiros a proclamavam:
12 “Reis e exércitos fogem em debandada;
    a dona de casa reparte os despojos.[b]
13 Mesmo quando vocês dormem
    entre as fogueiras do acampamento[c],
    as asas da minha pomba
    estão recobertas de prata,
    as suas penas, de ouro reluzente”.
14 Quando o Todo-poderoso espalhou os reis,
foi como neve no monte Zalmom.

15 Os montes de Basã são majestosos;
escarpados são os montes de Basã.
16 Por que, ó montes escarpados,
    estão com inveja do monte que Deus
    escolheu para sua habitação,
onde o próprio Senhor habitará para sempre?
17 Os carros de Deus são incontáveis,
    são milhares de milhares;
neles o Senhor veio do Sinai
    para o seu Lugar Santo.
18 Quando subiste em triunfo às alturas,
    ó Senhor Deus,
levaste cativos muitos prisioneiros;
recebeste homens como dádivas,
    até mesmo rebeldes,
para estabeleceres morada.[d]

19 Bendito seja o Senhor,
    Deus, nosso Salvador,
que cada dia suporta as nossas cargas.Pausa
20 O nosso Deus é um Deus que salva;
ele é o Soberano, ele é o Senhor
    que nos livra da morte.

21 Certamente Deus
    esmagará a cabeça dos seus inimigos,
o crânio cabeludo
    dos que persistem em seus pecados.
22 “Eu os trarei de Basã”, diz o Senhor,
    “eu os trarei das profundezas do mar,
23 para que você encharque os pés
    no sangue dos inimigos,
    sangue do qual a língua dos cães
    terá a sua porção.”

24 Já se vê a tua marcha triunfal, ó Deus,
a marcha do meu Deus e Rei
    adentrando o santuário.
25 À frente estão os cantores, depois os músicos;
com eles vão as jovens tocando tamborins.
26 Bendigam a Deus na grande congregação!
Bendigam o Senhor,
    descendentes[e] de Israel!
27 Ali está a pequena tribo de Benjamim,
    a conduzi-los,
os príncipes de Judá
    acompanhados de suas tropas,
e os príncipes de Zebulom e Naftali.

28 A favor de vocês,
    manifeste Deus o seu poder![f]
Mostra, ó Deus, o poder que já tens operado
    para conosco.
29 Por causa do teu templo em Jerusalém,
    reis te trarão presentes.
30 Repreende a fera entre os juncos,
a manada de touros
    entre os bezerros das nações.
Humilhados, tragam barras de prata.
Espalha as nações que têm prazer na guerra.
31 Ricos tecidos[g] venham do Egito;
a Etiópia corra para Deus de mãos cheias.

32 Cantem a Deus, reinos da terra,
    louvem o Senhor,Pausa
33 aquele que cavalga os céus, os antigos céus.
Escutem! Ele troveja com voz poderosa.
34 Proclamem o poder de Deus!
Sua majestade está sobre Israel,
seu poder está nas altas nuvens.
35 Tu és temível no teu santuário, ó Deus;
é o Deus de Israel
    que dá poder e força ao seu povo.

Bendito seja Deus!

Footnotes:

  1. 68.4 Ou preparem o caminho para aquele que cavalga pelos desertos;
  2. 68.12 Ou as belas mulheres do palácio são repartidas como despojo.
  3. 68.13 Ou os alforjes
  4. 68.18 Ou dádivas dentre os homens, até dos que se rebelaram contra a tua habitação.
  5. 68.26 Hebraico: fonte.
  6. 68.28 Conforme alguns manuscritos do Texto Massorético. Muitos manuscritos do Texto Massorético e algumas versões antigas dizem Manifesta, ó Deus, o teu poder!
  7. 68.31 Ou embaixadores
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

2 Samuel 6:1-11 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

A Arca é Levada para Jerusalém

De novo Davi reuniu os melhores guerreiros de Israel, trinta mil ao todo. Ele e todos os que o acompanhavam partiram para Baalá, em Judá[a], para buscar a arca de Deus, arca sobre a qual é invocado o Nome, o nome do Senhor dos Exércitos, que tem o seu trono entre os querubins acima dela. Puseram a arca de Deus num carroção novo e a levaram da casa de Abinadabe, na colina. Uzá e Aiô, filhos de Abinadabe, conduziam o carroção com a arca de Deus[b]; Aiô andava na frente dela. Davi e todos os israelitas iam cantando e dançando perante o Senhor, ao som de todo tipo de instrumentos de pinho: harpas, liras, tamborins, chocalhos e címbalos.

Quando chegaram à eira de Nacom, Uzá esticou o braço e segurou a arca de Deus, porque os bois haviam tropeçado. A ira do Senhor acendeu-se contra Uzá por seu ato de irreverência. Por isso Deus o feriu, e ele morreu ali mesmo, ao lado da arca de Deus.

Davi ficou contrariado porque o Senhor, em sua ira, havia fulminado Uzá. Até hoje aquele lugar é chamado Perez-Uzá[c].

Naquele dia Davi teve medo do Senhor e se perguntou: “Como vou conseguir levar a arca do Senhor?” 10 Por isso ele desistiu de levar a arca do Senhor para a Cidade de Davi. Em vez disso, levou-a para a casa de Obede-Edom, de Gate. 11 A arca do Senhor ficou na casa dele por três meses, e o Senhor o abençoou e a toda a sua família.

Footnotes:

  1. 6.2 Isto é, Quiriate-Jearim.
  2. 6.3,4 Conforme os manuscritos do mar Morto e alguns manuscritos da Septuaginta. O Texto Massorético diz carroção e o trouxeram com a arca de Deus desde a casa de Abinadabe, na colina.
  3. 6.8 Perez-Uzá significa destruição de Uzá.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

1 Crônicas 13 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

O Retorno da Arca

13 Depois de consultar todos os seus oficiais, os comandantes de mil e de cem, Davi disse a toda a assembléia de Israel: “Se vocês estão de acordo e se esta é a vontade do Senhor, o nosso Deus, enviemos uma mensagem a nossos irmãos em todo o território de Israel, e também aos sacerdotes e aos levitas que estão com eles em suas cidades, para virem unir-se a nós. Vamos trazer de volta a arca de nosso Deus, pois não nos importamos com ela[a] durante o reinado de Saul”. Toda a assembléia concordou, pois isso pareceu bom a todo o povo.

Então Davi reuniu todos os israelitas, desde o rio Sior, no Egito, até Lebo-Hamate, para trazerem de Quiriate-Jearim a arca de Deus. Davi e todos os israelitas foram a Baalá, que é Quiriate-Jearim, em Judá, para buscar a arca de Deus, o Senhor, que tem o seu trono entre os querubins; a arca sobre a qual o seu nome é invocado.

Da casa de Abinadabe levaram a arca de Deus num carroção novo, conduzido por Uzá e Aiô. Davi e todos os israelitas iam dançando e cantando com todo o vigor diante de Deus, ao som de harpas, liras, tamborins, címbalos e cornetas.

Quando chegaram à eira de Quidom, Uzá esticou o braço e segurou a arca, porque os bois haviam tropeçado. 10 A ira do Senhor acendeu-se contra Uzá, e ele o feriu por ter tocado na arca. Uzá morreu ali mesmo, diante de Deus.

11 Davi ficou contrariado porque o Senhor, em sua ira, havia fulminado Uzá. Até hoje aquele lugar é chamado Perez-Uzá[b].

12 Naquele dia Davi teve medo de Deus e se perguntou: “Como vou conseguir levar a arca de Deus?” 13 Por isso desistiu de trazer a arca para a Cidade de Davi. Em vez disso, levou-a para a casa de Obede-Edom, de Gate. 14 A arca de Deus ficou na casa dele por três meses, e o Senhor abençoou sua família e tudo o que possuía.

Footnotes:

  1. 13.3 Ou a consultamos; ou ainda o consultamos
  2. 13.11 Perez-Uzá significa destruição de Uzá.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Êxodo 25:10-22 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

A Arca da Aliança

10 “Faça uma arca de madeira de acácia com um metro e dez centímetros de comprimento, setenta centímetros de largura e setenta centímetros de altura[a]. 11 Revista-a de ouro puro, por dentro e por fora, e faça uma moldura de ouro ao seu redor. 12 Mande fundir quatro argolas de ouro para ela e prenda-as em seus quatro pés, com duas argolas de um lado e duas do outro. 13 Depois faça varas de madeira de acácia, revista-as de ouro 14 e coloque-as nas argolas laterais da arca, para que possa ser carregada. 15 As varas permanecerão nas argolas da arca; não devem ser retiradas. 16 Então coloque dentro da arca as tábuas da aliança que lhe darei.

17 “Faça uma tampa[b] de ouro puro com um metro e dez centímetros de comprimento por setenta centímetros de largura, 18 com dois querubins de ouro batido nas extremidades da tampa. 19 Faça um querubim numa extremidade e o segundo na outra, formando uma só peça com a tampa. 20 Os querubins devem ter suas asas estendidas para cima, cobrindo com elas a tampa. Ficarão de frente um para o outro, com o rosto voltado para a tampa. 21 Coloque a tampa sobre a arca, e dentro dela as tábuas da aliança que darei a você. 22 Ali, sobre a tampa, no meio dos dois querubins que se encontram sobre a arca da aliança[c], eu me encontrarei com você e lhe darei todos os meus mandamentos destinados aos israelitas.

Footnotes:

  1. 25.10 Hebraico: 2,5 côvados de comprimento, 1,5 côvados de largura e 1,5 côvados de altura. O côvado era uma medida linear de cerca de 45 centímetros.
  2. 25.17 Tradicionalmente um propiciatório; também no restante do capítulo e em 26.34.
  3. 25.22 Hebraico: do Testemunho. Isto é, das tábuas da aliança; também em 26.33 e 34.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 4:5-6 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Quando o acampamento tiver que mudar, Arão e os seus filhos entrarão e descerão o véu protetor e com ele cobrirão a arca da aliança[a]. Depois a cobrirão com couro[b], estenderão um pano inteiramente azul sobre ela e colocarão as varas no lugar.

Footnotes:

  1. 4.5 Hebraico: do Testemunho. Isto é, das tábuas da aliança; também em 7.89.
  2. 4.6 Possivelmente peles de animais marinhos; também nos versículos 8, 10, 11, 12, 14 e 25.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

Números 4:15 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

15 “Quando Arão e os seus filhos terminarem de cobrir os utensílios sagrados e todos os artigos sagrados, e o acampamento estiver pronto para partir, os coatitas virão carregá-los. Mas não tocarão nas coisas sagradas; se o fizerem, morrerão. São esses os utensílios da Tenda do Encontro que os coatitas carregarão.

Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

2 Samuel 6:12-23 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

12 E disseram ao rei Davi: “O Senhor tem abençoado a família de Obede-Edom e tudo o que ele possui, por causa da arca de Deus”. Então Davi, com grande festa, foi à casa de Obede-Edom e ordenou que levassem a arca de Deus para a Cidade de Davi. 13 Quando os que carregavam a arca do Senhor davam seis passos, ele sacrificava um boi e um novilho gordo. 14 Davi, vestindo o colete sacerdotal de linho, foi dançando com todas as suas forças perante o Senhor, 15 enquanto ele e todos os israelitas levavam a arca do Senhor ao som de gritos de alegria e de trombetas.

16 Aconteceu que, entrando a arca do Senhor na Cidade de Davi, Mical, filha de Saul, observava de uma janela. E, ao ver o rei Davi dançando e celebrando perante o Senhor, ela o desprezou em seu coração.

17 Eles trouxeram a arca do Senhor e a colocaram na tenda que Davi lhe havia preparado; e Davi ofereceu holocaustos[a] e sacrifícios de comunhão[b] perante o Senhor. 18 Após oferecer os holocaustos e os sacrifícios de comunhão, ele abençoou o povo em nome do Senhor dos Exércitos, 19 e deu um pão, um bolo de tâmaras[c] e um bolo de uvas passas a cada homem e a cada mulher israelita. Depois todo o povo partiu, cada um para a sua casa.

20 Voltando Davi para casa para abençoar sua família, Mical, filha de Saul, saiu ao seu encontro e lhe disse: “Como o rei de Israel se destacou hoje, tirando o manto na frente das escravas de seus servos, como um homem vulgar!”

21 Mas Davi disse a Mical: “Foi perante o Senhor que eu dancei, perante aquele que me escolheu em lugar de seu pai ou de qualquer outro da família dele, quando me designou soberano sobre o povo do Senhor, sobre Israel; perante o Senhor celebrarei 22 e me rebaixarei ainda mais, e me humilharei aos meus próprios olhos. Mas serei honrado por essas escravas que você mencionou”.

23 E até o dia de sua morte, Mical, filha de Saul, jamais teve filhos.

Footnotes:

  1. 6.17 Isto é, sacrifícios totalmente queimados.
  2. 6.17 Ou de paz
  3. 6.19 Ou um pedaço de carne; ou ainda um pouco de vinho
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

1 Crônicas 15-16 Nova Versão Internacional (NVI-PT)

A Arca é Levada para Jerusalém

15 Depois que Davi tinha construído casas[a] para si na Cidade de Davi, ele preparou um lugar para a arca de Deus e armou uma tenda para ela. Então Davi disse: “Somente os levitas poderão carregar a arca de Deus, pois para isso o Senhor os escolheu e para ficarem sempre a seu serviço”.

Davi reuniu todo o Israel em Jerusalém para trazer a arca do Senhor para o lugar que ele lhe havia preparado. Reuniu também os descendentes de Arão e os levitas:

dos descendentes de Coate, Uriel, liderando 120;

dos descendentes de Merari, Asaías, liderando 220;

dos descendentes de Gérson, Joel, liderando 130;

dos descendentes de Elisafã, Semaías, liderando 200;

dos descendentes de Hebrom, Eliel, liderando 80;

10 dos descendentes de Uziel, Aminadabe, liderando 112.

11 Em seguida Davi convocou os sacerdotes Zadoque e Abiatar, os levitas Uriel, Asaías, Joel, Semaías, Eliel e Aminadabe, e 12 lhes disse: “Vocês são os chefes das famílias levitas; vocês e seus companheiros levitas deverão consagrar-se e trazer a arca do Senhor, o Deus de Israel, para o local que preparei para ela. 13 Pelo fato de vocês não terem carregado a arca na primeira vez, a ira do Senhor, o nosso Deus, causou destruição entre nós. Nós não o tínhamos consultado sobre como proceder”. 14 Então os sacerdotes e os levitas se consagraram para transportar a arca do Senhor, o Deus de Israel. 15 E os levitas carregaram a arca de Deus apoiando as varas da arca sobre os ombros, conforme Moisés tinha ordenado, de acordo com a palavra do Senhor.

16 Davi também ordenou aos líderes dos levitas que encarregassem os músicos que havia entre eles de cantar músicas alegres, acompanhados por instrumentos musicais: liras, harpas e címbalos sonoros.

17 Assim, os levitas escolheram Hemã, filho de Joel, e Asafe, um parente dele; dentre os meraritas, seus parentes, escolheram Etã, filho de Cuxaías; 18 e com eles seus parentes que estavam no segundo escalão: Zacarias[b], Jaaziel, Semiramote, Jeiel, Uni, Eliabe, Benaia, Maaséias, Matitias, Elifeleu, Micnéias, Obede-Edom e Jeiel[c], os porteiros.

19 Os músicos Hemã, Asafe e Etã deviam tocar os címbalos de bronze; 20 Zacarias, Aziel, Semiramote, Jeiel, Uni, Eliabe, Maaséias e Benaia deviam tocar as liras, acompanhando o soprano, 21 e Matitias, Elifeleu, Micnéias, Obede-Edom, Jeiel e Azazias deviam tocar as harpas em oitava, marcando o ritmo. 22 Quenanias, o chefe dos levitas, ficou encarregado dos cânticos; essa era sua responsabilidade, pois ele tinha competência para isso.

23 Berequias e Elcana seriam porteiros e deveriam proteger a arca. 24 Os sacerdotes Sebanias, Josafá, Natanael, Amasai, Zacarias, Benaia e Eliézer deviam tocar as cornetas diante da arca de Deus. Obede-Edom e Jeías também deviam ser porteiros e vigiar a arca.

25 Assim, com grande festa, Davi, as autoridades de Israel e os líderes dos batalhões de mil foram buscar a arca da aliança do Senhor que estava na casa de Obede-Edom. 26 Como Deus havia poupado os levitas que carregavam a arca da aliança do Senhor, sete novilhos e sete carneiros foram sacrificados. 27 Davi vestia um manto de linho fino, como também todos os levitas que carregavam a arca, os músicos e Quenanias, chefe dos músicos. Davi vestia também o colete sacerdotal de linho. 28 E todo o Israel acompanhou a arca da aliança do Senhor alegremente, ao som de trombetas, cornetas e címbalos, ao toque de liras e de harpas.

29 Quando a arca da aliança do Senhor estava entrando na Cidade de Davi, Mical, filha de Saul, observava de uma janela. E, aconteceu que ao ver o rei Davi dançando e celebrando, ela o desprezou em seu coração.

16 Eles trouxeram a arca de Deus e a colocaram na tenda que Davi lhe havia preparado, e ofereceram holocaustos[d] e sacrifícios de comunhão[e] diante de Deus. Após oferecer os holocaustos e os sacrifícios de comunhão, Davi abençoou o povo em nome do Senhor e deu um pão, um bolo de tâmaras[f] e um bolo de uvas passas a cada homem e a cada mulher israelita.

Davi nomeou alguns dos levitas para ministrarem diante da arca do Senhor, fazendo petições, dando graças e louvando o Senhor, o Deus de Israel. Desses, Asafe era o chefe, Zacarias vinha em seguida, e depois Jeiel, Semiramote, Jeiel, Matitias, Eliabe, Benaia, Obede-Edom e Jeiel. Eles deviam tocar lira e harpa, enquanto Asafe tocava os címbalos. Os sacerdotes Benaia e Jaaziel deviam tocar diariamente as trombetas diante da arca da aliança de Deus.

O Salmo de Gratidão de Davi

Foi naquele dia que, pela primeira vez, Davi encarregou Asafe e seus parentes de louvarem o Senhor com salmos de gratidão:

“Dêem graças ao Senhor,
    clamem pelo seu nome,
divulguem entre as nações
    o que ele tem feito.
Cantem para ele, louvem-no;
contem todos os seus atos maravilhosos.
10 Gloriem-se no seu santo nome;
alegre-se o coração
    dos que buscam o Senhor.
11 Olhem para o Senhor
    e para a sua força;
busquem sempre a sua face.
12 Lembrem-se das maravilhas
    que ele fez,
dos seus prodígios
    e das ordenanças que pronunciou,
13 ó descendentes de Israel, seu servo,
ó filhos de Jacó, seus escolhidos.

14 “Ele é o Senhor, o nosso Deus;
seu domínio alcança toda a terra.
15 Para sempre se lembra[g] da sua aliança,
da palavra que ordenou
    para mil gerações,
16 da aliança que fez com Abraão,
do juramento que fez a Isaque,
17 que confirmou para Jacó
    como um decreto,
e para Israel como uma aliança eterna,
    dizendo:
18 ‘A vocês darei a terra de Canaã,
a herança que possuirão’.

19 “Quando eles ainda eram poucos,
    muito poucos,
sendo estrangeiros nela,
20 e vagueando de nação em nação,
de um reino a outro,
21 ele não permitiu que ninguém
    os oprimisse;
por causa deles repreendeu reis,
    ordenando:
22 ‘Não maltratem os meus ungidos;
não façam mal aos meus profetas’.

23 “Cantem ao Senhor, todas as terras!
Proclamem a sua salvação dia após dia!
24 Anunciem a sua glória entre as nações,
seus feitos maravilhosos
    entre todos os povos!
25 Pois o Senhor é grande
    e muitíssimo digno de louvor;
ele deve ser mais temido
    que todos os deuses.
26 Pois todos os deuses das nações
    não passam de ídolos,
mas o Senhor fez os céus.
27 O esplendor e a majestade
    estão diante dele;
força e alegria na sua habitação.
28 Dêem ao Senhor,
    ó famílias das nações,
dêem ao Senhor glória e força!
29 Dêem ao Senhor
    a glória devida ao seu nome.
Tragam ofertas
    e venham à sua presença.
Adorem o Senhor
    no esplendor da sua santidade,
30 tremam diante dele, todas as nações!
Firmou o mundo, e este não se abalará!
31 Que os céus se alegrem
    e a terra exulte,
e diga-se entre as nações:
    ‘O Senhor reina!’
32 Ressoe o mar,
    e tudo o que nele existe;
exultem os campos,
    e tudo o que neles há!
33 Então as árvores da floresta
    cantarão de alegria,
cantarão diante do Senhor,
    pois ele vem julgar a terra.

34 “Rendam graças ao Senhor,
    pois ele é bom;
o seu amor dura para sempre.
35 Clamem: ‘Salva-nos, ó Deus,
    nosso Salvador!
Reúne-nos e livra-nos das nações,
    para que demos graças
    ao teu santo nome
e façamos do teu louvor a nossa glória’.
36 Bendito seja o Senhor,
    o Deus de Israel,
de eternidade a eternidade”.

Então todo o povo exclamou: “Amém!” e “Louvado seja o Senhor!”

37 Davi deixou Asafe e seus parentes diante da arca da aliança do Senhor para ali ministrarem regularmente, de acordo com as prescrições para cada dia. 38 Também deixou Obede-Edom e seus sessenta e oito parentes para ministrarem com eles. Obede-Edom, filho de Jedutum, e também Hosa, foram porteiros.

39 Davi deixou o sacerdote Zadoque e seus parentes sacerdotes diante do tabernáculo do Senhor em Gibeom 40 para, regularmente, de manhã e à tarde, apresentarem holocaustos no altar de holocaustos, de acordo com tudo o que está escrito na Lei do Senhor, que ele deu a Israel. 41 Com eles estavam Hemã e Jedutum e os outros designados para darem graças ao Senhor, exclamando: “O seu amor dura para sempre”. 42 Hemã e Jedutum eram responsáveis pelas trombetas, pelos címbalos e pelos outros instrumentos musicais para o culto. Os filhos de Jedutum foram nomeados como porteiros.

43 Então todo o povo partiu, cada um para a sua casa, e Davi voltou para casa para abençoar sua família.

Footnotes:

  1. 15.1 Ou um palácio
  2. 15.18 Muitos manuscritos dizem Zacarias filho e ou Zacarias, Bene e. Veja o versículo 20 e 1Cr 16.5.
  3. 15.18 A Septuaginta diz Jeiel e Azarias. Veja o versículo 21.
  4. 16.1 Isto é, sacrifícios totalmente queimados; também no versículo 40.
  5. 16.1 Ou de paz
  6. 16.3 Ou um pedaço de carne; ou ainda um pouco de vinho
  7. 16.15 Conforme alguns manuscritos da Septuaginta. O Texto Massorético diz lembrem-se. Veja Sl 105.8.
Nova Versão Internacional (NVI-PT)

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI® Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes