A A A A A
Bible Book List

2 Samuel 21O Livro (OL)

A vingança dos gibeonitas

21 Houve uma fome durante o reinado de David que durou três anos consecutivos, e David orou insistentemente por isso. Então o Senhor disse: “Esta fome é por causa da maldade de Saul e da sua família sanguinária, que matou os gibeonitas.”

O rei chamou os gibeonitas. Estes não faziam parte de Israel; eram o resto que ficou da nação dos amorreus. Israel jurara não os matar, mas Saul, no seu zelo nacionalista, tentou liquidá-los. David perguntou-lhes: “Que hei-de eu fazer por vocês, para que nos livremos desta culpa que recai sobre nós, e para que possamos enfim pedir a bênção de Deus?”

“Pois bem, dinheiro não resolve o caso, e também não pretendemos matar seja quem for dos israelitas como vingança.”

David perguntou: “Então, que posso eu fazer? Digam-me o que acham e fá-lo-ei.”

5/6 Então eles responderam: “Dá-nos sete descendentes de Saul — esse homem que procurou destruir-nos. Enforcá-los-emos em Gibeão, a cidade daquele que foi do rei Saul.”

“Está certo; farei isso”, disse o rei. 7/9 No entanto poupou Mefibosete, filho de Jónatas e neto de Saul, devido ao juramento que fizera a Jónatas. Mas deu-lhes os dois filhos de Rizpa — Armoni e Mefibosete — que eram netos de Saul através da sua mulher Aia. Também lhes entregou cinco filhos de Merabe, filha de Saul, mulher de Adriel, e que tinham sido criados pela sua irmã Mical. Os homens de Gibeão enforcaram-nos na montanha perante o Senhor. Portanto, os sete morreram juntos no princípio da colheita da cevada.

10/14 Rispa, a mãe de dois dos homens, estendeu um saco de serapilheira sobre um rochedo e ali ficou guardando os cadáveres, durante toda a estação da sega, para evitar que as aves de rapina os despedaçassem, de dia, e também que os animais selvagens, de noite, os comessem. David, ao saber o que ela tinha feito, mandou que os ossos dos homens fossem enterrados no túmulo de Cis, o pai de Saul. Ao mesmo tempo enviou um pedido à população de Jabes-Gileade para que lhe trouxessem os ossos de Saul e Jónatas. Eles tinham furtado os corpos duma praça pública de Bete-Sã, onde os filisteus os tinham pendurado, depois de terem morrido na batalha do monte Gilboa. Foi dessa forma que os seus ossos lhe foram trazidos. O Senhor respondeu às orações e fez terminar aquela fome.

Guerra contra os filisteus

15 Uma vez em que os filisteus estavam em guerra com Israel, e em que David mais os seus homens se encontravam no aceso da luta, o rei ficou exausto e muito fraco. 16/17 Isbi-Benobe, um gigante, cuja lança pesava mais de cinco quilos, e que trazia uma nova armadura, aproximou-se de David com a intenção de o matar. Mas Abisai, o filho de Zeruía, chegou-se a tempo e matou o filisteu gigante. Na sequência desse incidente os homens de David disseram-lhe: “Nunca mais voltarás a combater! Por que razão havíamos nós de correr o risco de se apagar a luz de Israel?”

18 Mais tarde, durante uma guerra com os filisteus também em Gobe, Sibecai o husatita matou Safe, um outro gigante. 19 E ainda noutra peleja no mesmo sítio, El-Hanã matou o irmão de Golias o giteu, cuja lança era tão grande como a viga dum tecelão! 20/21 Noutra altura ainda, em que os filisteus e os israelitas estavam a combater em Gate, um gigante com seis dedos em cada mão e em cada pé injuriava a nação de Israel; Jónatas, sobrinho de David (filho de Simei, irmão do rei), matou-o. 22 Estes quatro gigantes pertenciam à tribo dos gigantes de Gate; foram pois mortos por elementos da tropa de David.

O Livro (OL)

O Livro Copyright © 2000 by Biblica, Inc.® Used by permission. All rights reserved worldwide.

  Back

1 of 1

You'll get this book and many others when you join Bible Gateway Plus. Learn more

Viewing of
Cross references
Footnotes